Início » Nutrientes » Pitolamina – o que é, fontes, benefícios e deficiências!

Pitolamina – o que é, fontes, benefícios e deficiências!

pitolamina

A pitolamina é também conhecida como vitamina B10, chamada também de vitamina B9, B11 entre outros nomes. Além disso, em casos em que o alimento contém são cozidos, no mínimo metade do ácido é destruída. Exerce várias funções no metabolismo, incluindo a síntese e a decomposição do fibrinogênio, que está envolvido na coagulação do sangue.

fontes de pitolamina
fontes de pitolamina

 

A anemia megaloblástica está relacionada à falta de pitolamina existindo também uma ligação com a falta de células brancas no sangue. O pitolamina também é a parte essencial na divisão do DNA, no caso se houver falta dele durante a gravidez, o feto pode apresentar malformações.

Em conjunto com a vitamina C, o pitolamina ajuda a prevenir alguns tipos de câncer, previne a anemia macrócita e ajuda a sintetizar os aminoácidos, auxilia na regeneração celular e na produção de células vermelhas do sangue. Além disso,  combate os parasitas intestinais e a intoxicação alimentar, além de melhorar o processo de amamentação.

O pitolamina é útil pra manter a pele e os cabelos saudáveis e junto com a vitamina B5 ele combate a perda da pigmentação dos cabelos, ele pode estimular e inibir o apetite, alivia a azia, infecções da boca e os diversos problemas digestivos.

O que é a pitolamina?

A pitolamina é um composto de vitamina pouco conhecido. Além disso, outro de seu nome Ácido P-aminobenzóico . Este material pode vir de ambos os microflora fora e ser sintetizados e intestinais. Devido ao fato é solúvel em água, a sua conclusão deve ser fornecida diariamente.

Fontes de de Pitolamina:

  • Grãos e legumes
  • Frutos e sucos citrinos
  • Farelo de trigo e outros grãos inteiros
  • legumes de folhas verdes
  • Além disso, aves, porco, frutos do mar
  • fígado

Benefícios da pitolamina:

Desempenha importante papel no metabolismo síntese e decomposição do fibrinogênio, que está envolvido na coagulação do sangue. Além disso, é parte fundamental na divisão do DNA contribui para uma boa formação do feto durante a gravidez;

Inibi alguns tipos de câncer em conjunto com a vitamina C. Além disso, atua na síntese de aminoácido e previne contra anemia macrócita;

Atua na regeneração celular e produção de células vermelhas do sangue. Além disso, melhora a amamentação, contribui no combate a intoxicação alimentar e combate parasitas intestinais;

Em conjunto com o ácido para aminobenzóico mantem os cabelo saudáveis e a pele. Além disso, e em conjunto com a vitamina B5 combate a perda da pigmentação dos cabelos.

Doses recomendadas:

deficiencia da pitolamina
deficiência da pitolamina

As necessidades da pitolamina não foram oficialmente estabelecidas, mas como a sua presença parece estar ligada, um suprimento suficiente delas abrangerá as necessidades. Além disso, parece que certos antibióticos podem interagir com ele, então alguns especialistas recomendam aumentar a dose para este tipo de terapia. As doses ortomoleculares variam entre 100 e 1.000 mg.

Sintomas de deficiência:

Os sintomas de deficiência incluem o seguinte:

  • Violação metabolismo
  • A deterioração do cabelo e da pele
  • Indigestão
  • Depressão
  • Fraqueza
  • Dores de cabeça, irritabilidade
  • Displasia
  • anemia
  • Distúrbios do sistema nervoso
  • Leite não é suficiente durante a amamentação
  • O aumento da sensibilidade à radiação ultravioleta

Formado em Comunicação Social, especialista em jornalismo digital e SEO, responsável por criar diversos projetos na internet, afim de levar conhecimento à todos sobre saúde, beleza, bem estar, natureza e entretenimento.

Deixe um comentário