Os 10 Benefícios do Óleo da Semente de Damasco Para Saúde

Revisado por

Nutrição - CRN6-MA 16199

Os 10 Benefícios do Óleo da Semente de Damasco Para Saúde
4.3 (85%) 4 votes

Os Benefícios do Óleo da Semente de Damasco Para Saúde que você precisa conhecer. Além disso, existem muitas formas benéficas de óleo para fins culinários e terapêuticos, mas o Óleo da Semente de Damasco é aquele que muitas pessoas nem sabem que existe.

Antes de adicionar o Óleo da Semente de Damasco ao seu regime de saúde, é fundamental que entenda sua origem e quais os benefícios do Óleo da Semente de Damasco para saúde, bem como quaisquer efeitos colaterais que possa vir experimentar.

O que é Óleo da Semente de Damasco?

Como o nome sugere claramente, o Óleo da Semente de Damasco é derivado da Semente de Damasco, o fruto da árvore de damasco, cientificamente conhecido como Prunus armeniaca.

Embora existam várias espécies chamadas de damasco, elas têm perfis de nutrientes muito similares, assim como o Óleo da Semente de Damasco. O Óleo da Semente de Damasco é bastante leve e tem um sabor de noz e aromático, tornando-se um complemento muito popular em certas partes do mundo. Em alguns casos, as pessoas substituem o óleo de amêndoa pelo Óleo da Semente de Damasco para fins culinários e medicinais.

Existem duas variedades diferentes do Óleo da Semente de Damasco, um usado para fins cosméticos e o outro para consumo culinário. O Óleo da Semente de Damasco tem altos níveis de vitamina E, vitamina K e vários antioxidantes poderosos, como o ácido cafeico e várias catequinas, o que proporciona muitos benefícios para a saúde. Conheça agora, Os 10 Benefícios do Óleo da Semente de Damasco Para Saúde:

Benefícios do Óleo da Semente de Damasco Para Pele:

Quando aplicado topicamente, as propriedades emolientes do Óleo da Semente de Damasco podem esfoliar e hidratar a pele, ajudando na retenção da umidade, eliminação das manchas de pele seca e aliviando problemas inflamatórias, como rosácea, psoríase e eczema.

Melhora a Saúde do Cabelo:

Muitas pessoas usam o Óleo da Semente de Damasco em seus cabelos e couro cabeludo, pois podem fortalecer os fios de cabelo fracos e promover a saúde dos folículos capilares. O Óleo da Semente de Damasco pode reduzir os níveis de certos produtos químicos que se acumulam no couro cabeludo em resposta à testosterona, o que pode retardar o crescimento do cabelo e até mesmo levar à perda de cabelo.

Esfregar o Óleo da Semente de Damasco no couro cabeludo também irá reduzir os problemas inflamatórias no couro cabeludo, como a caspa.

Benefício do Óleo da Semente de Damasco com Propriedades Antioxidantes:

Embalado com antioxidantes, o Óleo da Semente de Damasco é capaz de reduzir o estresse oxidativo na pele, o que é uma boa notícia para pessoas que sofrem de envelhecimento prematuro ou têm rugas.

Esses antioxidantes podem apertar e tonificar a pele, reduzindo a aparência das manchas da idade e impedindo a mutação celular, o que pode levar ao câncer de pele.

Benefício do Óleo da Semente de Damasco Para Tratar Acne:

Pode ser difícil eliminar a acne, mas a redução desses sintomas geralmente é o primeiro passo. Aplicar o Óleo da Semente de Damasco ao local do surto de acne pode reduzir a inflamação e evitar o acúmulo de sebo nas glândulas, tratando os sintomas e o problema subjacente.

Melhora a Saúde Respiratória:

Em quantidades muito pequenas, alguns curandeiros naturais recomendam o uso de Óleo da Semente de Damasco para aliviar a dificuldade respiratória.

Benefício do Óleo da Semente de Damasco Para Reduzir Inflamações:

Caso sofra de dor crônica e inflamação, como artrite ou gota, a aplicação tópica do Óleo da Semente de Damasco na área do desconforto pode aliviar rapidamente a dor e reduzir o inchaço e vermelhidão.

Efeitos Colaterais do Óleo da Semente de Damasco:

Existem alguns efeitos colaterais relacionados ao Óleo da Semente de Damasco, devido ao conteúdo de amígdala presente no Óleo da Semente de Damasco.

Para uso tópico, o Óleo da Semente de Damasco é conhecido por ser benéfico, mas quando consumido internamente, a amigdalina é convertida em cianeto pelo corpo, o que pode ter consequências tóxicas e mesmo fatais.

Quando o Óleo da Semente de Damasco é usado em aplicações culinárias, torna-se uma concentração menor, o que é seguro para consumo. O consumo excessivo de Óleo da Semente de Damasco pode levar a insuficiência respiratória.

Revisão Geral pela Dra. Ana Karolynne Gonçalves - (no G+)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Ana Karolynne Goncalve

Sou graduada no curso de Nutrição pela Universidade Federal do Maranhão(UFMA), CRN6-MA 16199, com Mestrado na área da Nutrição Clínica com relação ao metabolismo, prática e terapia nutricional, realizado também na Universidade Federal do Maranhão(UFMA), Atualmente trabalho no campo de pesquisa sobre a Qualidade e Inovação em Alimentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *