Chá de Marcela do Campo – O que é, Benefícios e Como Usar

Revisado por

Dr. Valeria Carneiro Graduada em Ginecologia e Obstetrícia!

Especialista do Cura Natural

Chá de Marcela do Campo – O que é, Benefícios e Como Usar
4.7 (93.85%) 13 vote[s]

Chá de Marcela do Campo – O que é, Benefícios e Como Usar. Além disso, Chá de Marcela do campo possui propriedades valiosas para saúde. Além de tudo, Popularmente conhecida como Erva-dos-soldados, Camomila nacional, Milefólio, Marcela do campo e Milfolhada, a marcela é amplamente utilizada na medicina natural como calmante caseiro. Como características de estrutura, esta planta da família das asteraceae tem formato de arbusto e dela surgem pequenas flores amareladas, surgindo uma vez ao ano, geralmente em locais quentes, e chegando a atingir até 50 cm de altura.

As folhas do chá de marcela do campo são alongadas e, assim como suas flores, também possuem cor amarelada. Esta planta, que é originária da América do Sul, pode ser encontrada comumente em beiras de estrada, pastagens ou terrenos baldios devido à sua condição de planta naturalmente invasora.

Benefícios do Chá de Marcela do Campo:

Para quem precisar diminuir a retenção de líquidos, o chá de marcela do campo é uma boa opção de bebida diurética natural. Além disso, a marcela do campo age sobre as bactérias da úlcera e o óleo essencial liberado pelas folhas ajuda a lubrificar a ferida para aliviar a dor. Confira alguns dos benefícios do Chá de Marcela do Campo:

  • Alivio do estresse e da ansiedade;
  • Reduz a queda dos fios de cabelo;
  • Reduz as cólicas intestinais;
  • Regula a menstruação;
  • Combate a diarreia, disenteria;
  • Combate a azia e dores de estomago;
  • Controla as contrações musculares bruscas;
  • Melhora a digestão;
  • Combate as disfunções e perturbações gástricas;
  • Ajuda no tratamento de epilepsia, cefalalgia, reumatismo e impotência;
  • Reduz a retenção líquida.

Usos do Chá de Marcela do Campo:

Para cada xícara de água, misture 10g de flores secas e ferva. Beba o chá de 3 a 4 vezes por dia.

Graças à ação dos flavonoides, presentes em grandes quantidades nessa planta marcela do campo, combinado ao efeito de ésteres (álcool) e saponinas, a marcela do campo tem efeito antiviral, antiespasmódico, antisséptico, anti-inflamatório, calmante, tônico, adstringente, entre outros.

Para quem precisar diminuir a retenção de líquidos, o chá feito com as flores dessa planta é uma boa opção de bebida diurética natural. Além disso, a planta age sobre as bactérias da úlcera e o óleo essencial liberado pelas folhas ajuda a lubrificar a ferida para aliviar a dor.

Como Preparar o Chá de Marcela do Campo:

Para cada xícara de água, misture 10g de flores secas e ferva. Beba o chá de 3 a 4 vezes por dia.

Contraindicações do Chá de Marcela do Campo:

Pessoas que estejam em tratamento de quimioterapia não devem fazer o uso dessa planta jamais, assim como as alérgicas a algum de seus componentes. Por ter efeito hipoglicemiante, diabéticos devem ter cuidado redobrado e sempre serem monitorados caso tomem esse chá.

Pacientes sob efeito de sedativos, analgésicos e barbitúricos também devem ter muita atenção com o uso dessa bebida. Por via das dúvidas, consulte um médico para saber se o chá de marcela do campo é mesmo útil para seu caso.

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Valeria Carneiro

Dr. Valeria Carneiro Graduada na Universidade Federal de Minas Gerais em Medicina Especializada em Ginecologia e Obstetrícia, Pós Graduada no Departamento de Ginecologia na UNIFESP/ EPM a 2 anos, Experiencia clinica em patologias do trato genital feminino e foco em cirurgias ginecológicas como também especialista em partos normais e cirúrgicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *