Doenças e Tratamentos

Tabagismo – o que é, causas, sintomas e tratamentos!

tabagismo

O tabagismo é uma condição de consumir cigarros ou outros produtos que contenham tabaco, cuja droga ou princípio ativo é a substância nicotina. A Organização Mundial da Saúde (OMS) afirma que deve ser considerado uma pandemia, ou seja, uma epidemia generalizada e como tal precisa ser tratado.

tabagismo
tabagismo

O Tabagismo é considerado também pela OMS a principal causa de morte evitável no mundo inteiro. Se estima que um terço da população mundial adulta, isto é, 1 bilhão e 100 milhões de pessoas (entre as quais 200 milhões de mulheres), sejam consumidoras do tabaco.

Causas do Tabagismo:

O Tabagismo causa dependência primeiramente devido a nicotina, a substância psicoativa presente na fumaça do cigarro.

Além da dependência física causada pela nicotina ainda temos a dependência comportamental que se caracteriza pela rotina associada ao uso do tabaco criada pelo fumante.

Ao ser inalada a nicotina se liga aos receptores nicotínicos cerebrais localizados na região chamada de sistema de recompensa cerebral (SRC) que são ativados liberando a dopamina, neurotransmissor que causa sensações de prazer, satisfação, melhora da atenção, aprendizado, memória. Estes receptores são chamados alfa-beta.

Sintomas do Tabagismo:

Os sintomas de Tabagismo são relativamente subjetivos. Em alguns casos, é comum que sejam percebidos por terceiros antes mesmo de serem percebidos pelo próprio fumante.

A lista de sintomas inclui:

  • Continuar fumando mesmo após o diagnóstico de problemas de saúde relacionados ao vício;
  • Interromper atividades sociais, recreativas ou profissionais, independente do grau de importância delas, para fumar;
  • Necessidade constante de fumar, a ponto de sentir os efeitos de uma crise de abstinência
  • quando o corpo fica sem nicotina por longos períodos;
  • Não conseguir parar de fumar por conta própria.

Tratamentos Para Tabagismo:

A pessoa que fuma fica dependente da nicotina. Considerada uma droga bastante poderosa, a nicotina atua no sistema nervoso central como a cocaína, heroína, álcool, com uma diferença: chega ao cérebro em apenas 7 a 19 segundos.

É normal, portanto, que, ao parar de fumar, os primeiros dias sem cigarros sejam os mais difíceis, porém as dificuldades tendem a ser menores a cada dia.

Formado em Comunicação Social, especialista em jornalismo digital e SEO, responsável por criar diversos projetos na internet, afim de levar conhecimento à todos sobre saúde, beleza, bem estar, natureza e entretenimento.

1 comentário

  • […] devido à exposição solar, maus hábitos de cuidados da pele e outros fatores, como tabagismo, estresse, falta de nutrientes na dieta, etc. Uma vez que eles aparecem, eles podem dar ao rosto […]

Deixe um comentário