Nutrientes

Ômega 9 – o que é, fontes, benefícios e deficiência!

omega 9

O ômega 9 é tão importante quanto os outros nutrientes. Não existe uma boa explicação para as poucas falas sobre o ômega 9. Sua presença na alimentação diária é muito maior se comparada aos outros. A quantidade de alimentos em que ele se encontra é bem variada e acessível.

omega 9
ômega 9

Além disso, os benefícios do seu consumo são muito valiosos para a vida. Por tanto, vale a pena manter e controlar a ingestão de suas fontes nutricionais principalmente porque ele só pode ser conquistado pela alimentação, já que o corpo não é capaz de o produzir.

O que é o ômega 9?

O ômega 9 é uma gordura monoinsaturada e recebe essa classificação porque possui uma única dupla ligação de carbono em sua molécula, o que a torna muito mais flexível e fácil de ser metabolizada, diferentemente das gorduras saturadas.

As gorduras, assim como os carboidratos, também são fontes de energia. Antes de abolir de vez a palavra gordura do seu vocabulário e de sua dieta, é preciso compreender melhor o seu papel no organismo. As gorduras possuem funções importantes e fundamentais para a saúde.

Para que serve o ômega 9?

Conhecemos sem grandes dificuldades os benefícios do ômega 3 e do ômega 6, mas quais serão as vantagens que o consumo do ômega 9 pode trazer ao nosso organismo? Veja a lista a seguir:

  • Auxilia demais na produção dos nossos hormônios, seja o estrogênio no caso da mulher ou a testosterona no caso dos homens;
  • Funciona como um verdadeiro isolante térmico, protegendo os órgãos vitais das temperaturas extremas;
  • É responsável pela formação das membranas que envolvem e protegem as células;
  • Também é importante no transporte e na absorção da vitamina A, Vitamina D, Vitamina K e vitamina E no nosso corpo.

Alimentos ricos em ômega 9:

Assim como o ômega 3 e o ômega 6 o ômega 9 precisa ser consumido na nossa dieta, ou ser consumido de forma suplementar. Os alimentos onde mais facilmente você encontra o ômega 9 são:

Benefícios do ômega 9 para saúde:

1. Fonte de energia:

A gordura boa presente no ômega 9 é tida como uma das mais saudáveis fontes de energia para o corpo, favorecendo o bom funcionamento do metabolismo e da atividade hormonal. Essa energia é essencial para que as pessoas se sintam dispostas no dia a dia e tenham maiores condições de praticar atividades físicas.

2. Produção de hormônios:

Outro importante papel desempenhado por esse ácido graxo consiste na estimulação da produção de hormônios, evitando problemas relacionados à falta deles no corpo.

É responsável tanto por produzir testosterona (no caso dos homens) quanto estrogênio (no caso das mulheres), sendo fundamental para a atividade sexual e fertilidade.

3. Proteção de órgãos vitais:

Por exercer a função de um antitérmico natural, o ômega 9 é de suma importância na proteção dos órgãos vitais frente a situações em que eles ficam mais expostos a grandes temperaturas, como episódios de febre.

4. Formação de membranas celulares:

Para que as células trabalhem da forma que se espera, elas possuem “camadas” que as envolvem e protegem, evitando o risco de oxidação ou alterações celulares muitas vezes responsáveis por causar o câncer.

5. Transporte de vitaminas:

Outra das atribuições do ômega 9 consiste em colaborar para o transporte de vitaminas no organismo, principalmente as vitamina A, Vitamina D, vitamina E e Vitamina K.

Isso diminui os riscos de deficiência quanto a esses nutrientes, promovendo também o bom funcionamento do corpo como um todo.

6. Prevenir doenças do coração:

A presença desse ômega no organismo é vital para a saúde do coração, já que ele reduz os níveis de colesterol ruim (LDL), equilibra a pressão arterial e diminui os triglicerídeos.

A combinação desses três fatores é perfeita para reduzir drasticamente os riscos de infartos, derrames, tromboses etc.

7. Aumento da imunidade:

Por favorecer a absorção de vitaminas e desempenhar uma série de outras funções no organismo, o ômega 9 naturalmente contribui para a resistência imunológica. Ou seja, o organismo fica menos suscetível a quadros infecciosos em geral, gripes, dores de garganta, candidíase, viroses etc.

Pessoas que sofrem de doenças autoimunes, como o Lúpus e o HIV positivo devem manter um rigoroso controle quanto aos níveis de ômega 3, e ômega 9 no organismo assim como demais elementos, evitando a ocorrência das chamadas doenças oportunistas.

fontes de omega 9
fontes de omega 9

Principais sintomas da deficiência:

Ao sofrer com a deficiência de ômega 9, o organismo sinaliza com os seguintes sintomas e problemas:

  • Maior incidência de caspa;
  • Queda de cabelo;
  • Além disso, problemas na Pele, tais como erupções cutâneas;
  • Bruscas alterações de humor (a falta desse ácido graxo também afeta o sistema nervoso central);
  • Além disso, problemas de impotência sexual ou esterilidade nos homens;
  • Presença de hematomas na região que fica atrás da parte superior do braço;
  • Além disso, dificuldades de crescimento (crianças);
  • Pele ressecada;
  • Olhos secos;
  • Além disso, irregularidade quanto aos batimentos cardíacos;
  • Rigidez e dor nas articulações;
  • Além disso, aborto espontâneo.

Ao menor sinal dos sintomas e problemas relatados acima é imprescindível consultar um médico. Além disso, gestantes e crianças devem fazer um acompanhamento ainda mais detalhado quanto aos níveis de ômega 9 no organismo.

Formado em Comunicação Social, especialista em jornalismo digital e SEO, responsável por criar diversos projetos na internet, afim de levar conhecimento à todos sobre saúde, beleza, bem estar, natureza e entretenimento.

2 comentários

  • […] óleo de mamona é rico em ácidos graxos essenciais como ômega 9 e vitamina E. Como este óleo é muito viscoso, você pode misturar o óleo de rícino com uma […]

  • […] uma planta mais encontrada em países do hemisfério norte. Esse óleo é rico em ômega 6 e ômega 9, importantes para a prevenção de doenças cardiovasculares pois entram na composição do […]

Deixe um comentário