Pedra nos Rins – O que é, Causas e Tratamentos

Revisado por

Nutrição - CRN6-MA 16199

Pedra nos Rins – O que é, Causas e Tratamentos
4.8 (95.26%) 38 votes

Pedra nos Rins – O que é, Causas e Tratamentos que muitos ignoram. Além disso, a Pedra nos Rins, também chamada de cálculo renal, é uma massa semelhante a pedras que podem-se formar em qualquer local do sistema urinário. Geralmente, a Pedra nos Rins é eliminada através da urina, sem causar sintomas, mas em alguns casos pode ficar presa nos canais da urina, gerando dor intensa e sangue na urina.

Pedra nos Rins causas O tratamento é feito, geralmente, com ingestão de líquidos e ingestão de remédios, podendo nos casos mais graves ser necessária a realização de cirurgia.

O que é Pedra nos Rins:

Cálculos renais, ou pedras nos rins, são formações endurecidas nos rins ou nas vias urinárias, resultantes do acúmulo de cristais existentes na urina. Sua presença pode passar despercebida, sem sintomas, mas pode também provocar dor muito forte que começa nas costas e se irradia para o abdômen em direção da região inguinal.

É uma dor que se manifesta em cólicas, isto é, com um pico de dor intensa seguido de certo alívio. Em geral, essas crises podem ser acompanhadas por náuseas e vômitos e requerem atendimento médico-hospitalar.

As causas das pedras nos rins, também conhecidas como cálculos renais, podem estar relacionadas a pouca ingestão de líquidos, alimentação, fator genético e pode ser agravada devido algumas doenças. Assim, algumas das causas das pedras nos rins incluem:

  • Cálculo renal de cálcio: de origem hereditária e deve ser tratado com uma alimentação com baixo teor de sódio e de proteínas, e recomenda-se tomar diuréticos. O tratamento pode ser feito através da diminuição do consumo de alimentos ricos em oxalato e em gorduras, toma de um suplemento de cálcio para facilitar a fixação do oxalato no intestino.
  • Cálculo renal de ácido úrico: pode ser causado pelo consumo excessivo de alimentos ricos em proteínas que geram aumento do ácido úrico na corrente sanguínea. Neste caso o tratamento pode ser feito com a toma de alopurinol e com uma dieta com baixo teor de purina.
  • Cálculo renal de cistina: de origem hereditária, pode ser tratado com quantidades macicas de líquidos, álcalis e D-penicilamina, quando necessário.
  • Cálculo renal de estruvita: pode ser causado devido a uma complicação de uma infecção no sistema urinário. Seu tratamento pode ser feito através da toma de antibióticos e cirurgia para retirada dos cálculos, pois tendem a ser grandes.

Ao realizar os exames que diagnosticam o cálculo renal o médico poderá identificar qual tipo de cálculo que o indivíduo possui, fazendo uma análise à sua composição, e assim indicar o melhor tratamento.

Para todos os tipos de Pedra nos Rins, o principal tratamento recomendado é a ingestão de aproximadamente 3 litros de água por dia e muito repouso, pois nem sempre é necessário o internamento hospitalar, pois as pedras podem ser naturalmente expelidas pelo organismo.

Além disso, as pedras nos rins também podem ser causadas por doenças raras como a Hiperoxalúria primária ou secundária, por exemplo. Estas doenças promovem um acumulo de Oxalato no corpo devido a deficiências em algumas enzimas que iriam digerir este composto, acabando assim por sobrecarregar os rins, o que conduz ao surgimento de pedras.

Pedra nos Rins Estas doenças podem ser tratadas com suplementos probióticos contendo a bactéria viva Oxalobacter formigenes, que produz energia através do consumo de Oxalato, sendo por isso muito eficaz na sua eliminação.

Sintomas de Pedra nos Rins:

Os sintomas de Pedra nos Rins surgem de forma repentina quando a pedra é muito grande e fica presa no rim, quando ela começa a descer pelo ureter, que é um canal muito apertado até a bexiga, ou quando ela causa uma infecção.

A crise renal pode variar ao longo do tempo, principalmente na localização e intensidade da dor, mas pedras pequenas costumam não causar problemas e muitas vezes só são descobertas durante a realização de exames de urina, ultrassom ou raio-X, por exemplo.

Assim, os principais sintomas causados por este problema são:

  • Ondas de dor intensa na parte inferior das costas, que pode atingir também a virilha e os testículos;
  • Dor ao urinar;
  • Urina rosa, vermelha ou marrom devido à presença de sangue;
  • Aumento da vontade de urinar;
  • Náuseas e vômitos;
  • Dificuldade para deitar e descansar devido à inquietação da dor;
  • Febre acima de 38ºC, calafrios e diarreia, em caso de infecção.

Tratamentos de Pedra nos Rins:

O tratamento durante uma crise de Pedra nos Rins deve ser indicado por um médico urologista e normalmente é iniciado no hospital, através do uso de remédios analgésicos na veia, como Tramadol, e remédios antiespasmódicos, como Escopolamina. Após algumas horas em que o quadro de dor melhora, o paciente recebe alta.

Em casa, o tratamento pode ser mantido com remédios analgésicos orais, como o Paracetamol, repouso e hidratação com cerca de 2 litros de água por dia, para facilitar a saída da pedra.

Nos casos mais graves, em que pedra é muito grande para sair sozinha, pode ser necessária cirurgia ou tratamento a laser para facilitar sua saída. No entanto, durante a gravidez, o tratamento deve ser feito apenas com remédios analgésicos e acompanhamento médico.

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Ana Karolynne Goncalve

Sou graduada no curso de Nutrição pela Universidade Federal do Maranhão(UFMA), CRN6-MA 16199, com Mestrado na área da Nutrição Clínica com relação ao metabolismo, prática e terapia nutricional, realizado também na Universidade Federal do Maranhão(UFMA), Atualmente trabalho no campo de pesquisa sobre a Qualidade e Inovação em Alimentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *