Síndrome de Duane – O que é, Sintomas e Tratamentos

Revisado por

Nutrição - CRN6-MA 16199

Síndrome de Duane – O que é, Sintomas e Tratamentos
4.9 (97.14%) 7 vote[s]

Síndrome de Duane – O que é, Sintomas e Tratamentos que muitos ainda desconhecem. Além disso, a Síndrome de Duane é uma doença ocular rara. Carateriza-se por um distúrbio do movimento dos olhos.

Esta condição limita o movimento ocular horizontal, ou seja, do olho para fora (abdução), em direção à orelha, porém existem alguns casos em que a limitação ocorre com o movimento para dentro (adução), em direção ao nariz. De um modo geral apenas um olho é afetado.

Tipos de Síndrome de Duane:

Existem três tipos de Síndrome de Duane de acordo com a limitação que se apresenta:

  • Tipo I: existe limitação na abdução;
  • Tipo II: existe limitação na adução;
  • Tipo III: existe limitação em ambos (abdução e adução).

O mais comum é do tipo I.

Causas da Síndrome de Duane:

A Síndrome de Duane é uma doença adquirida a partir do nascimento, causada por alterações na oculomotor terceiro nervo, em alguns casos, é devida à ausência da sexta craniano, conhecido como abducens.

Esta síndrome é geralmente associada a Síndrome de Klippel-Feil que provoca malformações no rosto, dentes e orelhas, é autossômica.

A Síndrome de Duane geralmente provoca estrabismo e torcicolo isso é devido à posição a adotar pela pessoa que tem esse transtorno e movimentos que fazer para obter um melhor campo visual.

Sintomas da Síndrome de Duane:

  • Ambliopia;
  • Perda de visão;
  • Desalinhamento ocular;
  • Retração do olho afetado (ao olhar para dentro – adução);
  • Posição anormal da cabeça;
  • Limitação do movimento ocular horizontal:
  • Movimento exterior;
  • Movimento interior;
  • Movimento interior e exterior (em simultâneo);
  • Fissura palpebral estreita (durante a adução, o globo ocular puxa a abertura dos olhos, estreitando-a).

Tratamento da Síndrome de Duane:

O tratamento da Síndrome de Duane envolve geralmente uma cirurgia de correção. Principais objetivos da cirurgia:

  • Eliminar ou melhorar a posição anormal da cabeça;
  • Eliminar ou reduzir o desalinhamento ocular;
  • Reduzir retração quando o olho roda para dentro;
  • Melhorar o movimento ocular vertical que pode estar afetado em determinados movimentos do globo.

Até ao momento nenhuma técnica cirúrgica específica foi completamente bem sucedida em eliminar os movimentos anormais do olho. Contudo, alguns dos procedimentos utilizados demonstraram benefícios significativos.

A escolha da intervenção mais apropriada depende do caso e do indivíduo. A taxa de sucesso na cirurgia para eliminação da posição anormal da cabeça é estimada em 79 a 100%.

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Ana Karolynne Goncalve

Sou graduada no curso de Nutrição pela Universidade Federal do Maranhão(UFMA), CRN6-MA 16199, com Mestrado na área da Nutrição Clínica com relação ao metabolismo, prática e terapia nutricional, realizado também na Universidade Federal do Maranhão(UFMA), Atualmente trabalho no campo de pesquisa sobre a Qualidade e Inovação em Alimentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *