Chá de Tinge Ovos – O Que é, Benefícios e Como Usar

Revisado por

Graduado em Ciências da Nutrição!

Especialista do Cura Natural

Chá de Tinge Ovos – O Que é, Benefícios e Como Usar
5 (100%) 2 vote[s]

Chá de Tinge Ovos – O Que é, Benefícios e Como Usar todas as suas propriedades dessa planta. Alem disso, dependendo do nome de algumas plantas, muitas parecem que se relacionam a qualquer outra coisa, menos com a medicina natural. Esse é o caso da tinge ovos. Trata-se de uma espécie pertencente à família das Phytolaccaceae.

cha de Tinge Ovos

Seu uso está ligado a resolução de alguns problemas de saúde, sobretudo quando são utilizados seus frutos, raízes e folhas.

A tinge ovos é uma planta herbácea de porte médio, chegando a atingir até dois metros de altura. Ela possui caule em formato cilíndrico, lenhoso na base e carnoso no topo.

Suas folhas possuem formato ovalado, estando dispostas de forma alternada, na cor verde. Já em relação as flores, elas possuem cinco pétalas e podem ser encontradas em três cores principais: branca, rosa e lilás.

Benefícios do Chá de Tinge Ovos:

Como foi dito no início do texto, a planta possui propriedades medicinais, sendo aplicada na resolução de alguns casos de saúde.

Entre os efeitos que estão associados a tinge ovos podem ser destacados o anti-inflamatório, analgésico tópico, purgativo, vomitivo, antirreumático, antiescorbútico, depurativo, drásticos, antissifilíticos, diurético, vulnerário e moluscicido.

Chá de Tinge Ovos:

Para fazer uso de alguns dos benefícios contidos na planta, você pode preparar o chá. No entanto, preste atenção a indicação das partes que vão ser utilizadas.

Como parte da planta é considerada tóxica, para o preparo dos chás, você pode utilizar as folhas e brotos jovens. Então, separe um pequeno punhado desse material e 200 ml de água filtrada.

Coloque a água para ferver em uma vasilha com tampa. Assim que aparecer os primeiros sinais de ebulição, acrescente as partes da planta e desligue o fogo.

Deixe descansar por cerca de 10 minutos. Logo em seguida, basta peneirar e ingerir o chá. A ingestão diária recomendada não deve ultrapassar as duas xícaras. Como sugerido anteriormente, procure o médico para certificar o uso desse tratamento.

Efeitos Colaterais:

Uma dica que deve ser sempre levada em consideração quanto a inserção dessa ou de qualquer outra espécie no tratamento alternativo, vem a partir da indicação ou orientação médico.

Esse cuidado acaba resguardando o paciente sobre alguns problemas relacionados a própria saúde, já que alguns deles podem ser sensíveis a algumas das substâncias da planta ou podem desenvolver alergia.

A dosagem também é um fator de risco, já que o excesso pode estar relacionado a uma série de problemas, desde a não resolução do caso de saúde em questão, até o desencadeamento de outro problema mais sério.

As folhas, sementes e raízes são tóxicas. Os frutos contém toxidade. Em doses elevadas, eles podem provocar vômitos, narcotiza, convulsão, espasmos e, dependendo do caso, leva até a morte do paciente.

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Rafael Cardoso

Com mais de 5 anos de experiência, Rafael Almeida é Graduado em Ciências da Nutrição pela Universidade Ceuma desde 2012. Atua em Atendimento Clínico-Nutricional, com foco no bem estar e qualidade de vida do paciente, através da reeducação alimentar e acompanhamento nutricional, com planos alimentares personalizados, de acordo com o objetivo e avaliação clínica individual, comprometido com o sucesso do tratamento de seus pacientes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *