Síndrome de Asperger – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos

Revisado por

Educação Física pela UGF

Especialista do Cura Natural

Síndrome de Asperger – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos que poucas pessoas conhecem. Alem disso, Síndrome de Asperger é um transtorno neurobiológico enquadrado dentro da categoria Transtornos do Neurodesenvolvimento, de acordo com o Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (DSM-V).

Afeta a forma como as pessoas percebem o mundo e interagem com outras pessoas. Trata-se de um dos perfis ou espectro de autismo, o chamado Transtorno do Espectro Autista.

Sintomas da Síndrome de Asperger:

A Síndrome de Asperger afeta uma série de mecanismos sociais e pode causar grande sofrimento se não for gerenciado.
Os sinais e sintomas de Síndrome de Asperger variam amplamente. Os primeiros sinais de Síndrome de Asperger podem aparecer no primeiro ano de vida. Estas incluem habilidades motoras mal coordenadas, levando a torpeza ou dificuldade.

Eles incluem:

Discurso Formal ou Distinto: pode haver falta de ritmo ou entonação. A fala pode parecer plana, monótona, inusitadamente lenta ou rápida, ou o volume pode ser inadequado.

Roteias:

pessoas com Síndrome de Asperger podem ter regras e rituais que eles mantêm metodicamente para reduzir a confusão. Uma mudança surpresa na rotina às vezes pode causar transtorno ou ansiedade.

Isolamento Social:

poucas habilidades sociais e uma tendência a falar apenas sobre seu interesse singular podem levar ao isolamento. A pessoa pode se retirar. Eles podem parecer desinteressados ​​em outras pessoas e parecem distantes ou distantes. Fazer e manter amigos pode ser um desafio.

Atrasos no desenvolvimento motor: uma má coordenação pode dificultar a realização de tarefas detalhadas, como amarrar cadarços. A marcha da pessoa pode parecer rígida ou saltitante, e eles podem não balançar os braços enquanto caminham.

Questões com proximidade:

pessoas com Síndrome de Asperger podem ter dificuldade em saber o quão perto de ficar com outra pessoa enquanto conversam.

Jogos, sarcasmo e ironia podem causar angústia e confusão:

a pessoa pode ter uma interpretação altamente literal do mundo. A ironia e o humor podem ser difíceis de entender, levando a frustração e confusão.

Imaginação:

pode ser difícil imaginar resultados alternativos para situações, de modo que jogos de role-playing e make-believe podem parecer inúteis ou impossíveis.

No entanto, as dificuldades muitas vezes não são reconhecidas até que as demandas de seu ambiente aumentem. Isso pode acontecer até o início da idade adulta, quando o indivíduo deixa o ensino médio para a faculdade.

Os tópicos baseados em lógica, memória e sistemas são mais interessantes para uma pessoa com Síndrome de Asperger. O indivíduo pode ser excepcionalmente habilidoso em matemática, informática e música.

Causas da Síndrome de Asperger:

A causa exata é desconhecida, mas o AS pode resultar de uma combinação de fatores genéticos e ambientais que causam mudanças no desenvolvimento do cérebro.

O A Síndrome de Asperger tende a correr em famílias, sugerindo que alguns casos podem ser hereditários.

Alguns pesquisadores propuseram que os fatores ambientais no início da gravidez podem ter um impacto, mas os especialistas ainda não confirmaram isso.

As anormalidades cerebrais podem estar ligadas ao AS. A tecnologia avançada de imagem cerebral identificou diferenças estruturais e funcionais em regiões específicas do cérebro entre pessoas com AS.

Diagnóstico da Síndrome de Asperger:

O diagnóstico é a identificação formal da condição. Geralmente é realizado por uma equipe de diagnóstico multidisciplinar, incluindo freqüentemente um terapeuta de fala e linguagem, pediatra, psiquiatra e / ou psicólogo. Como a Síndrome de Asperger varia muito de pessoa para pessoa, fazer um diagnóstico pode ser difícil. Pode ser diagnosticado tardiamente em crianças, quando comparado a outros espectros do autismo. Algumas dificuldades podem não ser reconhecidas e diagnosticadas até a idade adulta.

Tratamento Para a Síndrome de Asperger:

Um diagnóstico preciso pode levar a uma melhor compreensão dos desafios que a pessoa enfrenta e pode permitir que o indivíduo tenha acesso ao suporte apropriado.

Uma variedade de terapias pode ajudar a pessoa a adaptar seu comportamento para um melhor resultado social e lidar com a ansiedade. Isso pode reduzir o risco de isolamento social.

Educação e habilidades acadêmicas: uma criança que recebe um diagnóstico de AS pode se beneficiar do apoio educacional. Os objetivos podem incluir a organização de notas, o gerenciamento de metas de tarefas domésticas e o atendimento de necessidades específicas de aprendizagem. A maioria das crianças com Síndrome de Asperger são mais adequadas para um ambiente escolar convencional.

Adquirir Habilidades Sociais Adequadas: o indivíduo pode aprender estratégias para aprimorar suas interações com os outros, por exemplo, aprendendo a ler e responder a pistas sociais.

Treinamento de habilidades de comunicação: terapia especializada em fala e linguagem pode ajudar a pessoa a aprender como iniciar e manter uma conversa, por exemplo.

Isso também inclui aprender a usar o tom de voz em questões, confirmações, desentendimentos e instruções, e como interpretar e responder a pistas verbais e não-verbais.

Terapia comportamental Cognitiva:

a pessoa aprende a controlar as emoções e a diminuir os interesses obsessivos e as rotinas repetitivas.

Modificação do Comportamento: isso inclui estratégias para apoiar o comportamento positivo e diminuir o comportamento ineficaz.

Terapia física ou profissional: isso pode ajudar aqueles com problemas de integração sensorial ou coordenação motora fraca.

Medicamentos: não há medicamentos para AS, mas medicamentos podem ser usados ​​para tratar sintomas como ansiedade.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *