Erva de são Cristóvão – O que é, Benefícios e Como Usar

Revisado por

Nutrição e Educação Física pela UFT

Especialista do Cura Natural

Erva de são Cristóvão – O que é, Benefícios e Como Usar
4.7 (93%) 20 vote[s]

Conheça a Erva de são Cristóvão, planta com propriedades medicinais, e saiba como aproveitar seus benefícios. A Erva-de-são-cristóvão, é uma planta medicinal conhecida pelas suas propriedades medicinais que aliviam as dores menstruais e ajudam durante o trabalho de parto. Seu nome científico é Cimicifuga Racemosa. Esta planta apresenta propriedades anti-inflamatórias, analgésicas e que ajudam a regular o ciclo menstrual e aliviar os sintomas de TPM e da menopausa. Ela pode ser consumida na forma de chá, tintura, comprimidos ou gotas. Veja tudo sobre esta planta:Erva de são Cristóvão

O que é Erva de são Cristóvão:

Nativa da América do Norte, a cimicifuga racemosa, ou como é mais conhecida Erva de são Cristóvão, era usada há muito tempo pelos índios norte-americanos para aliviar problemas menstruais e ajudar no parto.

É uma planta que cresce até 2,5 metros de altura, possui as flores brancas e suas folhas não têm uma forma regular, são verdes e possuem bordas cerradas. As partes utilizadas desta erva são as raízes e rizomas.

Com o advento das pesquisas e de estudos aprofundados, descobriu-se que a Erva de são Cristóvão é realmente benéfica para facilitar os partos e mais que isso, para tratar problemas da saúde íntima das mulheres.

Além de ser uma planta repleta de diversos nutrientes que auxiliam no tratamento de doenças que afetam o organismo humano.

Propriedades da Erva de são Cristóvão:

As propriedades incluem ação anti-inflamatória, que diminui os espasmos e acalma a dor, antidiabética, que diminui a tensão, sedativa, tônica uterina, preparadora do parto e equilibradora de hormônios.

Benefícios da Erva de são Cristóvão:

Erva de são Cristóvão serve para tratar diversos problema, que incluem:

  • Facilita a respiração em caso de asma, tosse e bronquite pois é capaz de aliviar os espasmos;
  • Ajuda no tratamento da artrite e osteoartrite devido ás suas propriedades que reduzem a inflamação;
  • Relaxa os músculos uterinos ajudando a facilitar o parto;
  • Alivia diversos sintomas da menopausa como ansiedade, depressão, ondas de calor, suores noturnos, dor de cabeça ou vertigens;
  • Ajuda a regular o ciclo menstrual e alivia os sintomas de TPM;
  • Melhora a circulação sanguínea pois ajuda a relaxar e dilatar os vasos sanguíneos, ajudando também a reduzir a pressão sanguínea;
  • Atenua a as cãibras e a tensão muscular;
  • Alivia a dor nos ovários e no útero, ajudando também a aliviar a dor das contrações durante o parto e a dor nos seios;
  • Ajuda a melhorar o sono, sendo indicada em casos de insônia devido ás suas propriedades sedativas.

Além disso, as propriedades desta planta medicinal ajudam também a reduzir as alterações de humor, assim como ajudam na regulação dos hormônios sexuais e temperatura corporal.

Modo de uso da Erva de são Cristóvão:

A Erva de são Cristóvão pode ser utilizada na forma de chá, tintura, comprimidos ou gotas e pode ser encontrada em mercados ou lojas de produtos naturais.

Como fazer o Chá da Erva de são Cristóvão:

O chá de Erva de são Cristóvão ajuda a aliviar a dor e a inflamação, melhora a circulação sanguínea e ajuda a aliviar os sintomas da menopausa e da TPM. Para preparar um chá com esta planta medicinal vai precisar de:

Ingredientes:

  • 1 xícara de água fervente;
  • 1 colher de chá de Erva de são Cristóvão seca.

Modo de preparo:

  • Coloque a planta seca na xícara de água fervente, e deixar a infusão repousar durante 10 minutos.
  • Passado esse tempo coar e beber.
  • Este chá deve ser bebido 2 a 3 vezes por dia, de acordo a necessidade e sintomas sentidos.

Efeitos Colaterais da Erva de são Cristóvão:

As propriedades desta planta podem interferir com a ação da pilula anticoncepcional ou com a ação dos remédios anticoagulantes.

Contraindicações da Erva de são Cristóvão:

A Erva de são Cristóvão não deve ser usada durante os primeiros tempos de gravidez, sendo mais indicada para as últimas semanas de gestação.

 

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Alan Costa

Sou nutricionista e Personal Trainer. Me formei pela Universidade Federal do Tocantins em 2002, com registro profissional no CRN-4 nº 1509723, tenho especialização em Nutrição Esportiva, Treinamento Físico e treinos Curto de alta intensidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *