Macela – O que é, Benefícios e Como Usar

Revisado por

Nutrição e Educação Física pela UFT

Especialista do Cura Natural

Macela – O que é, Benefícios e Como Usar
4.8 (95%) 8 vote[s]

Conheça a Macela, planta com propriedades medicinais, e saiba como aproveitar seus benefícios. A Macela é amplamente utilizada na medicina natural como calmante caseiro. Como características de estrutura, esta planta da família das asteraceae tem formato de arbusto e dela surgem pequenas flores amareladas, surgindo uma vez ao ano, geralmente em locais quentes, e chegando a atingir até 50 cm de altura. Suas folhas são alongadas e, assim como suas flores, também possuem cor amarelada. Esta planta, que é originária da América do Sul, pode ser encontrada comumente em beiras de estrada, pastagens ou terrenos baldios devido à sua condição de planta naturalmente invasora.

Como princípios ativos, possui em sua composição química flavonoides, tanino, ésteres, óleo essencial e saponinas, agindo como relaxante e antialérgico em potencial, auxiliando a vida de enfermos de maneira natural e sem prejuízos à saúde. Veja tudo sobre esta planta:macela

O que é Macela:

A Macela é uma planta medicinal, também conhecida como Alecrim-de-parede, Camomila-nacional, Carrapichinho-de-agulha, Macela-de-campo, Macela-amarelo ou Macelinha, muito utilizada como remédio caseiro para acalmar.

O seu nome científico é Achyrocline satureioides e pode ser comprada em lojas de produtos naturais, farmácias de manipulação e em algumas feiras livres. Com a Macela pode-se fazer um ótimo remédio caseiro para dor de dente.

Propriedades da Macela:

As propriedades desta planta incluem sua ação antiviral, antiespasmódica, anti-séptica, anti-inflamatória, calmante, antialérgica, adstringente, relaxante, tônica, digestiva e expectorante.

Para que Serve a Macela:

Esta planta serve para ajudar no tratamento de azia, cálculo biliar, dor de cabeça, cólicas intestinais, cãibras, contusões, diarreias, problemas gástricos e digestivos, dor de estômago, febre, gastrite, impotência, feridas e úlceras, má digestão, nervosismo, resfriado, retenção de líquidos, reumatismo, icterícia, colesterol alto, cistite, nefrite e colecistite.

Como fazer o Chá:

A parte usada desta planta são suas flores abertas e secas. Confira como fazer o chá desta planta:

  • Coloque 10 g de flores em uma xícara de água fervente, deixar repousar por 10 minutos, coar e beber 3 a 4 vezes ao dia.

Efeitos Colaterais:

Não estão descritos efeitos colaterais desta planta

Contraindicações:

Não é indicada para durante a gravidez porque estimula a contração uterina e sangramento vaginal.

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Alan Costa

Sou nutricionista e Personal Trainer. Me formei pela Universidade Federal do Tocantins em 2002, com registro profissional no CRN-4 nº 1509723, tenho especialização em Nutrição Esportiva, Treinamento Físico e treinos Curto de alta intensidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *