Os 9 Principais Sintomas de Deficiência de Cobre!

Revisado por

Enfermeira

Especialista do Cura Natural

Os Principais Sintomas de Deficiência de Cobre que todos precisam conhecer. Além disso, este mineral desempenha importantes funções em nosso organismo. Ajuda a manter um metabolismo saudável, promove ossos fortes e saudáveis e garante que o sistema nervoso funcione adequadamente.

Embora a Deficiência de Cobre seja rara, parece que menos pessoas hoje estão obtendo o suficiente do mineral. De fato, até 25% das pessoas nos Estados Unidos e no Canadá podem não estar atendendo a ingestão recomendada de cobre.

sintomas de deficiencia de cobre
sintomas de deficiencia de cobre

Não consumir cobre suficiente pode eventualmente levar à deficiência, o que pode ser perigoso.

Outras causas de deficiência de cobre são a doença celíaca, cirurgias que afetam o trato digestivo e consomem muito zinco, pois o zinco compete com o cobre para ser absorvido. Portanto, confira a seguir Os 9 Principais Sintomas de Deficiência de Cobre:

1. Presença Prematura de Cabelos Grisalhos:

A cor do cabelo também é afetada pelo pigmento melanina. Dado que baixos níveis de cobre podem afetar a formação de melanina, a Deficiência de Cobre pode causar cabelos grisalhos prematuros.

Embora existam algumas pesquisas sobre os Sintomas de Deficiência de Cobre e a formação de pigmentos de melanina, quase nenhum estudo analisou especificamente a ligação entre a Deficiência de Cobre e os cabelos grisalhos. Mais pesquisas baseadas em humanos nessa área ajudariam a esclarecer a ligação entre os dois.

2. Fraqueza nos Ossos:

A osteoporose é uma condição caracterizada por ossos fracos e quebradiços. Torna-se mais comum com a idade e tem sido associada aos Sintomas de Deficiência de Cobre.

Por exemplo, uma análise de oito estudos incluindo mais de 2.100 pessoas descobriu que aqueles com osteoporose tinham níveis mais baixos de cobre do que adultos saudáveis.

O cobre está envolvido em processos que criam ligações cruzadas dentro de seus ossos. Essas ligações cruzadas garantem que os ossos estejam saudáveis e fortes.

Além disso, o cobre estimula o corpo a produzir mais osteoblastos, que são células que ajudam a remodelar e fortalecer o tecido ósseo.

3. Sensibilidade ao Frio:

Entre os Sintomas de Deficiência de Cobre está a sensibilidade a temperaturas mais baixas. O cobre, juntamente com outros minerais, como o zinco, ajuda a manter a função ideal da glândula tireoide.

Estudos mostraram que os níveis de T3 e T4 dos hormônios tireoidianos estão intimamente ligados aos níveis de cobre. Quando os níveis de cobre no sangue são baixos, esses níveis de hormônio da tireoide caem. Como resultado, a glândula tireoide pode não funcionar tão bem.

Dado que a glândula tireoide ajuda a regular o metabolismo e a produção de calor, baixos níveis de hormônios tireoidianos podem fazer com que você se sinta mais frio.

Assim, estima-se que mais de 80% das pessoas com baixos níveis de hormônios tireoidianos se sintam mais sensíveis ao frio.

4.  Perda de Visão:

A perda da visão é uma condição séria que pode ocorrer entre os Sintomas de Deficiência de Cobre a longo prazo.

O cobre é usado por muitas enzimas que ajudam a garantir que o sistema nervoso funcione adequadamente. Isso significa que a Deficiência de Cobre pode causar problemas no sistema nervoso, incluindo perda de visão.

Parece que a perda de visão devido à Deficiência de Cobre é mais comum entre pessoas que passaram por cirurgias no trato digestivo, como a cirurgia de bypass gástrico. Isso ocorre porque essas cirurgias podem reduzir a capacidade do corpo de absorver o cobre.

Embora haja alguma evidência de que a perda de visão causada pela Deficiência de Cobre seja reversível, outros estudos não mostraram melhora da visão após o aumento da ingestão de cobre.

5. Pele Pálida:

A cor da pele é grandemente determinada pelo pigmento melanina. Pessoas com pele mais clara geralmente têm menos pigmentos menores e mais leves de melanina do que pessoas com pele mais escura.

Curiosamente, o cobre é usado por enzimas que produzem melanina. Portanto, um dos Sintomas de Deficiência de Cobre afetar a produção desse pigmento, causando a pele pálida.

No entanto, mais pesquisas baseadas em humanos que investigam a ligação entre a pele pálida e a deficiência de cobre são necessárias.

deficiencia de cobre sintomas
deficiencia de cobre sintomas

6. Dificulta a Memorização e Aprendizagem:

Outro dos Sintomas de Deficiência de Cobre é a dificuldade do aprendizado e da lembrança. Isso porque o cobre desempenha um papel importante no funcionamento e desenvolvimento do cérebro.

Ademais cobre é usado por enzimas que ajudam a fornecer energia ao cérebro, ajudam o sistema de defesa do cérebro e transmitem sinais ao corpo.

Por outro lado, a Deficiência de Cobre tem sido associada a doenças que impedem o desenvolvimento do cérebro ou afetam a capacidade de aprender e lembrar, como a doença de Alzheimer.

Curiosamente, um estudo descobriu que pessoas com Alzheimer tinham até 70% menos cobre no cérebro, em comparação com pessoas sem a doença.

7. Fadiga e Fraqueza:

A Deficiência de Cobre pode ser uma das muitas causas de fadiga e fraqueza. Inegavelmente cobre é essencial para absorver o ferro do intestino.

Quando os níveis de cobre estão baixos, o corpo pode absorver menos ferro. Isso pode causar anemia por deficiência de ferro, uma condição na qual o corpo é incapaz de transportar oxigênio suficiente para os tecidos.

A falta de oxigênio pode deixá-lo mais fraco e se sentir cansado com mais facilidade. Surpreendentemente vários estudos em animais mostraram que a Deficiência de Cobre pode causar anemia.

Além disso, as células usam cobre para gerar trifosfato de adenosina (ATP), principal fonte de energia do corpo. Isso significa que a Deficiência de Cobre pode afetar seus níveis de energia, o que novamente promove fadiga e fraqueza.

Felizmente, ter uma dieta rica em cobre pode ajudar a corrigir a anemia causada pela Deficiência de Cobre.

8. Dificulta a Caminhada:

Pessoas com Deficiência de Cobre podem achar mais difícil andar corretamente.

As enzimas usam cobre para manter a saúde ideal da medula espinhal. Algumas enzimas ajudam a isolar a medula espinhal, de modo que os sinais podem ser retransmitidos entre o cérebro e o corpo.

A Deficiência de Cobre pode fazer com que essas enzimas não funcionem de maneira tão eficaz, resultando em menos isolamento da medula espinhal. Isso, por sua vez, faz com que os sinais não sejam transmitidos de forma tão eficiente.

De fato, estudos com animais descobriram que a Deficiência de Cobre pode reduzir o isolamento da medula espinhal em até 56%.

Caminhar é regulado por sinais entre o cérebro e o corpo. Como esses sinais são afetados, a Deficiência de Cobre pode causar perda de coordenação e instabilidade.

9. Frequência de Doenças:

Pessoas que ficam doentes muitas vezes podem ter Deficiência de Cobre. Isso porque o cobre desempenha um papel importante na manutenção de um sistema imunológico saudável.

Quando os níveis de cobre estão baixos, seu corpo pode ter dificuldades para produzir células imunológicas. Isso pode reduzir drasticamente a contagem de glóbulos brancos, comprometendo a capacidade do organismo de combater a infecção.

Estudos mostraram que a Deficiência de Cobre pode reduzir drasticamente a produção de neutrófilos, que são os glóbulos brancos que atuam como a primeira linha de defesa do corpo.

Felizmente, comer mais alimentos ricos em cobre pode ajudar a reverter esses efeitos.

Principais Fontes de Cobre:

Felizmente, a Deficiência de Cobre é rara, pois muitos alimentos contêm uma boa quantidade de cobre. Além disso, você só precisa de uma pequena quantidade de cobre para atender a ingestão diária recomendada (RDI) de 0,9 mg por dia.

Os seguintes alimentos são excelentes fontes de cobre:

Simplesmente comer alguns destes alimentos ao longo da semana deve fornecer cobre suficiente para manter os níveis sanguíneos saudáveis.

Também é importante notar que você pode obter um pouco de cobre simplesmente bebendo água da torneira, como o cobre é comumente encontrado em tubos que fornecem água para sua casa.

Dito isto, a quantidade de cobre encontrada na água da torneira é muito pequena, por isso você deve comer uma variedade de alimentos ricos em cobre.

Efeitos Colaterais do Cobre:

Enquanto o cobre é essencial para uma saúde ideal, você só precisa comer uma pequena quantidade diariamente.

Consumir muito cobre pode causar toxicidade de cobre, que é um tipo de intoxicação por metais. A toxicidade do cobre pode ter efeitos colaterais desagradáveis e potencialmente fatais, incluindo:

  • Danos nos rins
  • Um batimento cardíaco irregular;
  • Dores de cabeça;
  • Dor de estômago;
  • Dificuldade ao respirar;
  • Coma;
  • Diarreia;
  • Dano hepático;
  • Fezes negras;
  • Náusea;
  • Pressão sanguínea baixa;
  • Vômito (comida ou sangue);
  • Pele amarela (icterícia).

No entanto, é muito raro comer quantidades tóxicas de cobre através de uma dieta regular.

Em vez disso, tende a acontecer se você estiver exposto a alimentos e água contaminados ou trabalhar em um ambiente com altos níveis de cobre.

Mais Informações:

A Deficiência de Cobre é muito rara, pois muitos alimentos fornecem quantidades suficientes do mineral.

Se você está preocupado com seus níveis de cobre, é melhor falar com seu médico. Eles vão ver se você está em risco de Deficiência de Cobre e pode testar seus níveis de cobre no sangue.

Simplesmente consumir uma dieta balanceada deve ajudá-lo a atender às suas necessidades diárias de cobre.

deficiencia de cobre
deficiencia de cobre

No entanto, estima-se que até um quarto das pessoas na América e no Canadá não consumam cobre suficiente, o que pode aumentar o risco de Deficiência de Cobre.

Os Sintomas Deficiência de Cobre incluem fadiga e fraqueza, doença frequente, ossos frágeis e quebradiços, problemas de memória e aprendizagem, dificuldade em andar, aumento da sensibilidade ao frio, pele pálida, cabelos grisalhos prematuros e perda de visão.

Felizmente, aumentar a ingestão de cobre deve corrigir a maioria desses sinais e sintomas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

VOCÊ PRECISA VER ISSO: