Benefícios das Plantas Alan Costa

Canela branca – o que é, benefícios e como usar!

A canela branca também pode ser usada com fins medicinais, sobretudo no tratamento de algumas doenças relacionadas ao estômago. Na medicina natural, o real poder dessa espécie está nas folhas, que podem ser incluídas nos tratamento alternativos a partir do preparo do chá. É encontrada com bastante frequência nas regiões de mata, sobretudo no Brasil, a canela branca é uma planta que pertence à família das Lauraceae.

canela branca

canela branca

Dependendo dos lugares onde ela é encontrada ainda pode ser conhecida por dois outros nomes: canelinha e louro.

Propriedades da canela branca:

Alguns alimentos ou espécies da flora ajudam a resolver problemas de saúde. É o que acontece com a canela branca.

Ela pode ser usada como tônico estomacal, ou seja, ajuda estimular as funções do corpo, ou nesse caso bem pontual, do órgão.

Características da canela branca:

A árvore da canela branca é considerada de médio a grande porte, podendo variar entre 20 e 40 metros de altura.

É bom que se fique bem claro que a planta não é uma espécie única, ela possui algumas variações, dependendo inclusive das regiões onde pode ser encontrada.

Quanto as suas características físicas, a planta possui folhas ásperas que podem chegar a até 15 centímetros de comprimento.

O fruto possui característica bem típica das árvores de canela, medindo cerca de dois centímetros e pedúnculo bem destacado.

O odor é bem familiar, já que também aparece como uma espécie de identificação. Essa espécie possui a madeira bastante explorada pelo homem, já que o crescimento dela se dá de forma acelerada, o que acaba facilitando o reflorestamento.

Como usar:

Madeira serrada e roliça: a madeira da canela-branca é indicada na construção civil, para ser usada como caibro, forro, ripa, tabuado, taco, esquadrias, obras internas e móveis.

  • Energia: Produz lenha e carvão de boa qualidade.
  • Celulose e papel: espécie inadequada para este uso.

Algumas contraindicações:

Porém, antes de incluir a erva no tratamento de qualquer que seja o problema de saúde, o indicado é que o paciente procure um médico.

Pois ele é o profissional mais indicado para certificar o bom uso da planta, inclusive em relação as dosagens e as possíveis reações que ela pode trazer para o organismo.

Sobre o autor | Website

Sou nutricionista e Personal Trainer. Me formei pela Universidade Federal do Tocantins em 2002, com registro profissional no CRN-4 nº 1509723, tenho especialização em Nutrição Esportiva, Treinamento Físico e treinos Curto de alta intensidade.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.