Calcanhar de Maracujá – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos

Revisado por

Bioquímica Farmacêutica pela USP

Especialista do Cura Natural

Calcanhar de Maracujá – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos
4.8 (96.67%) 12 vote[s]

Calcanhar de Maracujá – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos nesse artigo, você vai tirar todas suas dúvidas sobre essa doença. Além disso, o calcanhar de maracujá ou bicheira, cientificamente chamada de miíase cavitária humana, é uma doença causada pela entrada da larva da mosca-varejeira na pele ou em outros tecidos e cavidades do corpo, como olho, boca ou nariz, que também pode afetar os animais domésticos.

A larva da mosca-varejeira pode entrar no corpo através da pele quando se anda descalço ou através da picada da mosca-varejeira na pele que deposita seus ovos que depois se transformam em larvas. Geralmente as pessoas afetadas são idosas, estão acamadas ou têm alguma deficiência metal e, por isso, não conseguem afastar as moscas ou as larvas da pele.

O que é Calcanhar de Maracujá?

O calcanhar de maracujá é o nome popular dado a miíase cavitária. A infestação é causada pela larva da mosca-varejeira na pele e aparece de acordo com a época do ano, sendo mais comum ocorrer em países tropicais e subtropicais.

Causas do Calcanhar de Maracujá:

Essa doença é provocada pelas larvas da mosca-varejeira, como quando há uma ferida aberta na pele e a mosca deposita seus ovos no local, que posteriormente se transformam em larvas e dão origem ao calcanhar de maracujá. Também pode ocorrer do inseto picar a pele e em seguida colocar os ovos sobre a pequena ferida, onde as larvas também irão se desenvolver.

Apesar do calcanhar de maracujá ser o que mais assusta, por conta da grande quantidade de larvas que podem se acumular no local, esse tipo de doença pode atingir qualquer lugar do corpo humano. Por este motivo, além de manter a casa sempre limpa, é muito importante manter a pele sempre protegida contra as moscas, através de repelentes e inseticidas.

Outro risco de desenvolver o calcanhar de maracujá é o hábito de andar descalço, dessa forma, há o risco de larvas ou ovos de mosca-varejeira que estão no chão se instalarem em feridas ou pequenos cortes nos pés, dando início a doença. Sendo assim, estar sempre com sapatos também é uma forma de prevenção.

Sintomas do Calcanhar de Maracujá:

Os sintomas do calcanhar de maracujá depende do tipo de miíase.

  • Miíase furuncular: se assemelha a uma espinha ou furúnculo, com uma abertura central, mas em vez de sair pus, sai um líquido serossanguinolento quando espremido. Os pacientes sentem desde leves picadas até dores muito agudas, como pontadas, no local da infestação;
  • Miíase migratória: o aspecto se assemelha ao bicho geográfico, só que aqui as larvas são um pouco maiores e se movem mais lentamente. A sensação de queimação, coceira e dor também pode estar presente;
  • Miíase cavitária: é possível visualizar as larvas se movendo no fundo da ferida e, dependendo do tipo de larva envolvida, pode haver destruição de tecidos, perda de partes da pele, acometimento de tecidos e órgãos mais profundos e até mesmo morte.

De forma geral, pode haver lesões vermelhas, dolorosas e que parecem furúnculos. Mais raramente podem ser acometidos pulmões, intestino, seios da face, meninges, olhos, nariz e orelhas. Nesses casos, os sintomas estarão relacionados a estes órgãos.

Tratamento do Calcanhar de Maracujá:

A primeira opção de tratamento para o calcanhar de maracujá consiste na remoção das larvas da região por um profissional de saúde e limpeza da ferida para evitar o surgimento de uma infecção. No entanto, quando existem muitas larvas ou já existe muito tecido morto, pode ser necessário fazer cirurgia para retirar todas as larvas e eliminar a pele morta.

Após a limpeza, é importante ir diariamente ao posto de saúde para fazer o tratamento adequado da ferida, para facilitar a cicatrização e evitar uma infecção grave. Além disso, o médico pode ainda receitar o uso de antibióticos e vermífugos, para eliminar alguma larva que ainda possa estar no corpo.

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Byanca Stefany

Sou graduada em Ciências Farmaceuticas pela Universidade Federal do Piaui (UFPI), com pós graduação em Fármaco e Medicamentos pela Universidade de São Paulo (USP) mestrado também pela Universidade de São Paulo (USP) na área de Tecnologia Bioquímica Farmacêutica e Doutoranda pela Universidade de São Paulo (USP) na área de Farmácia Fisiopatologista e Toxicologia. Atualmente Trabalho na área de Análise Clinicas, e tambèm atuo no Instituto de Pesquisa de Ciência, tecnologia e Qualidade (ICTQ) e exerço a função de Editor no site "Dicas de Saúde".

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *