Doenças e Tratamentos

Cardiopatia – o que é, causas, sintomas e tratamentos!

cardiopatia

A cardiopatia é uma situação em que o músculo do coração torna-se ampliado e inflamado. Por estar ampliado, o músculo do coração é esticado e se torna fraco. Isso significa que ele não consegue bombear sangue tão rápido como poderia e deveria. Se o músculo do coração torna-se muito fraco, há riso de insuficiência cardíaca e também de uma parada respiratória.

cardiopatia o que e, causas, sintomas e tratamentos
cardiopatia o que e, causas, sintomas e tratamentos

A maioria dos indivíduos apenas é ligeiramente afetada pela  cardiopatia e pode levar uma vida relativamente normal. Entretanto, as pessoas que têm insuficiência cardíaca grave podem precisar de um transplante de coração.

Causas da cardiopatia:

A maioria dos seguintes tipos de cardiopatia pertence a uma das quatro classificações anteriores, mas cada uma tem causas ou complicações únicas.

Pode ocorrer após a gravidez. Esse tipo raro ocorre quando o coração se enfraquece no último mês da gravidez.

Quando ocorre após o parto, às vezes é chamado de cardiopatia pós-parto. Esta é uma forma e é uma condição que ameaça a vida.

Sintomas de cardiopatia:

Há inúmeros tipos de cardiopatia congênita e cada uma se manifesta de uma forma diferente. Algumas cardiopatias congênitas mais simples não levam necessariamente a sintomas, mas a doença é diagnosticada pela presença de um sopro identificado pelo Especialista.

Em casos mais graves, o bebê nasce com uma cor azulada da pele e mucosas (chamada de cianose). Outros pacientes podem apresentar cansaço às mamadas ou aos esforços, ganho de peso deficiente, bronquite ou até mesmo pneumonia de repetição.

Tratamentos:

O tratamento dependerá das causas da doença. Pode ser controlada com medicamentos e tratamentos que aliviam os sintomas, bem como mudanças de estilo de vida simples.

Medicamentos comuns utilizados no tratamento incluem:

  • Inibidores da ECA, que bloqueiam os efeitos dos hormônios que afetam a pressão arterial para dilatar os vasos sanguíneos;
  • Betabloqueadores, que atuam no sistema nervoso de forma a reduzir a frequência cardíaca e pressão arterial, o que reduz a carga de trabalho do coração;
  • Pílulas diuréticas, que ajudam a remover o excesso de fluidos do corpo.

Formado em Comunicação Social, especialista em jornalismo digital e SEO, responsável por criar diversos projetos na internet, afim de levar conhecimento à todos sobre saúde, beleza, bem estar, natureza e entretenimento.

1 comentário

  • […] o Síndrome de Raynaud secundário, por problemas nos vasos sanguíneos, alteração no controle do sistema nervoso ou circulação […]

Deixe um comentário