Doenças e Tratamentos

Doença de whipple – o que é, causas e tratamentos!

doença de whipple

A doença de whipple é uma infecção bacteriana sistêmica que apresenta como agente etiológico o tropheryma whipplei. Foi descrita pela primeira vez no ano de 1907, por George Hoyt whipple, como uma afecção crônica, apelidada de lipodistrofia intestinal.

doença de whipple - o que e, causas e tratamentos
doença de whipple – o que é, causas e tratamentos

Esta doença é considerada uma afecção rara, sendo que a parcela da população mais acometido são indivíduos do sexo masculino (80%), habitualmente caucasianos, que moram na Europa ou América do Norte. Embora acometa indivíduos de todas as faixa etárias, é mais comum por volta dos 50 anos de idade.

A bactéria causadora da enfermidade, a T. whipplei, é gram-negativa, encontrada no solo, na água contaminada de esgoto e na saliva de indivíduos saudáveis, embora não haja prova de transmissão interpessoal. Também já foi isolada de biópsias duodenais e no suco gástrico de indivíduos sem manifestações da doença, indicando que este agente etiológico pode ser uma bactéria comensal normal.

Sintomas da doença de whipple:

A apresentação clínica varia, dependendo dos sistemas orgânicos infectados. Os quatro principais sintomas de doença de whipple são:

Em geral, os primeiros sintomas da Whipple são artrite e febre. Sintomas intestinais (p. ex., diarreia líquida, esteatorreia, dor abdominal, perda de peso) em geral se manifestam mais tardiamente, algumas vezes anos após a queixa inicial. Sangramento intestinal evidente ou oculto pode ocorrer. Má absorção intensa pode estar presente nos pacientes com diagnóstico tardio no curso da doença.

Outros sintomas da Whipple incluem aumento da pigmentação cutânea, anemia, linfadenopatia, tosse crônica, serosite, edema periférico e sintomas do sistema nervoso central.

Causas da doença de whipple:

A doença de whipple é causada por uma bactéria, conhecida como Tropheryma whipplei, que causa pequenas lesões no interior do intestino que dificultam o trabalho de absorção de minerais e nutrientes, levando à perda de peso. Além disso, o intestino também não consegue absorver adequadamente a gordura e a água e, por isso, é comum o surgimento de diarreia.

Além do intestino, a bactéria pode se espalhar e atingir outros órgãos do corpo como o cérebro, coração, articulações e os olhos, por exemplo.

Tratamentos:

O tratamento da doença de whipple normalmente é iniciado com um antibiótico injetável, como Ceftriaxone ou Penicilina, por 15 dias, sendo necessário, em seguida, a manutenção de antibióticos por via oral, como Sulfametoxazol-Trimetoprima, Cloranfenicol ou Doxiciclina, por exemplo, durante 1 ou 2 anos, para eliminar completamente as bactérias do organismo.

sintomas da doença de whipple
sintomas da doença de whipple

Embora o tratamento para doença de whipple seja bastante demorado, a maioria dos sintomas desaparece entre 1 a 2 semanas após o início do tratamento, no entanto, o uso do antibiótico deve ser mantido por todo o período indicado pelo médico.

Além dos antibióticos, é fundamental a ingestão de probióticos para regular o funcionamento do intestino e melhorar a absorção dos nutrientes. Também pode ser necessário fazer suplementação em vitaminas e minerais, como vitamina D, A, K e vitaminas do complexo B, assim como cálcio, por exemplo, porque a bactéria dificulta a absorção dos alimentos e pode causar casos de subnutrição.

Dr. Valeria Carneiro Graduada na Universidade Federal de Minas Gerais em Medicina Especializada em Ginecologia e Obstetrícia, Pós Graduada no Departamento de Ginecologia na UNIFESP/ EPM a 2 anos, Experiencia clinica em patologias do trato genital feminino e foco em cirurgias ginecológicas como também especialista em partos normais e cirúrgicos.

4 comentários

  • […] Toxoplasmose: transmitida principalmente pelos felinos que são hospedeiros definitivos do protozoário da doença; […]

  • […] de Patau – O que é, Causas e Tratamentos. Além disso, a Síndrome de Patau é uma doença genética rara que causa malformações no sistema nervoso, defeitos cardíacos e fenda no lábio e […]

  • […] um corrimento sem cheiro e sem cor pode ser indicativo de doença e deve ser analisado cuidadosamente por um médico […]

  • […] lembrar que apesar de ser uma doença “simples” é bem contagiosa quando em forma viral ou bacteriana, sendo transmitida apenas com […]

Deixe um comentário