Início » Benefícios das Plantas » Melissa – o que é, benefícios e como usar!

Melissa – o que é, benefícios e como usar!

beneficios da melissa

A melissa é uma erva que pode ajuda a tratar e prevenir diversas condições de saúde. Ela é uma espécie aromática de origem europeia e largo emprego medicinal nos quatro cantos do planeta. Além disso, ela se espalhou pelo mundo devido principalmente a suas qualidades funcionais.

Suas propriedades fitoterápicas são conhecidas desde a Grécia Antiga, onde era cultivada em praças e jardins privados  entre outras coisas, os gregos atribuíam a ela a capacidade de fortalecer o coração e o cérebro. No Brasil, a melissa é afamada como antiespasmódico e calmante pois a infusão do chá de suas folhas ajuda a conciliar o sono, reduzir a ansiedade e a tensão nervosa.

beneficios da melissa
benefícios da melissa

 

Quais são as propriedades da melissa?

A melissa contém propriedades calmante, diurética, analgésica, antimicrobiana, cicatrizante, tônico, sedativo, relaxante, antinevrálgica, expectorante, antiviral, antiespasmódica, sudorífera, antibiótica e anti-inflamatória.

Benefícios da melissa para saúde:

Os benefícios da melissa são realmente amplos e você pode obter muitíssimo proveito dele. Se quiser saber para que serve da planta, descubra a fundo as melhores qualidades dela.

1. Melissa ajuda a aliviar cólicas abdominais:

Conhecida como “erva carminativa”, o que significa que pode aliviar a digestão estagnada, aliviar as cólicas abdominais e promover o processo digestivo geral. Os óleos voláteis da erva contêm substâncias químicas conhecidas como “terpenos” que relaxam os músculos e aliviam sintomas como excesso de gases.

2. Promover o sono:

O seu óleo essencial pode ser difundido em um queimador de óleo de aromaterapia para elevar o humor, promover o equilíbrio emocional e uma noite de sono repousante. Algumas pinceladas de óleo diluído na parte de trás das orelhas ou pescoço também podem ajudar a superar o nervosismo e a ansiedade.

3. Tireoide:

Além disso, as pesquisas sugerem que os flavonoides, ácidos fenólicos e outros compostos encontrados nesta versátil erva parecem ser responsáveis ​​pelas ações reguladoras da tireoide do bálsamo de limão.

A melissa  bloqueia a ligação de anticorpos às células da tireoide que causam a doença de Grave (hipertireoidismo). O sinal do cérebro para a tireoide (hormônio estimulador da tireoide ou TSH) também é impedido de estimular ainda mais a glândula tireoide excessivamente ativa nessa doença.

4. Favorece a saúde do fígado:

Sua capacidade para beneficiar o sistema digestivo chega também até a região hepática. Sem contar que também é antioxidante, algo que beneficia o fígado.

5. Melissa ajuda a emagrecer:

É muito comum que se use o chá de Melissa para emagrecer. É que, como você deve ter visto, pode ser bom tanto por suas capacidades digestivas, tanto como pelas ansiolíticas. Por isso, se você for usar a Melissa para emagrecer, não deixe de experimentá-la em suas diferentes apresentações.

6. Melissa facilita a concentração:

Da mesma forma, a planta tem um leve efeito estimulante e favorece a concentração. Não é dessas plantas que você toma e são narcóticas, dando vontade de dormir, muito pelo contrário. Recomenda-se inclusive para a memória e o estudo.

Como fazer o chá de melissa?

Etapas:

  1. Leve ao fogo uma chaleira com 200 ml de água e deixe ferver.
  2. Acrescente em torno de 10 folhas secas de melissa, tampe, e deixe agir por 10 ou 15 minutos.
  3. Quando estiver em temperatura ideal para ser consumido, coe, acrescente a quantidade de açúcar que lhe agrada e, caso deseje, pode pingar no chá  ainda quente algumas gotas de limão.
  4. Caso queira fazer a quantia para mais pessoas, acrescente mais 200 ml e 5 folha.

Consuma-o, preferencialmente, antes de dormir. Não é recomendado ingeri-lo muitas vezes por dia, já que ele promove o relaxamento e você talvez perca parte da energia que precisa para efetuar suas atividades. Além disso, se quiser beber o chá desta erva mais de uma vez, não há contraindicações, mas opte por fazer a partir de umas 4 horas antes de seu horário de dormir, para ter uma noite tranquila e acordar devidamente revigorado.

Contraindicações da melissa:

  • Você já sabe para que serve o chá de melissa. Agora é hora de saber o que é que pode te fazer mal nele.
  • Não está recomendada para pacientes de hipotireoidismo.
  • Não se recomenda para mulheres grávidas ou que estão amamentando.
  • Também não no caso de úlceras.

Formado em Comunicação Social, especialista em jornalismo digital e SEO, responsável por criar diversos projetos na internet, afim de levar conhecimento à todos sobre saúde, beleza, bem estar, natureza e entretenimento.

4 comentários

  • […] 2 Colheres de sopa de folhas secas de melissa; […]

  • […] LEIA TAMBÉM: Melissa – O que é, Benefícios e Como Usar […]

  • […] LEIA TAMBÉM: Melissa – O que é, Benefícios e Como Usar […]

  • […] Melissa officinalis, é uma planta também popularmente conhecida como cidreira, citronete e melissa, sendo muito utilizada para tratar problemas digestivos e como calmante, para garantir uma boa […]

Deixe um comentário