Cólera – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos

Revisado por

Nutrição - CRN6-MA 16199

Cólera – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos que todos devemos saber. Além disso, a  Cólera é um quadro de diarreia aguda provocada por determinadas cepas da bactéria Víbrio cholerae produtoras de enterotoxinas virulentas. Essas toxinas são capazes de alterar o funcionamento dos intestinos, provocando grande perda de água e de eletróticos, tais como bicarbonato, sódio, cloro e potássio.

A Cólera costuma ser adquirida através do consumo de água contaminada, e a sua diarreia, nos casos graves, é muito mais intensa do que os quadros de diarreia que a maioria das pessoas costuma ter de tempos em tempos.

Na Cólera, a quantidade de líquido perdida nas fezes é tão grande e ocorre em espaço de tempo tão curto, que se o paciente não receber tratamento em tempo hábil, ele pode desenvolver um quadro de desidratação grave e choque hipovolêmico em apenas 12 a 24 horas.

O que é Cólera?

A Cólera é uma infecção intestinal causada pela Víbrio cholerae, bactéria que costuma viver na água. Seus principais sintomas são diarreia e vômitos que podem levar à desidratação. Muito conhecida pelas epidemias entre 1817 e 1923, a ela é uma doença que ainda se encontra muito presente nos dias de hoje. No Brasil, a doença reapareceu em 1991, em especial na região da Amazônia, no entanto os casos tem se tornado mais escassos com o tempo.

No mundo, a doença é responsável por entre 28 mil e 142 mil mortes todos os anos. Em alguns países, a Cólera é endêmica e poucas medidas são tomadas para combatê-la. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), há de 1,4 a 4,3 milhões de casos globalmente.

Principais Causas da Cólera:

Uma bactéria chamada Víbrio cholerae é a responsável por causar a infecção de Cólera. Essa bactéria, conhecida popularmente como Vibrião colérica, libera uma toxina chamada CTX, que se liga às paredes intestinais, onde ela interfere diretamente no fluxo normal de sódio e cloreto do organismo. Essa alteração faz com que o corpo secrete grandes quantidades de água, levando à diarreia e a uma rápida perda de fluidos e de sais importantes, os chamados eletrólitos.

A transmissão de Cólera é fecal-oral e se dá basicamente por meio de água e alimentos contaminados pelas fezes ou pela manipulação de alimentos por pessoas infectadas. A infecção pela bactéria costuma acontecer após uma pessoa consumir água, frutos do mar, frutas e legumes crus e alguns grãos contaminados, como arroz e milho, por exemplo.

Sintomas de Cólera:

A maioria das pessoas expostas à bactéria causadora da Cólera não manifesta sintomas e às vezes nem sabe que está infectada. Esses casos são chamados de assintomáticos. No entanto, mesmo quem não manifesta os sintomas da doença pode infectar outras pessoas. Isso acontece porque a pessoa infectada continua excretando bactérias em suas fezes durante uma a duas semanas.

Os Sintomas da Cólera Podem Incluir:

  • Irritabilidade;
  • Letargia;
  • Olhos encovados;
  • Boca seca;
  • Sede excessiva;
  • Pele seca e enrugada;
  • Pouca ou nenhuma produção de urina;
  • Pressão arterial baixa;
  • Arritmia cardíaca;
  • Desequilíbrio eletrolítico.

Tratamento da Cólera:

O tratamento básico consiste na administração de fluidos perdidos com uma solução de reidratação oral (solução de sal, açúcar e água). Em casos mais graves, a reidratação deve ser feita por via intravenosa juntamente com a administração de antibióticos.

Existem vacinas (Dukarol e Shanchol) que podem ser utilizadas em áreas endêmicas para diminuir a possibilidade de pegar a doença. É muito importante que o indivíduo doente seja tratado logo para que o quadro não se agrave e o indivíduo venha a falecer.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *