Vitamina D3 – O que é, Fontes, Benefícios e Deficiências

Revisado por

Nutrição - CRN6-MA 16199

Vitamina D3 – O que é, Fontes, Benefícios e Deficiências
4.7 (93.33%) 9 vote[s]

A Vitamina D3 é um nutriente muito importante para o nosso organismo, pois ela é vital para vários sistemas do nosso corpo. Além disso, a Colecalciferol mais conhecido como Vitamina D3 ou também vitamina do sol é uma vitamina solúvel em gordura que pode ser armazenada nas células adiposas para uso futuro e sua deficiência pode causar efeitos adversos sobre a saúde.deficiencia de vitamina d3

A melhor fonte da vitamina D é o colecalciferol (Vitamina D3), produzido pelo organismo humano quando o mesmo está exposto diretamente aos raios UVB do sol. Há também o ergocalciferol, conhecido como vitamina D2.

A Vitamina D3 é produzido pelo nosso organismo através da exposição em níveis adequados de luz solar. É um hormônio esteroide lipossolúvel essencial para o corpo, sendo que sua deficiência pode levar a uma série de complicações. Isso porque essa vitamina é a grande responsável por controlar 270 genes, principalmente as células do sistema cardiovascular.

O que é a Vitamina D3

Vitamina D é o nome geral dado a um grupo de compostos lipossolúveis que são essenciais para manter o equilíbrio mineral no corpo, sendo também conhecida como Vitamina D antirraquítica, Vitamina D3 e colecalciferol.

Sua estrutura possui como unidade fundamental o isopreno e é formada a partir da abertura de um dos anéis do ciclopentanoperidrofenantreno (colesterol), sendo assim classificada como um seco-esteróide.

A Vitamina D apresenta-se na forma de vitamina D2 (ergocalciferol) e Vitamina D3 (colecalciferol). Raquitismo é um distúrbio causado pela falta de vitamina D, cálcio ou fosfato. Ele causa o amolecimento e o enfraquecimento dos ossos.

O ergocalciferol é de origem vegetal e pode ser preparado comercialmente pela irradiação do ergosterol do levedo ou de esteróis de plantas, ao passo que o colecalciferol é de origem animal e é formado pela irradiação ultravioleta sobre o 7-desidrocolesterol.

Fontes de Vitamina D3

Como já mencionado acima, a Vitamina D3 pode ser obtida através da exposição solar de 15 a 20 minutos diariamente. É importante que braços e pernas estejam expostos, pois a quantidade que será absorvida é proporcional a quantidade de pele exposta. Mas saiba que o recomendado é tomar sol na parte da manhã ou no final da tarde, já que são os horários com menos intensidade.

A Vitamina D3 também pode ser obtida através de suplementação por cápsulas encontradas em farmácias e loja de produtos naturais e através da ingestão de alimentos que também são ricos neste tipo de vitamina:

  • Óleo de fígado de bacalhau: é um dos suplementos mais ricos em Vitamina D3. Pode ser encontrado em farmácias e em casas de produtos naturais;
  • Ovo: a gema de ovo contém cerca de 37 IUs de Vitamina D3;
  • Ostras: são excelentes fontes de diversas vitaminas e minerais, principalmente a Vitamina D3. A cada 100g contém cerca de 81 IUs de Vitamina D3;
  • Suco de Laranja: a laranja é uma excelente fonte de Vitamina D3, além, é claro, de fornecer quantidades importantes de cálcio e vitamina C;
  • Atum: um dos alimentos que mais fornecem Vitamina D3 para o organismo;
  • Sardinha: também é outro peixe rico em Vitamina D3;
  • Bife de Fígado: muitos podem torcer o nariz para o bife de fígado, mas nada irá mudar que é um alimento muito rico em Vitamina D3, além de ser uma excelente fonte de ferro.

fontes de vitamina d3Principais Benefícios da Vitamina D3:

1.Fortalece os Nossos Ossos:

A Vitamina D3 tem uma papel de extrema importância para os nossos ossos, pessoas com deficiência de vitamina D podem chegar a ter 30% menos de cálcio em suas dietas.

A falta desta importante vitamina pode causar o raquitismo em crianças e a osteoporose em adultos

2. Benefícios da Vitamina D3 Para Reduz o Risco de Diabete:

O uso da vitamina D pode ajudar a reduzir o aparecimento da diabete, isso ocorre pois a Vitamina D3 causa um tipo de secreção de insulina fazendo com que o corpo tenha condições de processar a açúcar e dessa forma evitar o aparecimento da diabete.

3. Favorece o Ganho de Massa Muscular:

Pesquisadores comprovaram através de estudos que pessoas que tem deficiência de vitamina D em seu organismo tendem a ter diminuição da força muscular, por outro lado pessoas que fazem uso de suplementação ou alimentação contendo Vitamina D3 conseguem obter uma síntese de proteínas que ajudam a conseguir um crescimento de massa muscular.

Fazendo com que estes músculos consigam se gerar mais força e resistência. Outra vantagem no ganho de massa muscular usando a vitamina D esta ligada a obter bons níveis de testosterona

4. Benefícios da Vitamina D3 Para a Saúde Mental:

O uso da Vitamina D pode ajudar pessoas mais “velhas” a contrair algumas doenças como mal de Alzheimer e Parkinson, alem de controlar transtornos de mudança de humor como casos de depressão

Deficiência de Vitamina D3

A melhor maneira de descobrir a deficiência de vitamina D é fazer um teste de sangue que irá medir o nível da vitamina. Você pode pedir para o seu médico realizar o teste ou comprar um kit de teste caseiro para fazer você mesmo.

No entanto, você certamente está deficiente de Vitamina D3 se você tiver alguma das seguintes doenças e precisa consultar com seu médico a respeito da prevenção, bem como das opções curativas, logo que possível.

Gripe:

Em um estudo publicado no Jornal de Cambridge, descobriu-se que a deficiência de vitamina D predispõe as crianças a doenças respiratórias. Um estudo de intervenção realizado mostrou que Vitamina D3 reduz a incidência de infecções respiratórias em crianças.

Fraqueza muscular: de acordo com Michael F. Holick, um especialista em vitamina D, a fraqueza muscular geralmente é causada por deficiência de Vitamina D3 porque para os músculos esqueléticos funcionarem adequadamente, seus receptores de vitamina D devem ser suportados pela vitamina D.vitamina d3

Psoríase:

Em um estudo publicado pelo UK PubMed central, descobriu-se que os análogos sintéticos de vitamina D são úteis no tratamento da psoríase.

Doença Renal Crônica:

De acordo com Holick, pacientes com doenças renais crônica avançadas (especialmente aqueles que requerem diálise) são incapazes de produzir a forma ativa da vitamina D. Esses indivíduos precisam tomar 1,25-dihidroxi Vitamina D3 ou um dos seus análogos para apoiar o metabolismo do cálcio, diminuir os riscos de doenças ósseas ou renais e regular os níveis de paratormônio.

Diabetes:

Um estudo realizado na Finlândia foi destaque no Lancet.com em que 10.366 crianças receberam 2.000 unidades internacionais (UI)/dia de Vitamina D3 por dia durante o primeiro ano de vida. As crianças foram monitoradas por 31 anos e em todos eles, o risco de diabetes do tipo 1 foi reduzido em 80%.

Asma:

A vitamina D pode reduzir a gravidade dos ataques de asma. Pesquisas realizadas no Japão revelaram que os ataques de asma em crianças em idade escolar foram significativamente reduzidos naqueles indivíduos que tomaram suplemento diário de vitamina D de 1.200 UI por dia.

Doença Periodontal:

Aqueles que sofrem desta doença crônica da gengiva que provoca inchaço e sangramento devem considerar aumentar seus níveis de Vitamina D3 para a produção de defensinas e catelicidinas, compostos que contêm propriedades antimicrobiais e diminuem o número de bactérias na boca.

Doenças Cardiovasculares:

Insuficiência cardíaca congestiva está associada com deficiência de vitamina D. Pesquisa realizada na Universidade de Harvard entre enfermeiros encontrou que mulheres com níveis baixos de Vitamina D3 (17 ng/m [42 nmol/L]) tiveram um aumento de 67% no risco de desenvolverem hipertensão.

Esquizofrenia e Depressão:

Estas doenças têm sido associadas a deficiência de vitamina D. Em um estudo, descobriu-se que manter suficiente vitamina D entre mulheres grávidas e durante a infância era necessária para satisfazer o receptor de Vitamina D3 em todo o cérebro para o seu desenvolvimento e manutenção da função mental na vida adulta.

o que é a vitamina-d3Câncer:

Pesquisadores da Georgetown University Medical Center , em Washington DC descobriram uma ligação entre a ingestão elevada de Vitamina D e risco reduzido de câncer de mama.

Esses resultados, apresentados na Associação americana para pesquisa do câncer, revelaram que o aumento de doses de Vitamina D3 estava associado a uma redução de 75 por cento do surgimento geral de câncer e 50 por cento de total de câncer em casos de tumores entre aqueles que já possuíram a doença. Interessante foi a capacidade da suplementação de vitamina a ajudar a controlar o desenvolvimento e crescimento do câncer de mama, especialmente o câncer estrogênio-sensível.

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Ana Karolynne Goncalve

Sou graduada no curso de Nutrição pela Universidade Federal do Maranhão(UFMA), CRN6-MA 16199, com Mestrado na área da Nutrição Clínica com relação ao metabolismo, prática e terapia nutricional, realizado também na Universidade Federal do Maranhão(UFMA), Atualmente trabalho no campo de pesquisa sobre a Qualidade e Inovação em Alimentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *