Síndrome de Heller – O que é, Causas e Sintomas

Revisado por

Nutrição - CRN6-MA 16199

Síndrome de Heller – O que é, Causas e Sintomas
4.6 (92.43%) 37 vote[s]

Síndrome de Heller é uma condição rara que deve ser conhecida. Além disso, a Síndrome de Heller ou Transtorno desintegrativo da infância foi descoberto por Theodore Heller um austríaco que em 1908 analisou 6 casos de crianças que tinham um desenvolvimento normal e começaram a regredir. Ele notou que as crianças perderam a sua interação, seu controle intestinal, sua vontade de brincar e interagir. Geralmente atinge as crianças com faixa etária superior aos 2 anos de idade e sempre inferior aos 10 anos de idade.sindrome de heller

A criança fala as primeiras palavras, brinca de faz de conta, interage com outras pessoas, tem um desenvolvimento normal. Notando-se facilmente uma regressão motora e intelectual. A criança que antes fazia coisas simples como tirar uma meia, já não consegui mais.

A incidência é de 1 em 50.000 crianças, é de cerca de 70 vezes menos comum do que o próprio autismo. E pelo fato da semelhança com o transtorno autista á uma grande confusão para diagnosticar, muitas vezes dando ao portador da Síndrome de Heller uma denominação de autista.

A deterioração pode ser súbita ou gradual físico, cognitivo, emocional e comportamental. A maioria das crianças só recuperam 20% do que foi perdido. Porém nos casos mais graves não se percebem melhoras.

O que é a Síndrome de Heller:

A Síndrome de Heller, também conhecida como Perturbação Desintegrativa da Segunda Infância, é uma doença degenerativa do cérebro. Nessa síndrome a criança apresenta desenvolvimento motor e intelectual normal até os 3 anos de idade (ás vezes mais) e, a partir de determinado momento, começa a perder todas as capacidades anteriormente adquiridas, passando a ter comportamento semelhantes aos do autismo.

A fase de regressão dura de 4 a 8 semanas, onde os principais sintomas são dificuldade em usar palavras já conhecidas, perda de autonomia, perda de controle intestinal, perda de interesse pelas atividades sociais que costumava fazer, isolamento, perda das capacidades motoras , como correr e segurar objetos.

A fase de regressão motora é a mais difícil, a criança geralmente apresenta sinais de confusão e agitação. Após essa fase desenvolve os comportamentos parecidos com os do autismo: evita contato visual, não gosta que lhe abracem, beijem ou qualquer tipo de toque, e parecem viver em seu próprio mundo.

Habilidades sociais e de comunicação. As crianças com este transtornosofrem um déficit importante relacionado com as habilidades sociais e de comunicação, parecido ao transtorno autista. Este déficit manifesta-se na incapacidade para manter ou iniciar uma conversa, o atraso ou ausência da linguagem falada, dificuldades em estabelecer relações com as outras crianças ou com os membros da família, entre outros.

Interesses e comportamento restringido. Não mostram interesse pelo ambiente ao seu redor e mantêm um comportamento caracterizado pela repetição e estereotipo. Uma das características mais visíveis desta situação é a ausência de brincadeiras e as dificuldades nas habilidades motoras que apresentam.

Estabilização. Geralmente, a perda das habilidades atinge certo nível, depois do qual costumam apresentar algum tipo de melhoria limitada, mas que sempre costuma ser bastante escassa. Quando existem outros transtornos associados, as perdas das habilidades costumam ser mais graves.

Sintomas da Síndrome de Heller:

Desenvolvimento normal durante pelo menos 2 anos. A criança desenvolve de forma adequada as habilidades sociais, a comunicação verbal e não verbal, o jogo e elementos correspondes ao comportamento adaptativo adequado para sua idade. Por este motivo, este transtorno deve ser diagnosticado depois dos 2 anos de idade.

Perda das habilidades adquiridas. Antes dos 10 anos de idade, geralmente, entre os 3 e 4 anos, começa-se a desenvolver uma deterioração das habilidades que até ao momento a criança tinha desenvolvido. As áreas mais afetadas são: a linguagem expressiva e receptiva, habilidades sociais ou comportamento adaptativo, controle intestinal, o jogo ou as habilidades motoras.

tratamento para sindrome de heller

Forma de início. Este transtorno desintegrativo da infância pode começar de forma súbita ou gradualmente. Quando o início é de forma insidiosa, manifesta-se através da irritabilidade e ansiedade, que são seguidas pela perda da fala e de outras habilidades.

Causas da Síndrome de Heller:

A causa exata da Síndrome de Heller, assim como do Transtorno do Espectro do Autismo, ainda não é conhecida. Os cientistas, por outro lado, acreditam que uma anormalidade no cérebro das crianças portadoras seja a causa mais provável.

Outras doenças, como depressão e transtorno bipolar, também podem estar relacionados à Síndrome de Heller e ao Transtorno do Espectro Autista. Ao contrário do que algumas pessoas costumam pensar, a Síndrome de Heller não é causada pela privação emocional ou por uma forma específica que os pais educam seus filhos.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *