Aequimea – O que é, Plantio e Como Usar

Revisado por

Nutrição e Educação Física pela UFT

Especialista do Cura Natural

Aequimea – O que é, Plantio e Como Usar
4 (80%) 1 vote[s]

Aequimea – O que é, Plantio e Como Usar essa planta. Além disso, a Aequimea, é uma planta pertencente a família das Bromélias (Bromeliaceae) e das flores perenes (possuem um ciclo de vida perene, isto é, uma grande vida útil), ela é conhecida como Bromélia Aequimea e é uma planta oriunda do continente sul americano, mais precisamente do Brasil.

A Aequimea é uma das espécies de Bromélias mais comercializadas atualmente. A Aequimea é uma planta tipicamente de clima tropical, no entanto , ela se adapta com extrema facilidade aos climas equatorial e subtropical.

Elas apreciam uma certa umidade e locais bem ventilados. A Aequimea pertence ao gênero das epífitas (são plantas que vivem em cima de outras plantas, não como uma ação de parasitismo, elas usam as plantas como suporte para obter melhores condições de ventilação e de luminosidade)

Ela possui cerca de 170 espécies diferentes. A Aequimea possui o nome cientifico de Aechmea Fasciata, e é popularmente conhecida como: Aequimea, Bromélia Aequimea e Vaso Prateado.

Ela faz parte de um grupo de plantas (Bromélias) que tem como uma de suas características a grande capacidade de resistência e de adaptação as condições de cultivo.

Elas são plantas que crescem em quase todos os tipos de solo, basta que existam condições de desenvolvimento para o seu sistemas de raízes.

Ela possui as folhas dispostas em formato de roseta (lembram uma rosa) que é ampla e forte, e na roseta existe uma formação tipo tanque que tem a função de captar água para a planta.

Suas folhas são verdes e bem rígidas, as folhas apresentam espinhos nas bordas e as suas escamas são meio branqueadas (isso ocorre quando a planta é mais jovem).

A floração dela é demorada e só acontece quando a planta está completamente madura – isto é, recebeu os nutrientes e iluminação suficientes para alcançar a maturidade –, é duradoura e bem rigida. Após a floração, ela libera brotações laterais e tende a morrer.

A multiplicação e propagação dela, ocorrerá através da separação dessas brotações (mudas) laterais, quando elas tiverem um tamanho bem aproximado ao da planta que originou as brotações.

As flores possuem coloração rosa, branca, vermelha, púrpura e amarela, e normalmente ela apresenta espinhos nas bordas. Os frutos são de formato pequeno e arredondados. Ela pode chegar a possuir o tamanho de 0,50 m x 0,50 m em seu período adulto.

A Aequimea é uma planta muito utilizada na decoração de ambientes. Ela pode ser usada com esse intuito até o momento da sua floração, quando esta ocorrer, a planta deve ser conduzida para um local sombreado, e de preferência fresco e úmido.

Plantio da Aequimea:

O plantio da Aequimea pode ser realizado em vasos sem nenhuma dificuldade (ela normalmente é encontrada para venda em vasos). Ela pode ser cultivada tanto em jardim como dentro de ambientes fechados.

Ela é uma planta que pode ser cultivada a meia sombra, isto é, a Aequimea precisa receber pelo menos a luz indireta (luz refletida para atingir determinado ponto) para sobreviver.

No entanto, em regiões que apresentam um clima mais ameno, a Aequimea pode viver em exposição total ao sol, pois ela consegue suportar o sol de maneira direta sem queimar as suas folhas.

Para o desenvolvimento da Aequimea, o melhor nutriente é a mistura composta de terra, húmus de minhoca e pó de fibras de coco, que ajuda a completar a adubação do solo. A temperatura ideal para o cultivo da Aequimea é em torno de 20 graus.

A reprodução da Aequimea é realizada através de sementes ou por perfilhamento (desenvolvimento do caule e de gemas após a germinação da planta). As sementes pertencem ao tipo baga (tipo mais comum de fruto).

Cuidados a Serem Tomados com uma Aequimea:

Elas são plantas que facilmente são encontradas nas lojas especializadas para serem vendidas, normalmente elas são cultivadas em vasos.

 

Segue abaixo alguns cuidados gerais que precisam ser tomados no cultivo dela para que essa bela planta tenha uma longevidade maior ainda:

  • As Aequimeas são plantas que possuem poucos problemas com relação a insetos ou pragas, pois elas são plantas que se caracterizam por sua grande resistência;
  • O solo deve ficar úmido, com regas sendo realizadas de forma regular, no entanto sem exageros para o solo não ficar encharcado e sufocar a planta;
  • A Aequimea não precisa de adubação constante, basta que seja usado um fertilizante a base de água para que a planta se mantenha forte, bonita e saudável;
  • As Aequimeas florescem somente uma vez em toda a sua vida, no entanto, ela pode produzir novas plantas em sua base – as chamadas brotações;
  • Para que as brotações consigam gerar novas Aequimeas, é necessário fazer o replantio e ter os cuidados de umidade, iluminação e temperatura necessários para o desenvolvimento da planta;
  • Para realizar a rega das Aequimeas, evite utilizar os regadores feitos de metal, devido a oxidação do material, ele pode ter efeito toxico sobre a planta (essa dica vale para todas as plantas, não somente para as Aequimeas).

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Alan Costa

Sou nutricionista e Personal Trainer. Me formei pela Universidade Federal do Tocantins em 2002, com registro profissional no CRN-4 nº 1509723, tenho especialização em Nutrição Esportiva, Treinamento Físico e treinos Curto de alta intensidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *