Chá de Kava – O que é, Benefícios e Como Usar

Revisado por

Dermatologia Graduada pela Unicamp

Especialista do Cura Natural

Chá de Kava – O que é, Benefícios e Como Usar
4.8 (95%) 4 vote[s]

Chá de Kava – O que é, Benefícios e Como Usar que todos devem saber. Além disso, até hoje, nativos do Pacífico oferecem a seus visitantes uma bebida amarga feita à base de kava, que serve tanto para fins medicinais quanto para rituais religiosos. E foram justamente estes povos que começaram a propagar o chá de kava ao receber os europeus em suas terras.

Chá de KavaO que é Chá de Kava?

Chá de Kava é feito a partir da Kava que é uma pimenta (Piper methysticum) originária da Polinésia, que tem sido usada, para cura e cerimônias religiosas, há mais de 3 mil anos, por suas propriedades sedativas e relaxantes. Desde o final dos anos 1990, o chá de kava vem sendo usada em tratamentos de ansiedade, tensão nervosa, agitação e insônia, por seu efeito relaxante sobre os músculos, particularmente útil em casos de estresse. Agora, veja Os Benefícios do Chá de Kava Para Saúde:

Melhora Problemas Musculares :

Defensores do chá de kava sugerem que ele pode ajudar a tratar a dor muscular causada pela fibromialgia, uma síndrome caracterizada por dor crônica nos músculos e nos tecidos que cercam as juntas, fadiga e sensibilidade em locais específicos do corpo.

Trata Insônia:

Tomar chá de kava antes de dormir parece gerar um sono mais relaxante, melhorando a qualidade e diminuindo o tempo que leva para dormir.

Trata Ansiedade e Estresse:

Estudos mostraram que sintomas de ansiedade, como nervosismo, inquietude e tontura foram diminuídos pelo uso de chá de kava. Os sintomas demonstraram melhora após a primeira semana de tratamento. Palpitações causadas por ataques de pânico também foram tratadas com o chá.

Melhora a Recuperação Após um Derrame:

chá de kava pode proteger o cérebro de danos resultantes de isquemia, e também possui um efeito contra convulsões, o que pode ajudar na recuperação após um derrame.

Tratamento da Menopausa:

Um estudo mostrou que mulheres com menopausa tratadas com chá de kava tiveram uma melhora significante dos sintomas já na primeira semana de uso. Ondas de calor e o humor melhoraram em todas as mulheres que participaram.

Outros Benefícios do Chá de Kava Para Saúde:

  • Analgésico;
  • Antidepressivas;
  • Antissépticas;
  • Ansiolíticas;
  • Antimicóticas;
  • Antimicrobianas;
  • Anticonvulsivantes;
  • Antiespasmódicas;
  • Anestésicas;
  • Relaxantes;
  • Sedativas;

Como Fazer Chá Kava?

O chá de kava geralmente vem na forma de pó e você pode beber quente (não muito quente!) ou gelado. Para preparar um chá você vai precisar:

Ingredientes:

  • 250 ml de água.
  • 2 a 4 colheres de sopa de kava.

Modo de Preparo:

  • O chá de kava não pode ser tão quente como os outros chás.
  • Aqueça a água até cerca de uns 75ºC e desligue o fogo.
  • Lembra que para os outros chás você deve desligar a água assim que começar a fazer bolhas?
  • Com o kava você terá que desligar o fogo um pouco antes.
  • Coloque o pó em um saquinho, peneira ou filtro e despeje a água por cima.
  • Tire o filtrado e após isso é só beber.
  • Adicione açúcar ou mel a gosto. Pode ser preparado com leite ao invés de água também.

Efeitos Colaterais e Contraindicações:

Chá de Kava

O chá de kava pode provocar grave toxicidade sobre o fígado, principalmente quando ingerido por longos períodos.

Os efeitos colaterais em outros níveis costumam ser: sonolência, intolerância gastrintestinal, rush cutâneo, tontura, apatia, síndromes psicóticas, ataques epilépticos, problemas nos rins, anormalidades no sangue e redução dos reflexos em pessoas sensíveis.

Por precaução, o chá deve ser consumido de maneira intermitente, ou seja, com interrupções.

O chá deve ser ministrado com cuidado especial em pessoas que usam anticoagulantes, alcaçuz ou plantas diuréticas.

O chá de kava potencializa as consequências dos barbitúricos e do álcool, e altera a capacidade de operar máquinas ou dirigir.

A planta é contraindicada para gestantes, lactantes e pessoas em tratamento antidepressivo, com doenças hepáticas, mal de Parkinson, usuárias de ansiolíticos, antidepressivos, antipsicóticos ou qualquer remédio que provoque depressão do sistema nervoso central.

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Wanessa Mattos

Drª. Wanessa Matos
Dermatologista formou-se em Medicina na Unicamp e na mesma instituição realizou sua residência em Dermatologia, obtendo o título de especialista. Atua nas áreas de dermatologia clínica, cirúrgica e estética. Além disso, é sócio titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia, com registro no Conselho Regional de Medicina e Associação Médica Brasileira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *