Acidose – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos

Revisado por

Nutrição - CRN6-MA 16199

Acidose – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos
4.9 (97.5%) 8 vote[s]

Acidose – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos desta condição. Além disso, a Acidose é a condição em que os fluidos corporais contêm mais ácido que o normal. A acidez do sangue é medida pela determinação do seu pH. O pH normal do sangue deve ficar em torno de 7,4. Um pH abaixo disso significa que o sangue é ácido, enquanto que um pH mais elevado significa que o sangue é básico.

causas da acidose

Há dois tipos de Acidose: respiratória e metabólica. A respiratória ocorre quando o gás carbônico (CO2) acumula-se no corpo em virtude de alguma patologia pulmonar. Já a metabólica começa nos rins, em vez de nos pulmões. Ela ocorre quando esses órgãos não podem eliminar o ácido de maneira eficiente ou quando eles eliminam um excesso de base.

O que é Acidose?

Esta condição é uma acidez excessiva do sangue e fluidos corporais. Ela pode ocorrer quando o corpo produz muito ácido, os rins não conseguem remover o ácido que é produzido normalmente pelo organismo ou então quando algum problema nos pulmões causa acúmulo de dióxido de carbono no sangue, deixando-o muito ácido.

Causas da Acidose:

A Acidose pode ocorrer quando o corpo produz muito ácido, os rins não conseguem remover o ácido produzido normalmente pelo organismo ou então quando algum problema nos pulmões causa acúmulo de dióxido de carbono no sangue.

Ela ocorre quando as células do corpo não têm oxigênio em nível suficiente para seu uso e então produzem o ácido lático a partir de hidratos de carbono, o qual se acumula no sangue, causando Acidose.

Algumas condições médicas são fatores de risco para a Acidose: distúrbios renais e pulmonares, doenças do fígado ou do coração, diabetes, câncer, síndrome da imunodeficiência adquirida, certas doenças genéticas e o uso de alguns medicamentos.

Sintomas da Acidose:

Na Acidose, as pessoas podem não apresentar sintomas, mas normalmente têm

A respiração se torna mais profunda e um pouco mais rápida (quando o corpo tenta corrigir a Acidose exalando mais dióxido de carbono).

À medida que a Acidose se agrava, a pessoa começa a se sentir extremamente fraca e sonolenta e pode se sentir confusa e com náusea.

Em casos graves, problemas cardíacos podem se desenvolver e a pressão arterial pode cair, levando ao choque, coma e morte.

Diagnóstico da Acidose:

A doença pode ser detectada e monitorada através de exames de sangue. Identificar a doença clinicamente pode ser difícil porque os sintomas são parecidos aos de outras condições mórbidas. Isso pode ser especialmente problemático quando a pessoa tem outra doença crônica.

acidose

Tratamentos Para Acidose:

Quase sempre o tratamento da Acidose é direcionado para reverter a causa. Os médicos raramente administram medicamentos alcalinos, como bicarbonato, para reverter a condição.

O tratamento depende principalmente da causa. Por exemplo, pode ser necessário tratamento para controlar o diabetes com insulina ou para eliminar substâncias tóxicas do sangue em caso de intoxicação.

O tratamento ajuda a aprimorar o funcionamento dos pulmões. Os medicamentos que abrem as vias aéreas (broncodilatadores, como albuterol) podem ajudar as pessoas que têm doenças pulmonares, tais como asma e enfisema.

A sedação devido a medicamentos e outras substâncias pode, às vezes, ser revertida por antídotos. As pessoas que têm funcionamento pulmonar ou respiração gravemente comprometidos, por qualquer motivo que seja, podem necessitar de ventilação mecânica para auxiliar a respiração.

A doença grave pode também ser tratada diretamente quando a mesma não responde a esforços para tratar a causa. Em tais casos, o bicarbonato pode ser administrado por via intravenosa. Contudo, o bicarbonato proporciona apenas alívio temporário e pode se tornar nocivo — por exemplo, ao sobrecarregar o corpo com sódio e água.

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Ana Karolynne Goncalve

Sou graduada no curso de Nutrição pela Universidade Federal do Maranhão(UFMA), CRN6-MA 16199, com Mestrado na área da Nutrição Clínica com relação ao metabolismo, prática e terapia nutricional, realizado também na Universidade Federal do Maranhão(UFMA), Atualmente trabalho no campo de pesquisa sobre a Qualidade e Inovação em Alimentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *