Os 10 Primeiros Sinais de Doença Renal que não Devemos Ignorar

Revisado por

Dermatologia Graduada pela Unicamp

Especialista do Cura Natural

Os 10 Primeiros Sinais de Doença Renal que não Devemos Ignorar. Além disso, a doença renal não é brincadeira. A doença renal crônica é a lenta deterioração da função renal. Ao longo do tempo, a doença renal pode proporcionar a diabetes, pressão arterial elevada, dano nervoso, anemia e ossos fracos. No Brasil, cerca de 26 milhões de pessoas sofrem de doença renal crônica. Cerca de uma pessoa morre a cada minuto por doença relacionada ao rim, às vezes referida como “assassino silencioso”.

Sinais de Doença RenalEmbora estas possam ser algumas estatísticas assustadoras, a detecção precoce da doença renal pode retardar a progressão da doença e prevenir a insuficiência renal. É por isso que é importante estar ciente dos sinais e sintomas de doença renal e seu mau funcionamento.

Os sinais de doença renal podem não apontar diretamente para esse problema e podem até não aparecer que a doença tenha progredido. Converse com seu médico imediatamente caso tenha notado algum dos seguintes sintomas.

  • Perda de apetite,
  • Náuseas,
  • Vômitos,
  • Cansaço,
  • Problemas de sono,
  • Contrações musculares e cólicas,
  • Inchaço nos pés e tornozelos,
  • Coceira persistente e alterações na micção são sinais típicos de doença renal crônica.

Caso suspeite que tenha algum desses sintomas, é importante falar com seu médico. Seu médico pode fazer três exames de sangue e urina para determinar se você tem ou não doença renal crônica.

Caso tenha diabetes (tipo 1 ou 2), hipertensão arterial, próstata aumentada, cálculos renais ou infecções renais constantemente, você possui um maior risco de doença renal crônica. Também é importante estar ciente de que fumar e obesidade são fatores de risco.

Além disso, as populações afro-americanas, nativas americanas e asiáticas-americanas têm uma taxa maior de doença renal crônica e devem pedir aos seus médicos que monitorem atentamente sua função renal.

A dieta DASH pode auxiliar na prevenção a doença renal crônica. DASH significa “Abordagens dietéticas para parar a hipertensão” e está focada em frutas e vegetais frescos e lácteos com baixo teor de gordura.

A recomendação vem de um estudo de 23 anos realizado pela Escola de Saúde Pública Johns Hopkins Bloomberg. O estudo descobriu que as pessoas que consumiam frequentemente carne vermelha e carnes processadas tinham um risco 22% maior de desenvolver doença renal crônica, enquanto o alto consumo de frutos secos e leguminosas levou a um risco 9% menor.

As pessoas que consumiam frequentemente produtos lácteos com baixo teor de gordura eram 16% menos propensas a desenvolver doença renal crônica.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *