Início » Benefícios das Plantas » Angélica – o que é, benefícios e como usar!

Angélica – o que é, benefícios e como usar!

planta angelica

A angélica é facilmente encontrada em locais frios e úmidos, sendo às vezes considerada até selvagem. Suas folhas são verdes, extremamente brilhantes e possuem um recorte irregular.

Pode chegar até os dois metros de altura e algumas vezes nascem em grupos de até cinco plantas. Possui caule oco (na cor vinho) e um serrilhado em sua margem. Além disso, as suas flores são esverdeadas e amarelas, numerosas e pequenas e são agrupadas em sequências globulares (como um brócolis).

planta angelica
planta angelica

Propriedades da angélica:

Os benefícios do óleo essencial de angélica podem ser atribuídos à suas propriedades antiespasmódicas, carminativas, depurativas, sudoríficas, digestivas, diuréticas, hepáticas, emenagogas, expectorantes, febrífugas, nervosas, estimulantes, estomacais e tônicas.

Benefícios da angélica para saúde:

1. Possuir ação antiespasmódica:

Onde há espasmos, há também câimbras, tosses, dores, diarreia, aflições nervosas e convulsões. O único jeito de atenuar o sintoma é induzir o relaxamento das partes afetadas, e a angélica pode fazer. Além disso, ela alivia os espasmos e oferece alívio dos dolorosos sintomas descritos acima.

2. Age contra rugas:

A angélica ajuda na redução da dor, inflamação e vermelhidão da pele associada com acne breakouts. Enxaguar o rosto com a decocção de suas raízes ajuda no tratamento de esgotamento de acne e evita futuras rugas.

3. Previne vazamento na bexiga:

Além disso, bexiga hiperactiva e a noctúria são um problema urinário comum em adultos mais velhos. Ao fortalecer a bexiga, angélica Archangelica ajuda a reduzir o vazamento da bexiga.

No entanto, a erva contém um fitoquímico chamado isoquercitrin, que bloqueia as atividades de moléculas inflamatórias na bexiga que estimulam a contração involuntária da bexiga.

4. Melhora a saúde muscular:

A angélica é altamente recomendada como relaxante muscular. Aplicar extrato de angélica nos músculos doridos ajuda na redução da tensão muscular. Além disso, massagear os músculos com este óleo essencial proporciona um alívio rápido da dor muscular e inchaço. Você pode até adicionar a decocção desta planta à água do seu banho e mergulhar no banho quente para relaxar os músculos.

5. Age contra a cirrose hepática:

Os constituintes amargos da Angélica são benéficos para a saúde do fígado. Estudos experimentais confirmaram a atividade hepatoprotectora da Angélica. Isso ajuda a melhorar a função hepática e é considerado benéfico para pessoas que sofrem de hepatite e cirrose hepática.

6. Alivia infecção na garganta:

As propriedades antivirais e antimicrobianas da angélica tornam a erva ideal para o tratamento da dor de garganta. Gargling com a decocção da raiz ajuda a fornecer alívio rápido da infecção da garganta.

Além disso, esta planta também atua como expectorante. Isso ajuda na expulsão de fleuma dos pulmões, proporcionando alívio da congestão pulmonar.

7. Possui ação analgésica:

No entanto, a angélica contém compostos antibacterianos que ajudam na supressão do crescimento das bactérias causadoras de acne. A propriedade analgésica da erva ajuda a aliviar a pele propensa à acne.

8. Reduz a pressão arterial:

A angélica é altamente benéfica para pessoas que sofrem de hipertensão. Contém compostos que funcionam como bloqueadores de canais de cálcio. Além disso, Beber chá dela pode ajudar na redução do nível de pressão arterial elevada.

beneficios da angelica
benefícios da angelica

Como usar a angélica?

Não deve ser consumida em excesso (como qualquer outra planta), pois em altas doses o óleo dela é tóxico, podendo provocar paralisia no sistema nervoso e câncer na pele, pois pode causar dermatites ao contato solar, podendo evoluir bruscamente. Portanto, lembre-se também de que nenhum tratamento, por mais natural que seja, deve ser feito sem a ajuda de um profissional.

Quais são os usos da angélica na culinária?

Em alguns países da Escandinávia, os talos da planta são cozidos como legume. Os talos são confeitados em forma de geleia e usados em bolos de frutas.

Além disso, ela também é utilizada para temperar peixes e as folhas são acrescentadas a saladas e sopas. As folhas secas são colocadas em alimentos assados e embrulhadas no alimento, ajudando a conservá-lo durante viagens.

Como fazer o chá de angélica?

O uso medicinal da angélica envolve o caule, as sementes, as folhas e as raízes o seu chá possui ações diuréticas e depurativas.

Etapas:

  1. Em primeiro lugar, adicione 20g das raízes para cada 800 ml de água.
  2. Em seguida, leve a água ao fogo, deixe ferver e adicione a raiz.
  3. Deixe ferver por mais alguns minutos e desligue.
  4. Coe e beba três vezes ao dia.

Contraindicações da angélica:

A angélica é contraindicada para pessoas com qualquer tipo de úlcera, mulheres gestantes ou em período de lactação, além de crianças com problemas neurológicos e pessoas que tenham diabetes, ou que apresentem sinais ou já tenham o mal de Parkinson.

A planta tem a dermatite como efeito colateral quando é manipulada sem luvas. Em pacientes com histórico de sangramentos a administração deve ser cuidadosamente monitorada.

Formado em Comunicação Social, especialista em jornalismo digital e SEO, responsável por criar diversos projetos na internet, afim de levar conhecimento à todos sobre saúde, beleza, bem estar, natureza e entretenimento.

Deixe um comentário