Neuropatia Diabética – Causas, Sintomas e Tratamentos

Revisado por

Nutrição - CRN6-MA 16199

Neuropatia Diabética – Causas, Sintomas e Tratamentos
4.7 (93.33%) 3 vote[s]

Neuropatia Diabética – Causas, Sintomas e Tratamentos que todos devemos saber. Além disso, o Neuropatia Diabética a neuropatia é a complicação crônica mais comum e mais incapacitante do diabetes. Ela é responsável por cerca de dois terços das amputações não-traumáticas (que não são causadas por acidentes e fatores externos).

Essa complicação pode ser silenciosa e avançar lentamente, confundindo-se com outras doenças. Portanto, embora ela queira esconder-se de você, é importante conhecer melhor a Neuropatia Diabética e se prevenir, para ter uma vida longa e plena.

O que é Neuropatia Diabética:

Neuropatia Diabética é um distúrbio nervoso causado pelo diabetes. Pessoas com a doença podem, com o passar do tempo, sofrer danos nos nervos ao longo do corpo. Algumas pessoas podem não ter qualquer sintoma, outras podem experimentar dor, formigamento ou perda de sensibilidade principalmente nas mãos, braços, pés e pernas. No entanto, esses problemas também podem ocorrer no sistema digestivo, coração e órgãos reprodutores.

Causas da Neuropatia Diabética:

O controle inadequado da glicose, nível elevado de triglicérides, excesso de peso, tabagismo, pressão alta, o tempo em que você convive com o diabetes e a presença de retinopatia e doença renal (lembra-se delas?) são fatores que favorecem a progressão da Neuropatia Diabética. Tanto as alterações nos vasos sanguíneos quanto as alterações no metabolismo podem causar danos aos nervos periféricos.

A glicemia alta reduz a capacidade de eliminar radicais livres e compromete o metabolismo de várias células, principalmente dos neurônios. Os principais sinais são:

  • Dor constante;
  • Sensação de queimadura e ardência;
  • Formigamento;
  • Dor espontânea que surge de repente, sem uma causa aparente;
  • Dor excessiva diante de um estímulo pequeno, por exemplo, uma picada de alfinete;
  • Dor causada por toques que normalmente não seriam dolorosos, como encostar no braço de alguém.

Ao mesmo tempo, em uma segunda etapa dessa complicação, pode haver redução da sensibilidade protetora, como falamos na seção ‘Pés e membros inferiores’. As dores, que antes eram intensas demais mesmo com pouco estímulo, passam a ser menores do que deveriam. Daí o risco de haver uma queimadura e você não perceber em tempo.

Sintomas de Neuropatia Diabética:

Os sintomas da Neuropatia Diabética variam. Adormecimentos e formigamento nos pés são freqüentemente o primeiro sinal. Algumas pessoas não notam nenhum sintoma, enquanto outras são severamente incomodadas. A Neuropatia Diabética pode causar dor e insensibilidade na mesma pessoa.

Freqüentemente, no princípio os sintomas são leves e acontecem em um período longo de tempo. Casos moderados podem passar despercebidos por muito tempo. Em algumas pessoas, principalmente nas atingidas por Neuropatia Diabética, o começo da dor pode ser súbito e severo.

Tratamento de Neuropatia Diabética:

A primeira etapa do tratamento é deixar os níveis de glicose no sangue dentro dos limites normais. Isso pode envolver a prática de exercícios e o replanejamento das refeições, bem como o uso de medicamentos e insulina.

Os sintomas podem piorar a partir do momento que a glicose comece a ser controlada, mas a manutenção de baixos níveis de glicose no sangue ajuda a diminuir os sintomas. Bom controle da glicose no sangue também pode ajudar a prevenir ou retardar o aparecimento de outros problemas.

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Ana Karolynne Goncalve

Sou graduada no curso de Nutrição pela Universidade Federal do Maranhão(UFMA), CRN6-MA 16199, com Mestrado na área da Nutrição Clínica com relação ao metabolismo, prática e terapia nutricional, realizado também na Universidade Federal do Maranhão(UFMA), Atualmente trabalho no campo de pesquisa sobre a Qualidade e Inovação em Alimentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *