Chá de Serpilho – O Que é, Benefícios e Como Usar

Revisado por

Graduado em Ciências da Nutrição!

Especialista do Cura Natural

Chá de Serpilho – O Que é, Benefícios e Como Usar de forma que vai trazer vários beneficios para sua saude. Alem disso, Erva-ursa, planta-ursa, serpão, serpil, falso-tomilho e timo-silvestre. Estes são os possíveis nomes para a serpilho, que tem como nome científico Thymus serpyllum. Trata-se de uma planta medicinal e pertencente à família Lamiaceae.

Cha de Serpilho

Mesmo sendo uma planta pequena, tendo em vista que seu porte não ultrapassa 20 cm de altura, é uma erva com muitas propriedades medicinais.

Sendo assim, a serpilho pode ser utilizada como um remédio natural para tratar diversos problemas de saúde.

Benefícios do Chá de Serpilho:

Esta planta é indicada para tratar problemas relacionados ao sistema respiratório. Desta forma, pode tratar asma, bronquite, coqueluche, tosse e epistaxe. Também pode ser usada para diminuir espasmos e fadiga.

Outras ações benéficas da serpilho estão associadas à diminuição de cãibras no estômago, de distúrbios gástricos e obstipação. Sem contar no tratamento de constipação de crianças de colo e diarreia.

Além destes benefícios, a erva pode ser usada no controle de doenças e problemas que afetam o sistema nervoso.

Assim, utilizando a serpilho é possível tratar epilepsia, queda de cabelo e ainda pode tonificar os nervos. Então, confira a receita do chá de serpilho.

Chá de Serpilho:

Ingredientes:

  • 50 g das folhas de serpilho;
  • 1 litro de água filtrada;

Modo de Preparo:

  • Primeiro, amasse as folhas.
  • Depois despeje este conteúdo na água e coloque para ferver.
  • Após o processo de ebulição, espere esfriar e a solução estará pronta para ser utilizada.

Existem várias formas de aplicar esta decocção no tratamento dos problemas de saúde, são elas: gargarejo, banho geral, compressa, loção, irrigação vaginal, colutório, limpeza local, fricção capilar ou inalação.

Efeitos Colaterais:

É fundamental ter muito cuidado ao utilizar o serpilho, pois o óleo essencial presente na planta pode ser neurotóxico e abortivo, além de causar dermatite de contato.

Esta planta é contraindicada durante o período da menstruação, para lactantes, crianças menores de 6 anos e indivíduos que tenham alergias respiratórias e a óleos essenciais.

O serpilho também não é indicado para pessoas que sofram com gastrite, úlcera gastroduodenal, síndrome do intestino irritado, colite ulcerosa, enfermidade de Crohn, hepatopatia, Parkinson ou outras doenças neurológicas.

Lembre-se que todo e qualquer medicamente, inclusive o natural, apenas deve ser utilizado sob orientação de um profissional de confiança.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *