Alergia Alimentar – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos

Revisado por

Bioquímica Farmacêutica pela USP

Especialista do Cura Natural

Alergia Alimentar – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos
4.6 (92.9%) 31 votes

Alergia Alimentar – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos nesse artigo, você vai tirar todas suas dúvidas sobre essa doença. Além disso, a alergia alimentar é uma reação de alergia, que pode manifestar-se em diferentes parte do corpo como pele, mãos, pés, boca, olhos e nariz, causando sintomas como vermelhidão, Coceira e bolhas vermelhas na pele, inchaço nos olhos, boca e língua, podendo as vezes causar sintomas mais graves como dificuldade em respirar com chiado.

Os sintomas podem surgir até 2 horas depois da ingestão do alimento, e o tratamento da alergia pode ser feito com anti-histamínicos como a Loratadina, por exemplo. A alergia alimentar trata-se de uma reação inflamatória a uma substância presente no alimento.

Bebida ao aditivo alimentar ingerido, sendo importante ir no pronto socorro ou chamar o SAMU logo que os primeiros sintomas surgem, pois a alergia pode evoluir para uma reação alérgica grave também conhecida como choque anafilático.

O que é Alergia Alimentar?

alergias alimentares consistem em uma resposta do sistema imunológico a um alimento desagradável. O corpo sente que uma proteína em um determinado alimento pode ser prejudicial e desencadeia uma resposta do sistema imunológico, produzindo histamina para se proteger.

O corpo “lembra” disto e quando esse alimento entra no seu organismo novamente, a resposta de histamina é desencadeada mais facilmente.

O diagnóstico de alergias alimentares pode ser problemático porque as reações não alérgicas, tais como intolerâncias alimentares, são frequentemente confundidas com sintomas de alergia alimentar.

A intolerância derivada de um mecanismo imunológico é tratada como uma alergia alimentar e a forma não imunológica é denominada intolerância alimentar. Alergias alimentares e intolerâncias são muitas vezes ligados, mas há uma clara diferença entre as duas condições.

Uma alergia alimentar vem de uma reação do alérgeno-anticorpo específico imunoglobulina E, que é encontrado na corrente sanguínea. Também são possíveis alergias alimentares não mediadas por IgE. Isso acontece quando alguém é exposto a um alimento que causa sinais e sintomas de uma alergia, como a dermatite de contato alérgica.

A intolerância alimentar é uma reação adversa a alimentos ou componentes alimentares, mas não acontece devido a mecanismos imunológicos.

Causas da Alergia Alimentar:

A função de nosso sistema imunológico é defender o corpo de substâncias possivelmente nocivas, como bactérias, vírus e toxinas. Em algumas pessoas, a resposta imunológica é desencadeada por uma substância que costuma ser inofensiva, como um alimento específico. Quando isso acontece, ocorre uma reação indesejável no corpo que chamamos de alergia alimentar.

A causa das alergias alimentares está relacionada à produção de um tipo de substância pelo organismo, chamada de anticorpos imunoglobulina E (IgE), que provoca alergias a um alimento específico.

Embora muitas pessoas apresentem intolerância a alimentos, as alergias alimentares são bem menos comuns. Em uma alergia alimentar real, o sistema imunológico produz anticorpos e histamina em resposta a um alimento específico. Isso não acontece com pessoas intolerantes, por exemplo, que despertam sintomas em decorrência da ingestão de determinado alimento, mas não correm risco de vida por causa disso.

Principais Sintomas da Alergia Alimentar:

Os principais sintomas da alergia alimentar podem surgir até 2 horas depois da ingestão do alimento, bebida ao aditivo alimentar, e geralmente incluem:

  • Coceira e vermelhidão na pele;
  • Placas avermelhadas e inchadas na pele;
  • Inchaço nos lábios, língua, orelhas ou olhos;
  • Aftas;
  • Nariz entupido e escorrendo;
  • Sensação de desconforto na garganta;
  • Falta de ar e dificuldade em respirar;
  • Dor abdominal e excesso de gases;
  • Vômito, diarreia ou prisão de ventre;
  • Ardor e queimação ao evacuar.

Tratamento da Alergia Alimentar:

O tratamento para a alergia alimentar depende da gravidade dos sintomas apresentados que podem variar de pessoa para pessoa, sendo porém este geralmente feito com remédios anti-histamínicos como Allegra ou Loratadina ou com corticoides como a Betametasona, que servem para aliviar e tratar os sintomas da alergia. Para saber mais sobre como é feito o tratamento da alergia alimentar clique aqui.

Além disso, nos casos mais graves onde ocorre choque anafilático e falta de ar, o tratamento é feito com a injeção de adrenalina, podendo também ser necessário o uso de uma máscara de oxigênio para ajudar na respiração.

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Byanca Stefany

Sou graduada em Ciências Farmaceuticas pela Universidade Federal do Piaui (UFPI), com pós graduação em Fármaco e Medicamentos pela Universidade de São Paulo (USP) mestrado também pela Universidade de São Paulo (USP) na área de Tecnologia Bioquímica Farmacêutica e Doutoranda pela Universidade de São Paulo (USP) na área de Farmácia Fisiopatologista e Toxicologia. Atualmente Trabalho na área de Análise Clinicas, e tambèm atuo no Instituto de Pesquisa de Ciência, tecnologia e Qualidade (ICTQ) e exerço a função de Editor no site "Dicas de Saúde".

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *