Dieta e Nutrição

10 sinais do consumo excessivo de carne que você não conhece!

sinais do consumo excessivo de carne

O consumo excessivo de carne pode trazer muitos risco a saúde e causar alguns desconfortos no dia a dia, já que a carne é difícil de digerir. Além disso, com tanta atenção midiática sobre a epidemia de obesidade, as pessoas tentam freneticamente perder peso. Embora uma dieta rica em proteínas possa funcionar, tem alguns efeitos colaterais que podem ser incômodos.

os sinais do consumo excessivo de carne
os sinais do consumo excessivo de carne

A dieta mais comum hoje em dia que utiliza baixos carboidratos e alto consumo de proteínas é a dieta de Atkins. Caso esteja sofrendo algum desconforto com uma dieta rica em proteínas.

Sinais do consumo excessivo de carne:

1. Desidratação: 

A desidratação é um dos principais sinais. Com a falta de carboidratos, o corpo começa a queimar suas próprias reservas de gordura, produzindo cetonas. Como resultado, o corpo experimenta uma “perda de água através dos rins”, resultando em desidratação.

2. Fadiga: 

A fadiga é um dos sinais. Embora possa parecer temporário, é esperado algum cansaço enquanto elimina os carboidratos. Mas, uma dieta rica em proteínas também pode proporcionar uma sensação de fadiga.

3. Tonturas: 

As tonturas são outro sinal em sua dieta.

4. Dores de cabeça:

As dores de cabeça é um dos efeitos colaterais a curto prazo da redução de carboidratos, assim como um efeito do consumo excessivo de carne.

5. Palpitações cardíacas:

Outro sinal são os descontroles das palpitações cardíacas.

6. Pedras nos rins: 

Uma dieta rica em proteínas faz com que o corpo excrete o excesso de Cálcio através dos rins e crie pedras.

7. Fraqueza: 

A fraqueza muscular pode ser notada como resultado de uma dieta rica em proteínas e baixa em carboidratos.

8. Constipação:

A constipação é um dos principais sinais do consumo excessivo de carne. Outro possível efeito colateral do consumo excessivo de carne é a constipação.

9. Diarreia: 

Por outro lado, a diarreia também pode ser um desse sinais.

10. Mau hálito: 

Os produtos químicos produzidos pelo corpo queimam as gorduras que causa o mau hálito. A chave para ter uma alimentação saudável é “comer alimentos derivados de plantas – vegetais, frutas, grãos inteiros e legumes (Feijão, Ervilhas, Lentilhas) – e limitar o consumo de alimentos altamente processados”. Ao ter uma dieta equilibrada, você pode evitar os efeitos colaterais desconfortáveis citado acima.

Drª. Wanessa Matos Dermatologista formou-se em Medicina na Unicamp e na mesma instituição realizou sua residência em Dermatologia, obtendo o título de especialista. Atua nas áreas de dermatologia clínica, cirúrgica e estética. Além disso, é sócio titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia, com registro no Conselho Regional de Medicina e Associação Médica Brasileira.

4 comentários

  • […] O fruto varia em tamanho, cor e firmeza, mas geralmente vem de forma alongada e curvada com carne […]

  • […] vitamina B5 é encontrada em uma variedade de alimentos, incluindo vegetais, carne, cereais, legumes, ovos e leite. Dado abaixo, os melhores alimentos que contêm os níveis mais […]

  • […] hora do almoço comer carne de qualquer espécie, pode ser carne, frango, peixe, peru, coelho, porco, etc. Não comer massas ou arroz, se for comê-los não exceda […]

  • […] para a pressão dos olhos. O corpo não produz cromo naturalmente, então você deve incluir carne, fígado, ovos, frango, ostras, germe de trigo, pimentas verdes, maçãs, bananas e espinafre em […]

Deixe um comentário