Vaginismo – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos

Revisado por

Nutrição - CRN6-MA 16199

Vaginismo – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos desta condição. Além disso, o Vaginismo é uma condição única que pode resultar de uma combinação tanto de causas físicas quanto não-físicas, ou pode não ter causa perceptível.

vaginismo

Muitas mulheres são pegas de surpresa pelo Vaginismo; contrações inexplicáveis, desconforto, dor e problemas de penetração são inesperadamente vivenciados durante as tentativas de relações sexuais.

A dor resulta da contração dos músculos ao redor da vagina (músculos PC). Uma vez que isso ocorre sem a intenção consciente ou o controle da mulher, isso pode deixá-la muito perplexa.

A saúde da mulher é algo delicado e ao mesmo tempo difícil de se lidar. Por se tratar de um tipo de pessoa que tem a função reprodutora mais importante e diversos fatores sociais que podem corroborar para que determinadas doenças apareçam, falar sobre a saúde da mulher ainda nos dias de hoje pode ser algo complicado.

É claro que não podemos afirmar que o tratamento médico com as mulheres é o mesmo de 40 ou 50 anos atrás, mas isso não significa que alguns fatores ainda contribuam para que doenças como o Vaginismo apareçam.

O que é Vaginismo?

O Vaginismo é um distúrbio da sexualidade feminina, extremamente raro, que pode chegar a impedir por completo a relação sexual.

É descrita como uma síndrome psicofisiológica que apresenta como característica fundamental a contração involuntária, recorrente ou persistente da musculatura do períneo adjacente ao terço inferior da vagina, quando tentada, prevista ou imaginada a penetração vaginal com pênis, dedo, tampão ou especulo.

Causas do Vaginismo:

É importante diferenciar o Vaginismo de outras dores que podem ocorrer antes, durante ou depois da relação sexual, as chamadas dispareunias. Existem inúmeras causas de dispareunias, como infecções, atrofia, mal formações, falta de lubrificação, problemas urinários, intestinais e ginecológicos.

O Vaginismo pode ser um dos diagnósticos já que, muitas vezes, ocorre sobreposição entre eles. O problema pode ser dividido conforme a época do aparecimento, em primário quando ocorre desde o inicio da vida sexual e secundário quando acontece depois de um período de relações normal.

As causas do Vaginismo ainda não são bem conhecidas, provavelmente multifatoriais. O Vaginismo primário está mais relacionado a um mecanismo psicossomático e, o secundário, a uma experiência negativa real ou imaginaria.

Independentemente da causa, ela funciona como um ciclo: medo da dor, ansiedade, contração e dor. Por ser multifatorial, é impossível focar apenas nas causas psicológicas ou só nas orgânicas.

Sintomas do Vaginismo:

Sentir dor durante as relações sexuais é, normalmente, um dos primeiros sinais do Vaginismo. Essa dor ocorre, na maior parte dos casos, somente com a penetração. Ela geralmente se esvaece após a retirada do pênis, mas não sempre.

As mulheres que sofrem dessa disfunção descrevem a dor como uma sensação de rasgação ou então a sensação de que o pênis está “batendo contra uma parede”.

Muitas mulheres também sentem desconforto quando inserem absorventes internos ou então durante um exame interno.

Confira abaixo uma lista com os principais Sintomas do Vaginismo:

  • Ardência ou latejamento com estreitamento da abertura vaginal durante o sexo.
  • Penetração difícil ou impossível.
  • dor na entrada vaginal.
  • Inserção desconfortável do pênis.
  • Desconforto sexual frequente ou dor após o parto.
  • Espasmos involuntários em outros grupos musculares (pernas, parte inferior das costas etc.).
  • Prender a respiração involuntariamente durante a penetração.
  • Evitar relações sexuais devido à dor e/ou fracasso.

Diagnóstico do Vaginismo:

O médico verifica se é realmente um caso de Vaginismo examinando a paciente. Diferentes explorações podem eliminar outras doenças, como infecções e frigidez. Ao contrário da frigidez, com esta condição a mulher ainda tem orgasmo durante a excitação do clitóris.

O profissional de saúde também tenta buscar várias informações que podem explicar a origem da doença. Ele pode solicitar informações sobre a paciente, seu parceiro ou suas respectivas famílias.

causas do vaginismo

Tratamentos Para Vaginismo:

O ciclo da dor causado pelo Vaginismo tende a piorar com o tempo, sendo necessário o tratamento médico para resolver a situação. Como se trata de uma disfunção espontânea a mulher normalmente não consegue resolver o problema sozinha apenas porque quer.

O tratamento do Vaginismo geralmente é bem sucedido e resulta na recuperação completa da paciente. A técnica não é invasiva, assim não será preciso à realização de procedimento cirúrgico, hipnose ou qualquer método complexo.

O tratamento consiste em:

  • Exercícios de controle do assoalho pélvico,
  • Exercícios de inserção ou dilatação;
  • Métodos para eliminar a dor;
  • Exercícios para expressar os sentimentos e resolver problemas emocionais;

O processo do tratamento geralmente permite a paciente que conclua a execução em casa, desse modo ela poderá fazer os exercícios no seu tempo e terá toda a privacidade para isso.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *