Histoplasmose – O que é, Causas e Tratamentos

Revisado por

Dr. Valeria Carneiro Graduada em Ginecologia e Obstetrícia!

Especialista do Cura Natural

Histoplasmose – O que é, Causas e Tratamentos
4.8 (96.67%) 6 vote[s]

Histoplasmose – O que é, Causas e Tratamentos que muitos não conhecem. Além disso, a histoplasmose é uma micose causada pelo fungo dimórfico Histoplasma capsulatum. Esse fungo é encontrado em dejetos de aves e morcegos, que são um excelente meio de crescimento para ele. Logo, locais onde se acumulam excretas de morcegos e aves (como porões, árvores ocas, construções antigas e galinheiros) são importantes fontes de infecção.

A contaminação por esse fungo ocorre por meio da inalação de esporos que são liberados pelo fungo quando na forma miceliar. Uma vez nos alvéolos pulmonares, os esporos são fagocitados pelos macrófagos. Em razão da temperatura corporal (37ºC), os esporos passam para a forma de levedura, multiplicam-se, destroem o macrófago, e passam para a circulação, produzindo focos inflamatórios em outros órgãos como baço e medula óssea. Após algumas semanas o organismo produz macrófagos aptos a combater as leveduras do fungo . Essa resposta do sistema imunológico deixa o organismo resistente a uma reinfecção.

A condição acomete tanto homens quanto mulheres de todas as idades e é muito comum no continente americano. A histoplasmose afeta os órgãos internos e pode ser caracterizada como uma zoonose. O indivíduo adquire a condição através da inalação de conídios, presentes em locais como cavernas e galinheiros, por exemplo.

Causas da Histoplasmose:

O causador da hitoplasmose é o fungo Hitoplasma capsulatum. Este fungo é frequentemente encontrado nas fezes de pássaros ou morcegos. Quando os esporos destes fungos microscópicos são inalados, algumas pessoas desenvolvem a hitoplasmose que é semelhante à pneumonia. Não são todos que inspiram os esporos que desenvolvem a doença. Os esporos podem se espalhar pelo ar em projetos de demolição em áreas que contêm morcego ou excrementos de pássaros. Os esporos podem viajar centenas de metros.

Quais são Sinais e Sintomas da Histoplasmose:

Os esporos do Histoplasma capsulatum são absorvidos para os pulmões, onde se desenvolvem gerando formas de leveduras, as quais são fagocitadas por macrófagos e neutrófilos, no interior dos quais sobrevivem e se multiplicam.

Na maioria das vezes, as infecções são assintomáticas e não causam problemas. Os sintomas da infecção pulmonar são os típicos de pneumonia, com febre, tosse com expectoração e tremores.

Como acontece com todos os parasitas intracelulares, surgem granulomas que visam impedir a disseminação das leveduras, mas que também são destrutivos por si mesmos. Nos indivíduos imunodeprimidos pode ocorrer aumento no tamanho dos linfonodos e infecções do fígado e do baço. Nestes casos, a histoplasmose pode tornar-se crônica, com febre, suores e mal-estar.

Em resumo da histoplasmose, pode haver uma infecção pulmonar aguda que pode ser assintomática. Quando há sintomas, os mais comuns são: febre, calafrios, cefaleia, dispneia, mialgias, hiporexia, tosse e dor no peito ou uma infecção pulmonar crônica (às vezes difícil de diferenciar da tuberculose).

Os sinais clínicos mais evidentes são da histoplasmose: febre baixa vespertina, perda de peso, sudorese noturna, dor no peito e tosse com expectoração hemoptoica (com sangue). Há também infecções que se disseminam no organismo, especialmente para órgãos ricos em macrófagos, mas que raramente são sintomáticas.

Como é Feito o Tratamento Para Histoplasmose:

De uma forma geral, o tratamento da histoplasmose varia de acordo com a intensidade da infecção, a forma de manifestação e o estado do sistema imunológico do indivíduo. O fungo causador da histoplasmose é sensível a uma série de antifúngicos, sendo que muitas vezes ocorre até mesmo uma melhora espontânea depois de certo tempo.

Quando é realmente necessário recorrer a alguma medicação utiliza-se a mesma por cerca de 2 semanas, já com melhoras consideráveis. Algumas vezes, no entanto, é preciso manter o indivíduo sob observação médica, de forma a evitar transtornos futuros. Pessoas portadoras do vírus do HIV necessitam de cuidados especiais, já que a histoplasmose tende a se manifestar mais fortemente em seus organismos.

Como Prevenir a Histoplasmose:

A histoplasmose é uma micose sistêmica provocada por um fungo quando conídios são inalados. Evitar locais como cavernas e galinheiros sem o uso de proteção adequada é uma medida de prevenção fundamental neste caso.

Além disto, realizar exames de rotina e consultar um médico periodicamente pode ajudar na detecção e na prevenção da histoplasmose e de uma série de outras doenças. Manter o organismo monitorado é talvez a melhor medida preventiva a se destacar.

Importante também lembrar que nunca se deve realizar auto-medicação e que diante de qualquer espécie de sintomas não se deve deixar de consultar um profissional. O uso inadequado de medicamentos pode piorar a situação e somente um profissional sabe indicar a melhor opção para cada caso.

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Valeria Carneiro

Dr. Valeria Carneiro Graduada na Universidade Federal de Minas Gerais em Medicina Especializada em Ginecologia e Obstetrícia, Pós Graduada no Departamento de Ginecologia na UNIFESP/ EPM a 2 anos, Experiencia clinica em patologias do trato genital feminino e foco em cirurgias ginecológicas como também especialista em partos normais e cirúrgicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *