Guillain-Barré – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos

Revisado por

Nutrição e Educação Física pela UFT

Especialista do Cura Natural

Guillain-Barré – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos
4.7 (94.29%) 7 vote[s]

Guillain-Barré – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos que você precisa ficar atento. Além disso, a Síndrome de Guillain-Barré é uma condição autoimune que ocorre quando o sistema imunológico do corpo ataca parte do próprio sistema nervoso enganado. Isso leva à inflamação dos nervos, que provoca fraqueza muscular.

Os sintomas da Síndrome de Guillain-Barré costumam aparecer em até três semanas após uma ligeira infecção, tal como, na gastroenterite e garganta (uma infecção do estômago e do intestino) .

Os primeiros sintomas normalmente começam nos pés e nas mãos antes de se espalhar para os braços e depois às pernas. Inicialmente, os sintomas são:

  • Fraqueza muscular progressiva;
  • Dor, formigamento e dormência;
  • Problemas de coordenação e instabilidade (a não capacidade de andar sem ajuda).

Os músculos faciais e de deglutição tornam-se fracos em mais da metade das pessoas afetadas pela Guillain-Barré, quando estes músculos estão fracos, as pessoas podem engasgar quando estão comendo ou tornam-se desnutridas e desidratadas.

Causas de Guillain-Barré:

Não se conhece a causa específica da síndrome de Guillain-Barré. Entretanto, na maioria dos casos, duas ou três semanas antes, os portadores da Guillain-Barré manifestaram uma doença aguda provocada por vírus (citomegalovírus, Epstein Barr, da gripe e da hepatite, por exemplo) ou bactérias (especialmenteCampylobacter jejuni ).

Há indícios de que possa ocorrer uma correlação entre o aumento de casos da síndrome de Guillain-Barré e a infecção causada pelo Zika virus.

Como a doença não é de notificação compulsória às autoridades públicas de saúde, só aparece depois que o vírus não está mais presente no organismo fica difícil determinar a possível relação entre os dois casos.

Sintomas de Guillain-Barré:

Os sintomas geralmente começam nas duas pernas, depois sobem para os braços, como citamos a cima. Os sintomas incluem fraqueza e uma sensação de formigamento ou perda da sensibilidade. A fraqueza é mais evidente do que a sensibilidade anômala.

Os reflexos diminuem consideravelmente. Em 90% das pessoas com síndrome de Guillain-Barré, a fraqueza é mais grave em 3 semanas.

Se a doença for muito grave, as funções internas controladas pelo sistema nervoso autônomo podem ser afetadas. Por exemplo, a pressão arterial pode flutuar extensamente, o ritmo cardíaco pode ficar anormal, a pessoa pode reter urina e pode ocorrer obstipação grave.

Tratamento Para Guillaun-Barré:

Todos os pacientes diagnosticados com Guillain-Barré devem ficar internados para observação, mesmo os com a doença leve, uma vez que o acometimento dos músculos respiratórios pode ocorrer rapidamente.

O tratamento se baseia em duas terapêuticas:

Imunoglobulinas: injeção de anticorpos contra os auto-anticorpos que estão atacando a bainha de mielina.

Plasmaférese: é uma espécie de hemodiálise na qual é possível filtrar os auto-anticorpos que estão atacando a bainha de mielina.

 

Quem já teve a Síndrome de Guillain-Barré uma vez pode tê-la de novo, mas as recorrências são incomuns, acometendo apenas cerca de 4 a 5% dos pacientes.

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Alan Costa

Sou nutricionista e Personal Trainer. Me formei pela Universidade Federal do Tocantins em 2002, com registro profissional no CRN-4 nº 1509723, tenho especialização em Nutrição Esportiva, Treinamento Físico e treinos Curto de alta intensidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *