Queratose Pilar – O que é, Causas, Sintomas e Tratamento

Revisado por

Nutrição - CRN6-MA 16199

Queratose Pilar – O que é, Causas, Sintomas e Tratamento
4.8 (95.29%) 17 vote[s]

Queratose Pilar é uma doença pouco conhecida por grande parte da população. Além disso, a Queratose Pilar é uma doença de pele genética que afeta 40% da população mundial. Ela surge como uma porção de pequenas protuberâncias vermelhas que geralmente são encontradas na parte superior dos braços, coxas, nádegas e – com menos frequência – no rosto, onde é confundida com acne. Não há cura para a Queratose Pilar, mas é possível tratá-la. Leia a seguir para saber mais.queratose pilar

O que é a Queratose Pilar:

Queratose Pilar é o surgimento de “bolinhas” queratinizadas ao redor dos folículos pilosos (lugar por onde nascem os pelos). Elas são pequenas e duras, com aspecto semelhante ao da pele arrepiada, mas permanente e escurecida.

As bolinhas podem variar de tonalidade de acordo com o indivíduo, podendo se apresentar esbranquiçada, vermelha ou marrom. Felizmente ela é benigna, ou seja, não traz riscos de saúde.

Essa condição tende a deixar a pele áspera e esburacada. Ela aparece normalmente na parte superior dos braços, mas não exclusivamente, já que pelo menos 30% dos portadores também as possuem nas pernas, face, nádegas e na frente das coxas.

Pode ser chamada, também, de queratose folicular, cutis anserina e pele de galinha.

Cerca de aproximadamente 40% das pessoa ao redor do mundo sofrem de algum grau desta doença. Ela é bem mais comum entre as mulheres, mas os homens também sofrem com ela. Alguns até relatam seu aparecimento no abdômen, o que é bem raro.

Sintomas de Queratose Pilar:

  • Pele seca e áspera como lixa
  • Piora quando as mudanças sazonais de clima causam baixa umidade e a pele tende a ser mais seca
  • Pele parecida com pele de galinha sem penas ou arrepiada
  • Aparece em cores diferentes, incluindo a mesma cor que a sua pele, branco, vermelho, rosado (na pele clara) e preto acastanhado (na pele escura)

Diagnóstico:

Não existem exames laboratoriais capazes de diagnosticar da doença. O diagnóstico é feito através da análise dos sintomas físicos na pele. Pode ser feita também uma avaliação do histórico clínico do paciente e um questionário para avaliar os sintomas e sinais.

Causas da Queratose Pilar:

A Queratose Pilar ocorre a partir do acúmulo de queratina, uma proteína fibrosa que ajuda no processo de formação da estrutura do corpo e na defesa da pele contra substâncias nocivas ou infecções.

A queratina também ajuda a bloquear a abertura do folículo piloso, por isso também é muito útil para a preservação dos cabelos. Quando essa proteína se acumula sobre a pele, ela normalmente forma manchas, que tendem a ser muito confundidas com acne.

Os médicos não sabem explicar por que ocorre o acúmulo de queratina na pele. Sabe-se, no entanto, que ela pode ocorrer em associação com doenças genéticas ou de outras condições de pele, como dermatite atópica. Mas Queratose Pilar também ocorre em pessoas saudáveis.

Prevenção da Queratose Pilar:

Por ser uma condição genética, relacionada a um histórico familiar, a Queratose Pilar não pode ser prevenida.o que e a queratose pilar

Transmissão da Queratose Pilar:

Esta doença só pode ser transmitida geneticamente, ou seja, não é infecciosa. Sendo assim, se você convive com um portador de Queratose Pilar, pode seguir sua rotina normalmente, sem que haja a necessidade de se preocupar em contrair queratose ou evitar o contato físico com essa pessoa.

Tratamento Para a Queratose Pilar:

A Queratose Pilar não tem cura, mas você pode estar recorrendo a diversos tipos de tratamento que ajudam a minimizar a aparência e os sintomas dessa condição.

Contudo você não deve se preocupar demais com esse problema quando o assunto é a sua saúde. Não possuindo grau elevado de gravidade a sua saúde, a Queratose Pilar não irá causar complicações mais sérias do que uma coceira ou os carocinhos aparentes.

Não podendo ser prevenida por se tratar de uma condição genética relacionada a hereditariedade, a Queratose Pilar pode ser tratada para melhorar o seu aspecto e o ressecamento provocado na pele. Alguns tratamentos comuns para Queratose Pilar são:

  • Tratamento com cremes, nesse tipo de tratamento a intenção é hidratar a pele e diminuir a protuberância das bolinhas e a aparência ressecada. Para esse tratamento você precisará de creme de uréia a 30% e creme com 0,05% de tretinoína (ácido retinóico), misture os dois em iguais quantidades e aplique dia e noite nas áreas afetadas, o tratamento apresenta os primeiros resultados depois da primeira semana de uso.
  • Além dessa mistura, o uso de hidratantes com ácido lático são altamente recomendados. O ácido lático comprovadamente ajuda a quebrar a queratina que causa o entupimento dos folículos. O creme Lac-hydrin é um exemplo que pode ser adquirido sem receita médica.
  • Esfolie a pele! Outro bom habito para quem possui o problema é o de sempre esfoliar a pele, dessa forma você ajuda a remover mecanicamente a queratina e as células mortas, auxiliando a minimizar os sintomas dessa desordem cutânea. Como esfoliante você pode utilizar uma esponja áspera, sabonetes esfoliantes ou até mesmo um esfoliante caseiro de açúcar cristal misturado com sabonete liquido. Esfolie sempre a pele com delicadeza, evitando possíveis danos.

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Ana Karolynne Goncalve

Sou graduada no curso de Nutrição pela Universidade Federal do Maranhão(UFMA), CRN6-MA 16199, com Mestrado na área da Nutrição Clínica com relação ao metabolismo, prática e terapia nutricional, realizado também na Universidade Federal do Maranhão(UFMA), Atualmente trabalho no campo de pesquisa sobre a Qualidade e Inovação em Alimentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *