Início » Benefícios das Plantas » Salicórnia é bom para a pele: veja os benefícios da planta

Salicórnia é bom para a pele: veja os benefícios da planta

salicornia

A salicórnia é uma planta que suporta elevadas taxas de salinidade, sendo por isso, classificada como halófita, nasce nas salinas eiras largas na figueira da foz.

Salicórnia é bom para a pele: veja os benefícios da planta
salicórnia

O que é salicórnia?

É uma planta suculenta que cresce em áreas onde se encontra água salgada, por isso se percebe o gosto salgado ao paladar e a aparência com pequenos chifres dão origem ao seu nome: salicórnia.

É um vegetal pequeno, muito concentrado em água, com uma oferta razoável de sódio, magnésio e iodo e alto teor de proteína que pode chegar a 30%. Além disso, a semente é uma fonte de ácidos gordos insaturados, principalmente omega 6 que pode beneficiar a saúde, fornecendo energia de qualidade.

Salicórnia é um alimento que também é uma fonte de cálcio e de potássio, sais minerais que estão associados com a função contrátil dos músculos e do sistema nervoso. Além disso, são indispensáveis ​​para a ação do corpo durante o movimento.

Benefícios da salicórnia:

Vários estudos científicos indicam que a salicórnia possui diversos benefícios medicinais, tais como:

  • Ação Antioxidante;
  • Anti-Tumoral;
  • Tem Ação Diurética
  • Repositora de Eletrólitos
  • Combate Rugas;
  • Auxilia na Saúde da Pele;
  • Diurética;
  • Além disso, é rica em Vitaminas e Sais Minerais;
  • Anti-Inflamatórias;
  • Antidiabéticas;
  • Previne Hipertensão Arterial.

Usos da salicórnia:

É um alimento extremamente versátil, podendo ser consumida em fresco, crua ou cozinhada, numa grande diversidade de pratos, desidratada ou triturada, como especiaria, usada para temperar alimentos.

A salicórnia pode ser utilizada para substituir o sal nas saladas, por exemplo na salada de tomate. Além disso, também pode ser salteada com legumes ou em omeleta. Recomendamos uma boa associação com o Requeijão da Quinta do Jorumelo.

Simplesmente por cima das fatias do requeijão ou envolvida pelo requeijão. Além disso, também é boa para temperar outros pratos como por exemplo, peixe cozido ao vapor e batatas cozidas,etc.

Malefícios:

Os efeitos do consumo excessivo da salicórnia não se notam de um dia para o outro. Além disso, normalmente demoram anos a verificar-se e podem estar associados a doenças crônicas muito sérias.

O consumo excessivo de sal pode originar cancro do estômago, insuficiência cardíaca, retenção de líquidos, pressão arterial alta, AVC, osteoporose, pedras nos rins, inchaço, dores de cabeça e ganhos de peso.

Formado em Comunicação Social, especialista em jornalismo digital e SEO, responsável por criar diversos projetos na internet, afim de levar conhecimento à todos sobre saúde, beleza, bem estar, natureza e entretenimento.