Berberis – O que é, Benefícios e Como Usar

Revisado por

Nutrição e Educação Física pela UFT

Especialista do Cura Natural

Berberis – O que é, Benefícios e Como Usar
5 (100%) 2 vote[s]

Berberis – O que é, Benefícios e Como Usar para sua saúde. Além disso, a Berberis é uma planta que pertence a Europa, mais especificamente da Franca e Espanha, ela é uma planta que pertencente à família berberiáceas.

Estamos falando de um arbusto de ramos angulosos que desfolha no inverno e, durante o tempo da primavera, tem novas folhas; ela ainda possui um fruto que é uma baga alongada de cor vermelha, o que lhe dá alguma semelhança às videiras e, por esta razão, também é conhecida como “uva-espim”.

Nos primeiros anos de vida, a sua madeira apresenta-se de cor amarelada, no entanto, a partir do 25º ano torna-se verde. É uma espécie bastante resistente e que cresce em terrenos calcários.

Propriedades da Berberis:

  • Depurativa;
  • Diurética;
  • Tônica;
  • Anticonvulsivos;
  • Anti-inflamatórias;
  • Sedativos;
  • Hipotensivos.

O caule e os frutos da planta Berberis possuem alcaloides, incluindo a berberina. Além disso, esta substância também pode fortalecer o sistema imunológico e ainda atuar nos músculos que revestem os intestinos, auxiliando no processo de digestão e na redução de dores gastrointestinais.

Esta planta ainda tem a capacidade de aliviar a inflamação, infecções pelo fungo candida, infecções de pele, infecções vaginas, entre outras.

Ela ainda pode tratar a psoríase, no entanto, mais pesquisas são necessárias para confirmar este resultado.

Esta planta é mesmo incrível, não acha? Isso porque ela ainda pode auxiliar no tratamento das seguintes patologias:

  • febre;
  • malárica;
  • cálculos urinários;
  • hipertensão;
  • icterícia;
  • perturbações circulatórias;
  • falta de apetite;
  • discinesia;
  • litíase biliar.

Efeitos Colaterais da Barberis:

Embora seja importante para saúde, o excesso da bebida preparada com as flores, folhas, frutos e cascas de raízes da Berberis pode fazer mal para o corpo. A intoxicação pode provocar sintomas como afecção renal, paralisia, vômitos, e náuseas.

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Alan Costa

Sou nutricionista e Personal Trainer. Me formei pela Universidade Federal do Tocantins em 2002, com registro profissional no CRN-4 nº 1509723, tenho especialização em Nutrição Esportiva, Treinamento Físico e treinos Curto de alta intensidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *