Chá da Raiz de lótus – O Que é, Benefícios e Como Usar

Revisado por

Nutrição - CRN6-MA 16199

Chá da Raiz de lótus – O Que é, Benefícios e Como Usar
4.9 (97.14%) 7 vote[s]

Chá da Raiz de Lótus – O Que é, Benefícios e Como Usar que você precisa saber. Além disso, a Raiz de Lótus é um rizoma comestível sob a água da planta de lótus. Desde séculos, a Raiz de Lótus tem mantido alta estima nas regiões orientais, especialmente nas culturas chinesa e japonesa. Quase todas as partes da planta: raiz, jovens caules de flores e sementes são utilizadas na culinária. Lotus é uma planta herbácea, planta aquática perene pertencente Nelumbonaceae família.

Nome científico: Nelumbo nucifera. Raiz de Lótus é cultivada como planta anual vegetal de raiz em lagoas personalizadas. Então confira os Benefícios da Raiz de Lótus Para Saúde:

Propriedades do Chá da Raiz de Lótus:

  • Antidiarreica;
  • Antifebrífuga;
  • Antitussígena;
  • Emoliente catarral;
  • Estomacal.

Benefícios do Chá da Raiz de Lótus Para Saúde:

Lótus é uma planta que ajuda a tratar problemas respiratórios, como enfisema pulmonar, pneumonia, gripe, rinite, tosse e catarro pulmonar. Além disso, ela serve para prevenir o sangramento uterino e os suores da menopausa, por isso é uma grande aliada do organismo feminino. Cólera, diarreia, distúrbio estomacal e vômito, são doenças que podem ser tratadas com o uso desta planta no dia a dia.

Como Usar o Chá da Raiz de Lótus:

A parte utilizada para fazer o Chá da Raiz de lótus pode ser aplicada no processo de decocção. Para isso, é preciso amassar 20 g da raiz e colocá-la no fogo junto com duas xícaras de água filtrada.

Espere ferver e após entrar no estado de ebulição, desligue o fogo. Em seguida, tampe o recipiente e deixe em infusão por 10 minutos. Depois do tempo determinado, coe o chá e sirva. A dica de consumo é não ultrapassar três xícaras por dia.

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Ana Karolynne Goncalve

Sou graduada no curso de Nutrição pela Universidade Federal do Maranhão(UFMA), CRN6-MA 16199, com Mestrado na área da Nutrição Clínica com relação ao metabolismo, prática e terapia nutricional, realizado também na Universidade Federal do Maranhão(UFMA), Atualmente trabalho no campo de pesquisa sobre a Qualidade e Inovação em Alimentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *