Chá de Velame Branco – O Que é, Benefícios e Como Usar

Revisado por

Graduado em Ciências da Nutrição!

Especialista do Cura Natural

Chá de Velame Branco – O Que é, Benefícios e Como Usar
4.8 (95%) 12 vote[s]

Chá de Velame Branco – O Que é, Benefícios e Como Usar essa planta que hoje na medicina natural é muito usada. Alem disso, a natureza está repleta de plantas com propriedades medicinais capazes de tratar problemas de saúde.

E para usufruir dos benefícios destas ervas é necessário preparar, por exemplo, um chá feito com partes delas.

Planta da família das Apocinaceae, também conhecida como flor de babado, velame do rio grande. Arbusto brasileiro muito rustico e resistente, de caule com até 1 metro de altura, folhas alternadas.

Oblongo ovais, cobertas de lanugem branca em ambas as páginas; Flores grandes, brancas com o miolo amarelo, aromáticas, dispostas em espigas no ápice da planta.

O fruto e uma capsula pequena; Reprodução por sementes, sendo pouco exigente para cultivo. Então, veja os beneficios do velame branco para saude.

Benefícios do Velame Branco:

A maior contribuição desta planta se refere aos benefícios que ela proporciona à pele, pois ela trata e previne o surgimento de determinadas doenças epidérmicas.

Assim, é possível tratar as afecções da pele, eczemas secos ou úmidos, impingem, erisipela, úlceras, feridas e manchas.

Além disso, é possível impedir a proliferação de intoxicações crônicas, o desenvolvimento de doenças venéreas e a progressão de úlceras do colo.

Chá de Velame Branco:

Ingredientes:

  • 2 Gramas da raiz de Velame Branco;
  • 1 xícara de água fervente;

Modo de Preparo:

Utilize duas gramas da raiz desta erva seca para cada xícara de água fervente. Una os dois ingredientes, tampe o recipiente e deixe em infusão por aproximadamente 10 minutos.

Após o tempo determinado, coe o chá e beba logo em seguida sem adicionar açúcar, mel ou adoçante. A dica é ingerir o líquido até três vezes por dia.

Efeitos Colaterais:

No caso específico do velame branco, é importante destacar que ainda há poucos estudos com relação as reações da planta no organismo, por isso que é contraindicado para grávidas, mulheres em período de lactação e crianças menores de seis anos.

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Rafael Cardoso

Com mais de 5 anos de experiência, Rafael Almeida é Graduado em Ciências da Nutrição pela Universidade Ceuma desde 2012. Atua em Atendimento Clínico-Nutricional, com foco no bem estar e qualidade de vida do paciente, através da reeducação alimentar e acompanhamento nutricional, com planos alimentares personalizados, de acordo com o objetivo e avaliação clínica individual, comprometido com o sucesso do tratamento de seus pacientes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *