Aerofagia – O que é, Causas e Tratamentos

Revisado por

Nutrição - CRN6-MA 16199

Aerofagia – O que é, Causas e Tratamentos que devemos conhecer. Além disso, é normal que sejam ingeridas pequenas quantidades de ar enquanto você fala ou come. Mas quando uma quantidade excessiva de ar é engolida, sem seguir pelas vias áreas, acumulando no sistema gastrointestinal, ocorre o distúrbio chamado de Aerofagia.

O ar em excesso fica alojado no estômago e no esôfago e causa alguns sintomas desagradáveis, como flatulência, distensão e dor abdominal e eructações (arrotos).

Causas da Aerofagia:

As pessoas que comem de forma rápida ou com ansiedade têm tendência para ingerir grandes quantidades de ar.

A Aerofagia é muito frequente em pessoas com problemas de nervos, de prisão de ventre, com o fato de não se mastigar bem os alimentos, com a ingestão de hidratos de carbono refinados, alimentos ricos em fibra, bebidas com gás, alimentos com excesso de picante e até mesmo com a ingestão de alimentos com pouco sal.

Sintomas de Aerofagia:

O ar engolido geralmente vai para o estômago, devido a deglutição de ar, essa pessoa passa a ter constantemente arrotos, que estão relacionados a Aerofagia, porém não são necessariamente causados por ela.

Os sintomas mais comuns são a flatulência, a eliminação constante de gases, a distensão abdominal, dor abdominal, anorexia, isto é, falta de apetite, palpitações cardíacas, tonturas e desordens nervosas emocionais em pessoas com ansiedade, comendo muito rápido.

Como Prevenir a Aerofagia:

Comer lentamente, procurando evitar mastigar os alimentos de boca aberta, não falar enquanto se alimenta, para evitar a entrada de ar, evitar bebidas gaseificadas e chicletes, comer um iogurte após as refeições.

Tratamento da Aerofagia:

Não existe tratamento que foque especificamente na Aerofagia, porém se os sintomas aparecerem de uma maneira desagradável, pode-se usar medicamentos antigases, eles irão aliviar momentaneamente o problema. O ideal é consultar um médico.

Lembre-se que a Aerofagia está ligada a intolerância a lactose e ao refluxo, então, fique atento: se os sintomas persistirem, pode ser que algo está errado com a sua alimentação ou com o organismo.

Essas medidas simples reduzem a quantidade de ar engolido e ainda melhoram a qualidade da sua digestão, que começa na boca.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *