Chá de Ameixa Seca – Benefícios, Como Usar e Efeitos Colaterais

Revisado por

Dr. Valeria Carneiro Graduada em Ginecologia e Obstetrícia!

Especialista do Cura Natural

Chá de Ameixa Seca – Benefícios, Como Usar e Efeitos Colaterais
4.7 (93.33%) 15 vote[s]

Chá de Ameixa Seca – Benefícios, Como Usar e Efeitos Colaterais que você precisa conhecer. Além disso, a ameixa é uma fruta de baixa caloria, que além de apresentar diversos benefícios para a saúde, também é bastante versátil. As propriedades da fruta podem ser aproveitadas com a ingestão in natura, suco, sobremesas, na versão natural ou desidratada e até mesmo com um chá.

A ameixa é capaz de eliminar excessos e toxinas do organismo. A fruta é rica em proteínas, sódio, potássio, carboidratos, e vitamina A e C, magnésio e vários outros nutrientes.

Benefícios do Chá de Ameixa Seca:

A ameixa seca, especialmente, é muito conhecida devido à sua atuação para reverter ou evitar quadros de prisão de ventre. Rica em fibras, ela ajuda na absorção de gordura e carboidratos e permite a formação mais fácil do bolo fecal. O resultado é que o intestino funciona melhor, eliminando a sensação de acúmulo causada por essa questão intestinal. Confira outros Benefícios do Chá de Ameixa Seca:

  • Ajuda no Emagrecimento;
  • Fonte de vitamina A e C;
  • Combate a Anemia;
  • Aumenta a imunidade;
  • Combate Resfriado;
  • Previne Bronquite;
  • Fortalece Sistema Imunológico;
  • Combate os Radicais Livres;
  • Auxilia no tratamento da Arteriosclerose.

Efeitos Colaterais do Chá de Ameixa Seca:

O chá de ameixa seca podem causar diarreia. A intolerância dietética à frutose é encontrada em muitos indivíduos. Esta condição leva a cólicas abdominais dolorosas e diarreia. A ameixa seca contêm grandes quantidades de açúcar, o que pode desencadear tal problema.

Até mesmo as pessoas que não têm intolerância à frutose na dieta podem ter diarreia ao comer a ameixa seca. O chá de ameixa seca é um laxante natural, pois contêm um composto laxante chamado sorbitol. Assim, uma dose não regulamentada ou comer muitos destes frutos pode facilmente levar à diarreia.

Como Usar o Chá de Ameixa Seca:

O chá de ameixa seca pode ser usada para ajudar na formação do hormônio do bem-estar, a serotonina, melhorando o humor e combatendo a ansiedade.

O chá de ameixa seca ajuda a controlar o colesterol ruim, combater a anemia, regular problemas como bronquite, resfriado, tosse, rouquidão e arteriosclerose.

Rica em fibras, ela ajuda na absorção de gordura e carboidratos e permite a formação mais fácil do bolo fecal. O resultado é que o intestino funciona melhor, eliminando a sensação de acúmulo causada por essa questão intestinal.

Receita de Chá de Ameixa Seca:

INGREDIENTES:

  • 250 ml de água filtrada;
  • 3 ameixas secas.

MODO DE PREPARO:

Retire as sementes das ameixas e coloque a fruta dentro de uma xícara. Amasse bem as ameixas e deixe-as em repouso durante toda a noite. No outro dia misture bem os ingredientes até que forme uma mistura homogênea. Coloque em um recipiente e leve ao fogo até ferver. Depois, desligue o fogo e abafe o recipiente por alguns minutos.

Para que os efeitos do chá seja mais intensificado e melhor aproveitado pelo seu organismo, procure ingerir o chá de ameixa seca em jejum.

A única restrição é evitar dar o chá de ameixa seca para bebês menores de 6 meses, pois nessa fase, o ideal é o consumo exclusivo do leite materno. Pessoas com síndrome do intestino irritável devem evitar o consumo desse chá. Também não se deve consumir o chá em excesso, pois o efeito laxativo pode causar perda de sais minerais e nutrientes.

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Valeria Carneiro

Dr. Valeria Carneiro Graduada na Universidade Federal de Minas Gerais em Medicina Especializada em Ginecologia e Obstetrícia, Pós Graduada no Departamento de Ginecologia na UNIFESP/ EPM a 2 anos, Experiencia clinica em patologias do trato genital feminino e foco em cirurgias ginecológicas como também especialista em partos normais e cirúrgicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *