Nutrientes Francisco Silva

Vitamina K2 – o que é, onde encontrar e benefícios!

A vitamina K2 também são conhecida como a vitamina anti-hemorrágica recebeu esse nome exatamente pela palavra dinamarquesa koagulation, ou coagulação. Além disso, esse processo que ocorre no sangue é responsável por parar o sangramento impedindo que nós tenhamos uma hemorragia.

No entanto as vitaminas K são pertencentes ao grupo das vitaminas lipossolúveis, ou seja, para serem absorvidas pelo nosso corpo precisam estar vinculadas a gorduras (lipídeos).

vitamina k2

Existem três tipos de vitamina K:

  1. Fitomenadiona, ou K1, que pode ser encontrada em vegetais de cor escura;
  2. Menaquinona, ou K2, produzida por bactérias ou presente em alimentos fermentados;
  3. Menadiona sintética, K3, a qual não é recomendada suplementação.

Além disso, atividade da flora bacteriana é principal fonte de vitamina K2. essa substância é produzida por bactérias que colonizam o cólon saudável. No entanto, ele também é encontrada na soja fermentada, no fígado, na gema do ovo, no leite, na fermentação de queijos, no iogurte e nos óleos de peixes.

Benefícios da vitamina K2 para saúde:

  • 1. Ajuda no fortalecimento dos ossos;
  • 2. Melhora a saúde cardiovascular;
  • 3. Melhora a coagulação sanguínea e evita hemorragias;
  • 4. Potencializa e fornece energia durante a prática esportiva;
  • 5. Melhora a saúde sexual;
  • 6. Previne a diabetes;
  • 7. Previne a osteoporose;
  • 8. Combate os cânceres de próstata, fígado e pulmão;
  • 9. Combate a demência;
  • 10. Evita varizes;
  • 11. Previne doenças infecciosas;
  • 12. Aumenta a sobrevida em até 50%;

Quais alimentos possui a vitamina K2:

Além disso, depois de saber todos esses benefícios da vitamina K2, com certeza você deve estar se perguntando onde encontrar os alimentos que contenham boas doses desse nutriente para incluir no cardápio diário, certo? Portanto, a seguir, você vai conhecer alguns deles:

  • Folhas verdes escuras;
  • Peixes e derivados;
  • Soja fermentada;
  • Fígado de galinha e outros;
  • Gema de ovo;
  • Leite;
  • Queijos fermentados (de pasta mole e dura);
  • Peito de frango;
  • Manteiga;
  • Salame;
  • Iogurte;

Qual é a quantidade diária recomendada de vitamina K2?

De acordo com especialistas, a quantidade diária recomendada ainda não foi estabelecida de forma exata, mas é de aproximadamente 200 mcg. Você pode tentar adquiri-la através dos alimentos citados acima ou, ainda, da suplementação. Neste último caso, a dica é optar por consumir suplementos de alta qualidade.

Além disso, a única dica e de extrema importância que você não deve esquecer é de sempre tomar o seu suplemento junto com gordura, uma vez que a vitamina K2, como você leu no decorrer desse artigo, é lipossolúvel e não será absorvida sem a gordura. O Dr. Vermeer indica que a toma das cápsulas feita por adultos deva ficar entre 45 mcg e 185 mcg.

Quem deve tomar vitamina K2?

Em geral, a deficiência de vitamina K2 costuma acontecer em pessoas com os seguintes problemas:

  • Alimentação pobre ou restrita;
  • Doença de Crohn, doença celíaca, colite ulcerativa e outros quadros clínicos que interferem na absorção de nutrientes;
  • Doença hepática, que interfere no armazenamento de vitamina K de um modo geral;
  • Toma de medicamentos como antibióticos de amplo espectro, remédios para colesterol e aspirina.

Portanto, se você se encaixa em algum desses grupos, procure fazer um exame médico para avaliar os níveis de vitamina K2 presentes no seu organismo. Além disso, em caso de deficiência, converse com o seu médico e invista em alimentos ou suplementos que forneçam as quantidades ideais do nutriente a você.

beneficios da vitamina k2

benefícios da vitamina k2

Efeitos colaterais e contraindicações:

De um modo geral, a reposição dos estoques de vitamina K2 no corpo através da alimentação ou suplementação é 100% segura e, portanto, não deve trazer nenhum efeito colateral indesejado ao corpo. No entanto, pessoas que fazem uso de remédios anticoagulantes devem procurar um médico antes de consumir o nutriente.

Além disso, as mulheres grávidas ou que estejam em fase de amamentação também não podem fazer a suplementação de vitamina K2 se a dosagem for maior que 65 mcg, a não ser que esteja sob a recomendação de um médico.

Pessoas que sofreram AVCs, paradas cardíacas ou são mais propensas à coagulação sanguínea não devem tomar vitamina K2 sem antes fazer uma consulta médica.

Sobre o autor | Website

Sou Formado em Educação Física, pela UGF – (Universidade Gama Filho) - Na turma 2012-2015. Atuei e atuo em academias e clubes, nas modalidades de Musculação do Iniciante ao Avançado, Ginástica em Grupo, Natação.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

3 Comentários

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.