Torênia – O que é, Plantio e Como Usar

Revisado por

Nutrição e Educação Física pela UFT

Especialista do Cura Natural

Torênia – O que é, Plantio e Como Usar
5 (100%) 3 vote[s]

Torênia – O que é, Plantio e Como Usar essa planta. Além disso, a Torênia é uma planta da família Scrophulariaceae, elas são aparentadas com as dedaleiras e as bocas-de-leão. As flores da Torênia são pequenas, delicadas e suaves, com forma tubular e com uma enorme paleta de cores mesclando tons brancos, roxos, vermelhos e rosados, amarelos, embora os tons arroxeados sejam os mais comuns.

As inflorescências brotam de forma irregular, o que faz com que a Torênia seja perfeita para emoldurar renques, maciços e bordaduras sem que se destaquem apenas as flores ou a folhagem.

Suas folhas costumam ser opostas, de tamanho pequeno, simétricas e glabras, possuindo margens serrilhadas. Sua coloração é de um verde brilhante, bastante chamativo, ainda que contribua de forma secundária para os mais variados tipos de ornamentação.

Atualmente estão disponíveis muitas variedades de Torênia, com portes diferentes, assim como plantas mais densas e outras pendentes.

No paisagismo elas substituem perfeitamente os amores-perfeitos no verão, formando belos e densos maciços e bordaduras. Também podem ser plantadas em vasos e jardineiras, e as variedades pendentes ficam excelentes em cestas suspensas.

Torênia

O que é a Torênia:

Planta herbácea de ciclo curto, com altura em torno de 30 cm, caule ereto e pouco ramificado As folhas são pequenas, ovais e acuminadas, serrilhadas na borda e delicadas.

As flores são tubulares de pétalas arredondadas, onde o tubo é branco com sombra da cor das pétalas, que são em tom mais acentuado em rosa, rosa forte e violeta.

Floresce do final da primavera até o verão. Pode ser cultivada em todas as regiões de clima ameno a mais frio.

Modo de Cultivo da Torênia:

O local de plantio da Torênia deve receber muito sol, para longa e abundante floração.

Plantio da Torênia:

Preparar o canteiro retirando inços e plantas fenecidas, adicionando adubo animal de curral bem curtido, incorporando à terra do canteiro, adicionando também composto orgânico de folhas ou adubo organo-mineral que é completo.

Nivelar e plantar as mudas, abrindo o buraco do tamanho do torrão, acomodando a muda e arrumando a terra ao redor, apertando de leve.

Usar o espaçamento de 20 cm entre plantas e 20 a 30 cm entre linhas. Regar bem após completar o canteiro.

Para vasos ou jardineiras plantar a 15 cm para ter um vaso com mais flores. O ciclo da Torênia é em torno de 70 dias, assim que será preciso ter novas plantas em fase de plantio ou adquirir novas mudas após este período.

Um modo de prolongar a floração de anuais é manter as flores fenecidas sob controle, não permitindo a frutificação. Nesta fase a planta deixa de emitir novas flores para a emissão de frutos e sementes.

Propagação da Torênia:

Para fazer a propagação da Torênia, usar a técnica de sementeiras, preparando o recipiente com terra de cultivo ou composto orgânico e areia, mantendo o substrato úmido até a emergência.

Para melhorar a germinação, colocar a embalagem de sementes adquirida na geladeira por uma semana. Semear e regar, cobrindo com plástico até a emergência.

Quando tiver 6 folhinhas transplantar para saquinhos se a sementeira não for a comercial de alvéolos. Pode ser semeada todo o ano para regiões de clima ameno.

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Alan Costa

Sou nutricionista e Personal Trainer. Me formei pela Universidade Federal do Tocantins em 2002, com registro profissional no CRN-4 nº 1509723, tenho especialização em Nutrição Esportiva, Treinamento Físico e treinos Curto de alta intensidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *