Blenorragia – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos

Revisado por

Bioquímica Farmacêutica pela USP

Especialista do Cura Natural

Blenorragia – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos
4.7 (93.33%) 15 votes

Blenorragia – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos nesse artigo, você vai tirar todas as suas dúvidas sobre essa doença. Além disso, a blenorragia, também denominada gonorreia ou blenorreia, consiste em uma infecção bacteriana causada pela Neisseria gonorreae: nome escolhido em homenagem ao médico alemão Albert Neisser, que a descobriu em 1879.

É uma doença sexualmente transmissível (DST) cuja principal característica é a secreção de pus pela uretra. O período de incubação é de aproximadamente cinco a nove dias e, enquanto ainda se apresenta assintomática, é bastante contagiosa.

A bactéria penetra pela mucosa da região genital e por lá se aloja. Pode, também, se apresentar na garganta ou reto, em razão de outras práticas sexuais; ou até mesmo em outros locais do corpo, como articulações e pele, via corrente sanguínea, em casos mais raros e, também, mais complicados. Pode desencadear consequências mais sérias, como esterilidade.

Bebês podem ser contaminados no momento do parto normal transmitido pela mãe, apresentando inchaço das pálpebras e secreção purulenta nos olhos. Há possibilidades de o recém-nascido ficar cego, caso não seja tratado.

A maioria das mulheres infectadas não apresenta os sintomas. São eles: corrimento leitoso, dor ao urinar e febre. Dor pélvica pode ocorrer, principalmente durante a relação sexual. Homens têm, como primeiros sintomas, desconforto na região, principalmente ao urinar, e o pênis pode se apresentar inchado. Em ambos, pode ocorrer a liberação de sangue juntamente com a urina e, caso não seja curada, pode causar infertilidade.

Para o tratamento, são utilizados antibióticos e, nos casos mais sérios, a internação pode ser necessária. Parceiros sexuais deverão procurar auxílio médico, a fim de verificar a presença da bactéria. Vale lembrar que a automedicação pode resultar na seleção artificial das bactérias, fortalecendo-as e agravando ainda mais o quadro.

Causas da Blenorragia:

A Blenorragia é causada pela bactéria Neisseria gonorrhoeae, também conhecida como gonococo. Qualquer indivíduo que tenha qualquer prática sexual pode contrair. A infecção pode ser transmitida por contato oral, vaginal ou anal.

A bactéria se prolifera em áreas quentes e úmidas do corpo, incluindo o canal que leva a urina para fora do corpo, a uretra. Pode ser encontrada também no sistema reprodutor feminino, que inclui as tubas uterinas, o útero e o colo do útero.

Existe, ainda, a transmissão de mãe para filho durante o parto ou quando este ainda está dentro do útero. Em bebês, a Blenorragia costuma se manifestar principalmente nos olhos, na forma de conjuntivite grave, mas também pode haver infecção disseminada

Sintomas da Blenorragia:

Na maioria dos casos, a Blenorragia passa desapercebida. Quando há sintomas, alguns são bastante característicos, principalmente na região genital.

Sintomas da Blenorragia no Homem:

No pênis, os sinais mais comuns da Blenorragia são:

  • Dor e ardência ao urinar;
  • Secreção abundante de pus pela uretra;
  • Dor ou inchaço em um dos testículos.

Sintomas da Blenorragia na Mulher:

Já na vagina, os sintomas são:

  • Aumento no corrimento vaginal, que passa a ter cor amarelada e odor desagradável;
  • Dor e ardência ao urinar;
  • Sangramento fora do período menstrual;
  • Dores abdominais;
  • Dor pélvica.

Sintomas Gerais da Blenorragia:

Mas a Blenorragia também pode surgir em outras partes do corpo:

  • Sintomas comuns na região anal são coceira, secreção de pus e sangramentos;
  • Dor, sensibilidade à luz e secreção de pus em um ou nos dois olhos;
  • Dor e dificuldade em engolir, presença de placas amareladas na garganta;
  • Se a bactéria afetar alguma articulação do corpo, esta poderá ficar quente, vermelha, inchada e muito dolorida.

Tratamento da Blenorragia:

O tratamento da blenorragia não é complicado, é feito através de antibióticos durante geralmente uma semana ou apenas com a aplicação de uma injeção, só nos casos da infecção através da corrente sanguínea que é necessária internação para um tratamento mais intenso.

Mesmo o tratamento sendo fácil, com a falta dele pode agravar a doença e também causar problemas nos dois sexos como: infertilidade, infecção renal, meningite, artrite aguda. No homem pode causar epididimite uma inflamação que ocorre na parte de drenagem de cada testículo, e prostatite que é a inflamação da próstata.

Na mulher pode ocorrer partos prematuros, abortamentos, infecção uterina pós parto e também uma inflamação pélvica. Os bebês infectados podem ficar com baixo peso e conjuntivite gonocócica. A melhor forma para se combater a infecção é através de preservativo, boa higiene e visita frequente ao médico.

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Byanca Stefany

Sou graduada em Ciências Farmaceuticas pela Universidade Federal do Piaui (UFPI), com pós graduação em Fármaco e Medicamentos pela Universidade de São Paulo (USP) mestrado também pela Universidade de São Paulo (USP) na área de Tecnologia Bioquímica Farmacêutica e Doutoranda pela Universidade de São Paulo (USP) na área de Farmácia Fisiopatologista e Toxicologia. Atualmente Trabalho na área de Análise Clinicas, e tambèm atuo no Instituto de Pesquisa de Ciência, tecnologia e Qualidade (ICTQ) e exerço a função de Editor no site "Dicas de Saúde".

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *