Salicórnia – O que é, Benefícios e Como Usar

Revisado por

Dr. Valeria Carneiro Graduada em Ginecologia e Obstetrícia!

Especialista do Cura Natural

Salicórnia – O que é, Benefícios e Como Usar
4.8 (96.43%) 28 vote[s]

Salicórnia – O que é, Benefícios e Como Usar de forma correta e sem prejudicar a saúde. Além disso, A Salicórnia é uma planta que suporta elevadas taxas de salinidade, sendo por isso, classificada como halófita. Esta Salicórnia nasce nas Salinas Eiras Largas na Figueira da Foz.

O que é Salicórnia?

É uma planta suculenta que cresce em áreas onde se encontra água salgada, por isso se percebe o gosto salgado ao paladar e a aparência com pequenos chifres dão origem ao seu nome: Salicórnia.

É um vegetal pequeno, muito concentrado em água, com uma oferta razoável de sódio, magnésio e iodo e alto teor de proteína que pode chegar a 30%. Além disso, a semente é uma fonte de ácidos gordos insaturados, principalmente omega 6 que pode beneficiar a saúde, fornecendo energia de qualidade.

Salicórnia é um alimento que também é uma fonte de cálcio e de potássio, sais minerais que estão associados com a função contrátil dos músculos e do sistema nervoso, que são indispensáveis ​​para a ação do corpo durante o movimento.

Benefícios da Salicórnia:

Vários estudos científicos indicam que a Salicórnia possui diversos benefícios medicinais, tais como:

  • Ação Antioxidante;
  • Anti-Tumoral;
  • Tem Ação Diurética
  • Repositora de Eletrólitos
  • Combate Rugas;
  • Auxilia na Saúde da Pele;
  • Diurética;
  • Rica em Vitaminas e Sais Minerais;
  • Anti-Inflamatórias;
  • Antidiabéticas;
  • Previne Hipertensão Arterial.

Usos da Salicórnia:

A Salicórnia é um alimento extremamente versátil, podendo ser consumida em fresco, crua ou cozinhada, numa grande diversidade de pratos, desidratada ou triturada, como especiaria, usada para temperar alimentos.

A Salicórnia pode ser utilizada para substituir o sal nas saladas, por exemplo na salada de tomate. Também pode ser salteada com legumes ou em omeleta. Recomendamos uma boa associação da Salicórnia com o Requeijão da Quinta do Jorumelo: simplesmente por cima das fatias do requeijão ou envolvida pelo requeijão. A Salicórnia também é boa para temperar outros pratos como por exemplo, peixe cozido ao vapor e batatas cozidas,etc.

Efeitos Colaterais do Consumo de Salicórnia:

Os efeitos do consumo excessivo da Salicórnia não se notam de um dia para o outro. Normalmente demoram anos a verificar-se e podem estar associados a doenças crônicas muito sérias.

O consumo excessivo de sal pode originar cancro do estômago, insuficiência cardíaca, retenção de líquidos, pressão arterial alta, AVC, osteoporose, pedras nos rins, inchaço, dores de cabeça e ganhos de peso.

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Valeria Carneiro

Dr. Valeria Carneiro Graduada na Universidade Federal de Minas Gerais em Medicina Especializada em Ginecologia e Obstetrícia, Pós Graduada no Departamento de Ginecologia na UNIFESP/ EPM a 2 anos, Experiencia clinica em patologias do trato genital feminino e foco em cirurgias ginecológicas como também especialista em partos normais e cirúrgicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *