Hipoglicemia – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos

Revisado por

Nutrição - CRN6-MA 16199

Hipoglicemia – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos desta condição. Além disso, a Hipoglicemia não é uma doença, mas uma condição que ocorre quando a taxa de glicose no sangue diminui para valores inferiores ao normal, ou seja, caracterizada pelos níveis baixos de glicose no sangue.

hipoglicemia

Com a diminuição da glicose, as células cerebrais carecem de energia. Assim, as demais células do corpo conseguem obtê-la através da quebra de gorduras e proteínas que estão armazenadas.

O que é Hipoglicemia?

A Hipoglicemia é conhecida como um distúrbio que é provocado pela concentração de glicose no sangue, que no caso seria o açúcar e isso pode afetar as pessoas que são ou não, portadoras do diabetes.

A doença é considerada um dos efeitos colaterais da diabetes, mas outros fatores também contribuem para o desencadeamento da mesma. Lembrando que a Hipoglicemia não é uma doença e sim um indicador de que algo pode estar errado.

Causas da Hipoglicemia:

Muitos cenários podem levar a causas para que uma pessoa desenvolva Hipoglicemia, principalmente a de jejum, mas para entender melhor esse distúrbio é bom saber exatamente como funciona a regulação de açúcar em nosso sangue.

Durante a digestão, o corpo absorve nutrientes de tudo o que comemos. Alimentos como arroz, pães, massas, vegetais, frutas e derivados do leite são muito ricos em carboidratos, que são convertidos pelo nosso corpo em várias moléculas de açúcar.

Uma dessas moléculas é a glicose, que é também a nossa principal fonte de energia. Na digestão, a glicose entra na corrente sanguínea e se espalha por todo o organismo, entrando nas células e conferindo ao nosso corpo a energia de que precisa.

Só que isso não seria possível sem a insulina, um hormônio produzido pelo pâncreas e que é responsável pela regulação de açúcar no sangue. Quando comemos, a taxa de glicose em nosso sangue aumenta instantaneamente.

Por essa razão, a insulina está sempre alerta e pronta para agir imediatamente após a digestão. Ela ajuda as células a absorver glicose e, assim, mantém os níveis de açúcar no sangue estáveis e dentro da faixa considerada normal, que varia entre 70 e 100 mg/dL.

Sintomas da Hipoglicemia:

Os Sintomas de Hipoglicemia estão associados ao sofrimento celular. Para casos em que a glicemia cai para menos de 60 mg/ dL, os sintomas mais comuns são:

  • Suores e tremores;
  • Dores de cabeça;
  • Taquicardia (coração acelerado);
  • Fome;
  • Calor;
  • Nervosismo;
  • Formigamento ao redor da boca.

Nas situações em que a hipoglicemia é mais severa e a taxa de açúcar no sangue cai para menos que 55 mg/dL, as células do cérebro começam a ficar sem energia. Nesses casos, os Sintomas da Hipoglicemia são:

  • Perda de coordenação motora;
  • Perda da capacidade de raciocínio;
  • Alterações visuais;
  • Alterações de comportamento;
  • Convulsões e coma.

Tratamentos Para Hipoglicemia:

Os Tratamentos Para Hipoglicemia consistem na pessoa ingerir alimentos de carboidratos simples, como por exemplo: uma colher de sopa de açúcar dissolvida em água, refrigerante comum, um pouco de chocolate ou mel, pois são alimentos que fornecem energia e elevam a insulina rapidamente, tirando a pessoa do estado de hipoglicemia.

Caso a pessoa não apresenta uma melhora em questão de até 15 minutos, consuma mais carboidratos simples novamente. Após essa normalização da glicose no sangue, o recomendado é consumir a próxima refeição mais rapidamente, para não deixar o corpo entrar em estado de Hipoglicemia novamente.

Nos casos graves, como convulsão e inconsciência, a recomendação é de não dar comida ou bebida para a pessoa, e sim chamar a ambulância e levar ao hospital mais próximo.

Lá no hospital, os médicos poderão avaliar qual será a medicação adequada, geralmente, a indicação é injetar uma substância chamada Glucagon, que tem por função estimular o fígado a liberar a glicose armazenada no sangue.

causas da hipoglicemia

Prevenção da Hipoglicemia:

Entre as formas de Prevenção da Hipoglicemia, principalmente quem tem a diabetes, estão:

  • Controlar os níveis de glicose.
  • Manter hábitos saudáveis.
  • Evitar períodos prolongados em jejum, fazendo intervalos regulares entre as refeições.
  • Não ingerir bebidas alcoólicas em excesso.
  • Nunca fazer exercícios físicos com o estômago vazio.
  • Após as atividades físicas, repor as perdas de calorias e carboidratos, comendo uma fruta, por exemplo.

No caso de Hipoglicemia reativa, evitar a ingestão de carboidratos simples,como: açúcar branco, farinha branca, doces, etc., e dar preferência a carboidratos complexos (arroz integral, farinha integral) ou associação de carboidratos com gorduras ou proteínas (pão com manteiga e não pão puro), pois eles demoram mais para serem absorvidos.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *