Esquizofrenia – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos

Revisado por

Nutrição - CRN6-MA 16199

Esquizofrenia – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos
4.3 (86.67%) 3 vote[s]

Esquizofrenia – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos deste distúrbio. Além disso, a Esquizofrenia é uma desordem cerebral crônica, grave e incapacitante, que afeta em torno de 1% da população. Pessoas com Esquizofrenia podem escutar vozes e acreditar que outros estão lendo e controlando seus pensamentos ou conspirando para prejudicá-las.

esquizofrenia

Essas experiências são aterrorizantes e podem causar medo, recolhimento ou agitação extrema. Uma das doenças que atinge de forma muito intensa não só a pessoa, mas quem convive em volta dela, é a Esquizofrenia, que muitas vezes é incompreendida e alvo de comentários maldosos.

Para entender melhor como lidar com uma pessoa que sofre da doença, quais são suas causas e como são feitos os tratamentos, primeiramente precisamos entender o que é este distúrbio.

O que é Esquizofrenia:

A Esquizofrenia é um problema mental, uma psicose crônica ou recorrente encontrada principalmente nos jovens adultos que pode causar deterioração da capacidade funcional a longo prazo.Etimologicamente, esquizo vem do grego e significa separação, e frenia, estado de espírito.

Eugen Bleuler, um psiquiatra suíço nomeou a doença caracterizada por uma dissociação mental com transformação da personalidade. A psicose é uma ruptura na realidade que se manifesta através de uma combinação de delírios, alucinações, comportamento caótico e pensamentos desorganizados / incoerentes.

Outras doenças podem tem como característica a psicose e deve ser descartado antes de se fazer o diagnóstico desta condição.

Causas da Esquizofrenia:

A causa exata do distúrbio ainda é desconhecida, no entanto, sabe-se que o seu desenvolvimento é influenciado tanto pela genética, já que há maior risco dentro de uma mesma família, como por fatores ambientais, que podem incluir uso de drogas como a maconha, infecções virais, pais com idade avançada no momento da gravidez, desnutrição durante a gravidez, complicações no parto, experiências psicológicas negativas ou sofrer abuso físico ou sexual.

Sintomas da Esquizofrenia:

A Esquizofrenia pode ser caracterizada por distúrbios da personalidade, presença de psicose, afastamento social, e também reações emotivas extremas sem nexo (rir após uma notícia de falecimento).

As principais características da doença são: psicose, diminuição ou perda de características normais (reações normais), comprometimento cognitivo e distúrbio afetivo.

A principal manifestação da psicose nos esquizofrênicos é o delírio, seguido da alucinação (auditiva, gustatória, visual, etc). Comportamento caótico e pensamentos desorganizados / incoerentes também estão presentes (sintomas positivos).

Na perda ou diminuição de características normais se refere a perda de capacidade de resposta afetiva (expressões faciais), expressão verbal, motivação pessoal, o prazer, contato social ou a atenção para o ambiente em que vivemos (sintomas negativos).

O comprometimento cognitivo afeta a atenção, memória, linguagem e execução de tarefas, podendo afetar o desempenho escolar e profissional.Na ocasião de seus distúrbios negativos, o doente se fecha no seu próprio mundo e corta relações com o mundo exterior.

Diagnóstico da Esquizofrenia:

Nos dias de hoje não há exames capazes de diagnosticar o distúrbio, porém há exames como tomografias, ressonância magnética, e exames de sangue que auxiliam no descarte de doenças cujo sintomas são parecidos.

Para poder identificar a doença é necessário que o paciente passe por consulta com um psiquiatra onde este responderá diversas perguntas, além disso é importante que os familiares estejam presentes para melhor diagnóstico.

Tratamentos da Esquizofrenia:

Uma vez que a causa da Esquizofrenia ainda é desconhecida, os tratamentos atuais focalizam na eliminação dos sintomas da doença. Os tratamentos para Esquizofrenia incluem medicamentos antipsicóticos e tratamento psicossocial.

Os tratamentos disponíveis podem aliviar muitos dos sintomas da Esquizofrenia, porém a maioria da pessoas com Esquizofrenia deve ter que enfrentar alguns sintomas residuais pela vida toda.

Apesar disso, hoje em dia muitas pessoas com este distúrbio conseguem levar vidas construtivas em suas comunidades. Pesquisas estão desenvolvendo medicamentos mais eficientes e procurando entender as causas da Esquizofrenia para achar formas de prevenção e tratamento.

causas da esquizofrenia

Como Prevenir a Esquizofrenia?

Após o diagnóstico, os sintomas podem ser prevenidos por meio do uso correto da medicação. O paciente deve tomar os medicamentos prescritos exatamente como o médico recomendou. Os sintomas retornarão caso a medicação seja interrompido.

É importante que o paciente sempre converse com o médico, principalmente se estiver pensando em mudar ou interromper o uso dos medicamentos. Fazer visitas regulares ao médico e ao terapeuta são medidas essenciais para se prevenir a recorrência dos sintomas.

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Ana Karolynne Goncalve

Sou graduada no curso de Nutrição pela Universidade Federal do Maranhão(UFMA), CRN6-MA 16199, com Mestrado na área da Nutrição Clínica com relação ao metabolismo, prática e terapia nutricional, realizado também na Universidade Federal do Maranhão(UFMA), Atualmente trabalho no campo de pesquisa sobre a Qualidade e Inovação em Alimentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *