Chá de Pinhão de Purga – O que é, Benefícios e Como Usar

Revisado por

Graduado em Ciências da Nutrição!

Especialista do Cura Natural

Chá de Pinhão de Purga – O que é, Benefícios e Como Usar
4.8 (95.29%) 17 vote[s]

Chá de Pinhão de Purga – O que é, Benefícios e Como Usar as propriedades do chá que é rico em vários nutrientes. Alem disso, o pinhão de purga é uma planta que pertence à família das Euphorbiaceae. Ela é nativa das Américas Central e Meridional, porém, também se desenvolve na Índia e África Ocidental.

cha de pinhao de purga

Além de ser usada como ingrediente na composição de vernizes, lubrificantes e saboaria, a planta também tem propriedades medicinais.

Conhecida por ser um arbusto de pequeno porte, podendo chegar a medir até quatro metros de altura, o pinhão de purga possui um tronco verde claro, liso e com escamas.

As folhas estão dispostas de forma alternada, quanto as flores, elas aparecem em cachos e os frutos em formato de cápsula.

Benefícios do Pinhão de Purga:

A espécie tem utilização medicinal difundida pelas populações de vilarejos localizados em áreas afastadas da cidade.

Ela faz parte da farmacopeia homeopática. Devido a substâncias específicas, a planta pode ser usada no processo de tratamento e cura de algumas doenças.

O pinhão de purga possui efeito purgativo e soluciona casos de hemorragia. A seiva da planta, ou látex, como também é conhecido, pode ser usado para tratar feridas, acelerando a cicatrização. O tratamento com essa planta também pode ser indicado para crianças.

Chá de Pinhão de Purga:

Na medicina natural as partes da planta que podem ser usadas com o propósito de tratar ou curar algumas das doenças mencionadas acima são as folhas, sementes e raiz.

Porém, a forma mais usual é o chá. Para preparar a receita, basta prestar atenção as indicações a seguir.

Para preparar 200 ml de chá, separe essa quantidade de água filtrada e uma colher (de sopa) da erva seca. Coloque a água para ferver em um recipiente com tampa.

Assim que começar a borbulhar, desligue o fogo e acrescente a erva. Deixe descansar por 10 minutos.

Passado esse tempo, use uma peneira para separar a erva do líquido e já pode ingerir a bebida. A indicação é que o consumo não ultrapasse as três doses diárias.

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Rafael Cardoso

Com mais de 5 anos de experiência, Rafael Almeida é Graduado em Ciências da Nutrição pela Universidade Ceuma desde 2012. Atua em Atendimento Clínico-Nutricional, com foco no bem estar e qualidade de vida do paciente, através da reeducação alimentar e acompanhamento nutricional, com planos alimentares personalizados, de acordo com o objetivo e avaliação clínica individual, comprometido com o sucesso do tratamento de seus pacientes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *