Angioma – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos

Revisado por

Bioquímica Farmacêutica pela USP

Especialista do Cura Natural

Angioma – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos nesse artigo você vai tirar todas suas dúvidas sobre essa doença. Além disso, fique atento a estes sinais, pois, eles podem representar mais do que uma alergia! Se o seu bebê apresenta bolinhas ou manchas vermelhas na cabeça, pescoço ou mãos, procure ajuda médica, pois, pode ser um caso de angioma. Saiba mais sobre os sintomas, causas e tratamentos para este tumor

Angioma é uma proliferação anormal de vasos sanguíneos. Trata-se de um tumor benigno que surge principalmente na pele, mas também pode aparecer em órgãos internos como fígado, cérebro, trato gastrointestinal, entre outros.

O angioma rubi é o mais comum de todos os angiomas. Geralmente surge depois dos 30 anos, podendo aparecer isoladamente ou em várias partes do corpo. O angioma rubi é uma bolinha vermelha semelhante a uma cereja pequena. Normalmente tem entre 1 e 4 mm de diâmetro, com tendência para aumentar de tamanho com o tempo.

O que é Angioma?

O angioma é um tumor benigno causado pelo acúmulo de vasos sanguíneos na pele ou em órgãos internos. Os angiomas podem aparecer no rosto, pescoço e na cabeça, mas, também podem surgir em órgãos internos como o fígado.

O angioma é formado por bolinhas de cor vermelha ou vinho. Angiomas podem ser subdivididos em: planos, tumorais (fragiformes e tuberosos) e cavernosos. Eles podem aumentar de tamanho conforme a idade e provocar sangramentos, deformações e ferimentos.

Causas do Angioma:

As causas do angioma são desconhecidas.  Em média, 30% dos angiomas estão presentes desde a nascença, o resto aparece durante os primeiros meses de vida, sendo mais frequente em meninas. Bebês pre-maturos têm mais risco de desenvolver angiomas.

Sintomas do Angioma:

Os sintomas do angioma são lesões vermelhas ou roxas salientes na pele. Geralmente, elas aparecem logo após a nascença e apresentam um crescimento rápido. A maioria dos angiomas aparece no rosto e no pescoço.

Quando Recorrer ao Pediatra:

O diagnóstico correto só pode ser feito por um médico da especialidade. Deve consultá-lo imediatamente se o angioma começar a sangrar. Entretanto, deve-se estancar a saída do sangue, fazendo pressão na área afetada com um tecido limpo. Deve telefonar-lhe na hora das consultas se notar manchas de diferentes cores e consistências na pele da criança.

Tratamento do Angioma:

É preciso que os pais estejam atentos a todo e qualquer sinal no corpo do bebê. Quanto antes os pais procurarem tratamento especializado para a criança, mais rápido e eficaz poderá ser o tratamento. Ela também afirma que é preciso ter cuidado na hora de escolher um especialista que que assuma a responsabilidade de fazer o diagnóstico e que oriente o tratamento com precisão.

Laser: Dentre os tratamentos existentes hoje, o laser (Dye Laser) é o mais seguro e eficaz. Este tratamento reduz o fluxo sanguíneo dos vasos, eliminando-os através da foto-termohemólise.

Escleroterapia: Utilizada para tratar hemangiomas do tipo ma formação venosa e linfangiomas. Este procedimento é feito através da injeção de um medicamento na área afetada para eliminar a lesão.

Embolização: Este procedimento é recomendado apenas para tratar afecções com fístula arteriovenosa (comunicações entre uma artéria e uma veia) e não deve ser aplicado aos hemangiomas proliferativos.

Além disso, também advertem as pessoas quanto aos cuidados na utilização do corticoide, pois, o uso deste medicamento para o tratamento da lesão deve ser feito a curto prazo; de 2 a 3 meses.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *