Benefícios do Chás

Chá de cravo – o que é, benefícios e como usar!

cha de cravo

O chá de cravo é uma das especiarias mais utilizadas mas aos poucos se conhecem suas propriedades medicinais, especialmente seu grande poder como antibiótico natural.

cha de cravo
chá de cravo

Ter uma alimentação saudável é o foco de muitas pessoas, mas para tirar o máximo proveito das propriedades de cada alimento é importante saber o que ele poderá proporcionar. Além disso, a inclusão de chás na dieta oferece diversos benefícios para a saúde, podendo evitar doenças e dar ao corpo nutrientes necessários para o bom funcionamento.

O que é chá de cravo?

O chá de cravo é feito a partir da infusão em água quente. Além disso, ele pode ser encontrado em supermercados e é conhecido pelo seu cheiro característico. Quando transformado em chá, as propriedades medicinais do cravo tendem a se manifestar de maneira intensa, sendo essa a melhor forma de se beneficiar.

Esse chá também é um dos chás mais exóticos e com um odor bastante característico. Além disso, diferentemente de outros chás muito amargos, essa é uma boa opção para quem quer se cuidar de uma maneira mais agradável do que com outras opções.

1. Antisséptico:

É utilizado para eliminar parasitas internos e externos, como a sarna e a solitária.

2. Analgésico:

O chá de cravo para a dor de dente é um remédio caseiro muito utilizado desde sempre. Além disso, consiste em gargarejar o chá de cravo por alguns segundos.

3. Bactericida:

É uma planta medicinal muito boa para eliminar as bactérias que causam a placa dental, podendo te produzir cáries e manchas nos dentes.

4. Antifúngico:

Além disso, é um remédio natural muito eficaz para eliminar o mau cheiro nos pés, produzido na maioria das vezes por fungos.

5. Antiviral:

Tem a capacidade para combater a malária, a tuberculose e o cólera.

6. Combate a acne:

Graças às suas propriedades antibacterianas e anti-inflamatórias, compressas de chá de cravo podem ser utilizadas como aliadas para acabar com as espinhas e ajudam a eliminar microrganismos que podem infectar a área.

7. Alivia dores musculares:

Em função de seu efeito analgésico, o chá de cravo gelado também pode ser utilizado, em compressas, para aliviar dores em músculos e articulações. Além disso, de anestesiar a área, o líquido ajuda a desinchar hematomas e lesões.

8. Bom para a pele:

Consumir o chá de cravo pode melhorar a aparência da sua pele e isso se deve à presença do eugenol que é um antisséptico natural e que ajuda a amenizar as marcas de acne da pele.

9. Para dores de cabeça:

Esse chá possui ação analgésica e é um remédio natural para dores de cabeça e enxaquecas. Além disso, a bebida pode aliviar dores de dente já que ajuda a causar um alívio muscular.

10. Ajuda a limpar o pulmão:

Ajuda a limpar o pulmão devido à ação expectorante. Além disso, sendo excelente para quem está com tosse ou presença de muco.

11. Combate inflamações:

beneficios do cha de cravo
benefícios do chá de cravo

Ajuda a combater inflamações e abaixar a febre. É excelente para quem sofreu algum tipo de queimadura e esse chá ainda proporciona melhora no sistema imunológico.

Receita do chá de cravo:

Ingredientes:

  • 1 colher de sopa de cravos;
  • 1 litro de água.

Modo de Preparo:

  • Em um recipiente, coloque a água e os cravos e leve ao fogo.
  • Quando levantar fervura, desligue, tampe e deixe por mais 10 minutos, deixando amornar.
  • Coe e consuma em seguida.

Como tomar o chá de cravo?

O ideal é consumir no máximo três xícaras ao dia. Pode ser consumido em jejum ou meia hora antes das refeições principais, pois ajuda a inibir o apetite. Pode ser acrescentado gengibre, canela ou ervas como hibisco, camomila e hortelã, que podem trazer mais sabor e potencializar os efeitos benéficos do chá.

Cuidados com o chá de cravo:

O chá de cravo não deve ser consumido por gestantes, pois possui ação que provoca contrações uterinas, podendo levar ao aborto natural. Não é recomendado o seu uso durante o parto, pois pode causar dores intensas de contrações nas mulheres.

Mulheres em fase de amamentação também devem evitar, bem como crianças menores de 6 anos ou pessoas com problemas gastrointestinais ou problemas neurológicos.

Drª. Wanessa Matos Dermatologista formou-se em Medicina na Unicamp e na mesma instituição realizou sua residência em Dermatologia, obtendo o título de especialista. Atua nas áreas de dermatologia clínica, cirúrgica e estética. Além disso, é sócio titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia, com registro no Conselho Regional de Medicina e Associação Médica Brasileira.

Deixe um comentário