Angico – O que é, Benefícios e Como Usar

Revisado por

Nutrição e Educação Física pela UFT

Especialista do Cura Natural

Angico – O que é, Benefícios e Como Usar
4.7 (94.12%) 17 vote[s]

Angico – O que é, Benefícios e Como Usar o chá. Além disso, a Angico é nome comum de diversas espécies arbóreas nativas da América Tropical e Subtropical. Uma grande parte dos deles são brasileiros – uma árvore de boa madeira usada na construção civil, resistente a fungos e insetos por ser amarga. Mas, eles também têm uso medicinal, ainda que não comprovado cientificamente, com vasta experiência empírica.Angico

O que é Angico:

Com o nome de Angico são designadas espécies arbóreas dos gêneros Piptadenia, Parapiptadenia e Anadenanthera da sub-família Mimosoideae. São exemplos as espécies abaixo:

  • Angico-do-cerrado (Anadenanthera falcata; Leguminosae – Mimosaceae)
  • Angico-branco-liso (Anadenanthera colubrina; Leguminosae – Mimosaceae)
  • Angico-vermelho (Anadenanthera macrocarpa; Leguminosae – Mimosaceae)
  • Parapiptadenia rigida

Benefícios e Propriedades:

O uso deles na medicina popular é feito através da extração dos princípios ativos curativos pela casca ou pela goma (resina), por infusão, xarope, maceração ou tintura.

A casca deles é rica em taninos, mucilagens e alcaloides que têm ação medicinal hemostática, depurativa, adstringente, cicatrizante e emulsificante peitoral sendo muito indicada para tratar:

  • Tosses, coqueluche;
  • Doenças sexuais, problemas uterinos;
  • Contusões;
  • Reumatismo;
  • Proteção ao fígado e depuração.

Como fazer o Chá:

INGREDIENTES:

  • 1 colher de sopa da casca de Angico
  • 1 litro de água
  • Açúcar ou mel para adoçar

MODO DE PREPARO:

  • Para preparar esse chá de casca de Angico, ferva a água, acrescente as cascas despedaçadas, deixe ferver por 5 minutos.
  • Retire do fogo, abafe e aguarde mais 5 minutos.
  • Coe para usar. Adoçar é opcional.

Efeitos Colaterais:

Ele é considerado um tanto tóxico ao homem e também para animais. Sua folhas e sementes são classificadas como alucinógenas.

Em determinadas pessoas, a utilização dessa planta pode ocasionar mucosas na região da boca e escoriações no septo nasal.

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Alan Costa

Sou nutricionista e Personal Trainer. Me formei pela Universidade Federal do Tocantins em 2002, com registro profissional no CRN-4 nº 1509723, tenho especialização em Nutrição Esportiva, Treinamento Físico e treinos Curto de alta intensidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *