Dermatite – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos

Revisado por

Educação Física pela UGF

Especialista do Cura Natural

Dermatite – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos Você vai se surpreender com os tipos. Alem disso, A Dermatite é uma doença inflamatória identificada por seus sintomas de vermelhidão, coceira e bolhas na pele. Ela acontece geralmente como uma reação alérgica a fatores externos e que pode atingir pessoas de todas as idades, inclusive bebês. A doença não é contagiosa, mas é preciso de tratamento adequado para prevenir a recorrência dos sintomas.

O que é Dermatite:

A Dermatite é uma doença inflamatória da pele que gera vermelhidão, coceira e bolhas, e que não é transmitida por contato direto ou por objetos de uso pessoal. Ela pode surgir em qualquer idade e também pode atingir qualquer parte do corpo. A doença tem cura e depende muito do tipo e da causa, mas, na maioria dos casos, o tratamento é com base em remédios e cremes prescritos por um dermatologista. Além da Dermatite, há outras dermatoses que possuem sintomas e lesões muito parecidas. Cada uma delas requer um pouco de atenção, para que você tenha sempre o diagnóstico correto.

Quais são os Tipos de Dermatite?

Os sintomas podem ser até parecidos, mas existem diferentes tipos de Dermatite e eles podem ser confundidos se não forem diagnosticados corretamente. Confira abaixo quais são os tipos dessa doença.

Dermatite de Contato:

A Dermatite de contato alérgica é a alergia ou a sensibilidade a alguma substância como níqueis, metais e algumas fragrâncias que podem desencadear o surgimento desse tipo. Os sintomas costumam aparecer de 1 a 2 dias após o contato com o agente alergênico, sendo a coceira um dos primeiros sinais da inflamação.

Dermatite Seborreica:

Um dos tipos mais crônicos de Dermatite, a Dermatite seborreica é uma inflamação que causa vermelhidão e escamação na pele em algumas regiões da cabeça, como sobrancelhas, cantos do couro cabeludo e do nariz. Esse tipo de dermatite apresenta períodos de melhora e piora dos sintomas, por isso é importante ficar atento.

Dermatite Atópica:

Dentre todos os tipos de dermatite, a atópica é a mais comum e também é de caráter crônico. Ela aparece, em bebês, nas regiões externas dos braços e pernas e, em crianças e adultos, nas dobras do corpo, como joelho e cotovelo.

Dermatite Herpetiforme:

A Dermatite herpetiforme é um tipo da doença causado pela intolerância ao glúten. As bolhas que a doença causa dão a sensação de queimação intensa e coceira.

Dermatite Ocre:

É um tipo de dermatite causado pelo acúmulo de sangue nas pernas e tornozelos e é caracterizada por manchas arroxeadas ou amarronzadas.

Dermatite Esfoliativa:

Esse tipo de dermatite provoca o surgimento de descamação e vermelhidão em grandes áreas do corpo, como peito, braços e pernas. A doença tem cura e é necessário o acompanhamento de um dermatologista.

Dermatite de Fralda:

Também conhecida como assaduras, a Dermatite de fralda é caracterizada pela irritação que ocorre na pele do bebê quando está em contato com o plástico da fralda.

Dermatite Perioral:

É um tipo de dermatite que aparece ao redor da boca em forma de manchas redondas e vermelhas. Ela é mais comum em mulheres que tem idade entre 20 e 45 anos.

Dermatite Numular:

É o surgimento de manchas arredondadas que ardem, coçam e evoluem para bolhas e, depois, crostas. Ela afeta normalmente as pessoas de meia idade, é acompanhada de pele seca e é bastante recorrente no Inverno.

Os Principais Sintomas Dermatite – como fazer o Diagnóstico:

Existem diferentes sintomas que acometem pessoas com Dermatite, contudo é possível citar três principais, que acabam sendo notados em todos os tipos:

  • Vermelhidão intensa
  • Coceira
  • Pequenas bolhas

No caso, entre outros sintomas da doença inflamatória também pode-se citar a descamação da pele, que por sinal tende ser confundida em algumas partes do corpo como uma frieira ou até mesmo outras doenças alérgicas que atingem as pessoas na pele, além de bolhas pequenas – que de certo modo se diferenciam por ficarem bem cheias de líquido transparente e acabam surgindo.

Também é possível apresentar algum dos seguintes sinais:

  • lesões vermelhas e acinzentadas;
  • coceiras intensas pela pele;
  • descamação, principalmente nas dobras do corpo;
  • descamação do couro cabeludo;
  • sensação de queimação intensa;
  • coloração arroxeada ou marrom nas pernas e tornozelos;
  • manchas arredondadas que ardem e coçam;
  • assaduras (geralmente em crianças que usam fraldas);

Os Principais Tratamentos e Prevenção do Dermatite:

tratamento dermatite O tratamento da dermatite varia, basicamente, com o tipo que desenvolveu e, é por isso que o indicado, antes mesmo de cogitar tratamentos, seria conversar com um médico especialista para que ele encontre a melhor solução para todos os efeitos que tem sentido na pele, seja a descamação, coceiras e entre outros. Dermatologistas são os profissionais mais recomendados para analisar o caso.

Ocorre que na grande maioria dos casos é indicado o uso de anti-histamínicos e cremes hidratantes, além de shampoos anti-caspa (para casos com descamação do couro cabeludo), pomadas corticoides, alimentação balanceada e pobre em glúten (para Dermatite tipo ocre), cremes emolientes e pomada para assaduras.

Alguns médicos chegam a solicitar até injeções de corticoides e antibióticos, no entanto, é algo que prescrevem apenas aos casos mais graves e que não foram solucionadas com as medidas adotadas anteriormente (que foram citadas logo acima) em que o quadro alérgico tenha piorado ou continuou da mesma forma.

Quanto as prevenções, a melhor maneira de prevenir a Dermatite é não usar os produtos ou qualquer outra substância que tenha alergia, assim como evitar os picos de estresse e entre outros hábitos ou situações que causem irritações em seu corpo, e levam a pele a sofrer com os sintomas dessa doença inflamatória.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *