Infecção Urinária – O que é, Causas e Tratamentos

Revisado por

Nutrição - CRN6-MA 16199

Infecção Urinária – O que é, Causas e Tratamentos
4.8 (96%) 10 votes

Infecção Urinária – O que é, Causas e Tratamentos que todos devemos conhecer. Além disso, a Infecção Urinária, é um quadro infeccioso que pode ocorrer em qualquer parte do sistema urinário, como rins, bexiga, uretra e ureteres. A Infecção Urinária é o tipo de infecção mais comum na parte inferior do trato urinário, do qual fazem parte a bexiga e a uretra.

Cerca de 30% das mulheres vão apresentar Infecção Urinária leve ou grave em algum momento da vida. A mulher tem 50 vezes mais chance de ter o problema do que o homem.

Tipos de Infecção Urinária:

A Infecção Urinária é um problema que ocorre com o sistema urinário tanto em homens como em mulheres e ocorre em qualquer parte como rins e pode ser classificada em três tipos que são:

  • Pielonefrite: é um tipo de infecção que ocorre nos rins;
  • Cistite: é um tipo de infecção que ocorre na bexiga;
  • Uretrite: é um tipo de infecção que ocorre na uretra;

Causas da Infecção Urinária:

A Infecção Urinária geralmente ocorrem quando as bactérias entram no trato urinário através da uretra e começam a se multiplicar na bexiga. Embora o sistema urinário tenha sido projetado para manter esses invasores microscópicos, essas defesas às vezes falham.

Quando isso acontece, as bactérias podem se apoderar e se transformar em uma infecção completa no trato urinário.

Fatores de Risco da Infecção Urinária:

Existem vários fatores de risco que aumentam a probabilidade de desenvolver Infecção Urinária. Os principais incluem:

Sintomas da Infecção Urinária:

Nem sempre uma pessoa com Infecção Urinária apresenta sintomas, mas quando surgem, os mais comuns são:

  • Ardência forte ao urinar;
  • Forte necessidade de urinar, mesmo tendo acabado de voltar do banheiro;
  • Urina escura;
  • Urina acompanhada de sangue;
  • Urina com cheiro muito forte;
  • Dor pélvica;
  • Dor no reto;
  • Aumento da frequência de micções;
  • Incontinência urinária.

Os sintomas da Infecção Urinária variam de acordo com o tipo de infecção.

Diagnostico da Infecção Urinária:

Os exames que podem ser feitos para diagnosticar Infecção Urinária são:

Exame de Urina: é o método mais frequente usado para realizar o diagnóstico. A urina é analisada a procura de leucócitos e traços de sangue, sinais de infecção. Fica pronto em torno de duas horas;

Exames de Imagem: o médico também poderá optar por realizar uma tomografia ou um ultrassom para identificar possíveis anormalidades em seu trato urinário.

Também para esse fim, o especialista pode solicitar o exame com utilização de contraste para destacar as partes do sistema urinário que apresentam problemas;

Cistoscopia: para analisar as partes internas da bexiga e da uretra, a fim de identificar a causa da Infecção Urinária.

Tratamento Para Infecção Urinária:

O tratamento para a Infecção Urinária deve ser direcionado pelo médico dependendo do tipo de infecção que atinge o sistema urinário, mas de forma geral o tratamento é ministrado através de antibióticos e analgésicos se for necessário.

É importante ressaltar que esses medicamentos devem ser prescritos por médicos especializados e suas dosagens devem ser respeitadas para que o tratamento tenha efeito.

Prevenção da Infecção Urinária:

Algumas medidas podem prevenir Infecção Urinária, sejam elas de que tipo forem. Confira:

  • Beba muito líquido, especialmente água;
  • Limpe-se após urinar para evitar que bactérias se acumulem no local e entrem no trato urinário;
  • Urine após relações sexuais para esvaziar a bexiga.
  • Beba muita água para ajudar a diluir a urina também.
  • Use absorventes externos em vez de internos, pois alguns médicos acreditam que isso aumente a probabilidade da Infecção Urinária. Troque de absorvente cada vez que for ao banheiro.
  • Não use ducha nem spray ou pó para a higiene feminina. Como regra geral, não utilize nenhum produto que contenha perfumes na área genital;
  • Evite usar calças muito apertadas;
  • Use calcinha e meia calça de algodão e troque-as, pelo menos, uma vez por dia.

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Ana Karolynne Goncalve

Sou graduada no curso de Nutrição pela Universidade Federal do Maranhão(UFMA), CRN6-MA 16199, com Mestrado na área da Nutrição Clínica com relação ao metabolismo, prática e terapia nutricional, realizado também na Universidade Federal do Maranhão(UFMA), Atualmente trabalho no campo de pesquisa sobre a Qualidade e Inovação em Alimentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *